Irã: relatório da AIEA sobre descoberta de urânio prova que programa nuclear é pacífico

O representante iraniano na agência da ONU disse que assunto foi exagerado pela imprensa ocidental

O governo do Irã afirmou neste sábado (26/05) que a descoberta pela AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica) de vestígios de urânio enriquecido a 27% na central nuclear de Fordo prova que o programa nuclear do pacífico. Além disso, se trata de um "assunto técnico insignificante", exagerado pela imprensa ocidental.

"A referência por alguns meios de comunicação a estes assuntos técnicos insignificantes revela objetivos políticos para afetar o ambiente de cooperação construtiva entre o Irã e a AIEA", afirmou o representante iraniano na agência da ONU, Ali Asghar Soltanieh. "Como a AIEA menciona em seu relatório, este é um assunto técnico clássico sobre o qual os analistas abriram uma investigação. É mais uma prova de que as atividades nucleares iranianas são pacíficas, do nosso sucesso no campo da tecnologia nuclear, em particular o enriquecimentoin e da nossa cooperação com a agência da ONU."
 

Ex-chefe de segurança ridiculariza premiê de Israel e questiona plano de atacar Irã

Irã na mira do grande domínio

Irã retoma negociações com AIEA sobre programa nuclear

 

 

A AIEA revelou na sexta-feira em um relatório a descoberta de partículas de urânio enriquecido a 27% na instalação subterrânea de Fordo, 150 km ao sul de Teerã, quando o nível máximo de enriquecimento declarado pelo Irã é de 20%. O nível permanece muito inferior aos 90% necessários para fabricar bombas atômicas. Segundo o documento, Teerã explicou que a produção das partículas "pode estar ligada a razões independentes do controle do operador" da usina, mas a AIEA pediu detalhes adicionais.

As grandes potências ocidentais e Israel acusam o Irã de querer produzir a bomba atômica, o que a República Islâmica nega, alegando que seu programa é apenas civil.

 

* Com informações da AFP 

Leia Mais

PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

História Agrária da Revolução Cubana

História Agrária da Revolução Cubana
Este livro é um estudo sobre a saga da reforma agrária numa sociedade de origem colonial presa ao círculo vicioso do subdesenvolvimento. Fundamentado em farta documentação e entrevistas com técnicos e lideranças que participaram diretamente do processo histórico cubano, o trabalho reconstitui as barreiras encontradas pela revolução liderada por Fidel Castro para superar as estruturas materiais de uma economia de tipo colonial.
Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias