Mujica irá enviar ao Congresso uruguaio projeto de lei de meios

Presidente pretende criar novas regulações para meios de comunicação e democratizar o acesso ao setor audiovisual

O presidente do Uruguai, José Mujica, deve enviar nos próximos dias ao Congresso um projeto de lei de meios, cujo objetivo é criar uma nova regulação para os meios de comunicação e democratizar o setor audiovisual. A reforma nas leis é defendida por Mujica desde o início de seu mandato, há quatro anos.

“Trata-se de uma lei necessária, com muitas arestas”, disse o deputado Aníbal Pereyra, do partido governista Frente Ampla. Com ao menos 200 artigos, o projeto visa regular permissões para grupos econômicos, direitos de audiência e de livre expressão e reforçar a propriedade estatal do espectro radioelétrico.

Marinha uruguaia detém duas embarcações brasileiras por pesca ilegal

Fósseis de uma dezena de espécies extintas são localizadas no Uruguai

Premiê da Irlanda garante constitucionalidade de nova lei sobre aborto

 

O projeto já está redigido e, segundo Pereyra, tem grande respaldo do MPP (Movimento de Participação Popular), grupo da Frente Ampla mais votado nas eleições de 2009 e ao qual pertence Mujica e a senadora Lucía Topolansky, sua esposa. O IX Congresso da MPP, realizado neste domingo (05/05), produziu uma declaração que confirma a vontade de “trabalhar para impulsionar a lei que assegura a democratização dos meios massivos de comunicação”.

O conjunto de propostas foi elaborado entre funcionários do Ministério de Indústria e do Ministério de Educação e Cultura.

Além disso, Mujica promulgou nesta segunda-feira (06/05) a legislação que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, aprovada em abril pelo Congresso do país e que passará a valer a partir de 1 de agosto de 2013. A nova lei versa também sobre questões de divórcio, idade mínima para casamento, adoção e ordem dos sobrenomes dos filhos, que a partir de agora será livre escolha.

* Com informações de TeleSur

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Lugar de fala e a fala do lugar

Eu não posso nunca esquecer que essa palavra que trago como meu ofício de mundo não pode ser menos que o fio afiado da lâmina, mas não qualquer lâmina