Paris lança campanha para população ser mais gentil com turistas

Manual ensina cumprimentos em oito idiomas, inclusive em português

Uma das cidades mais visitadas do mundo, mas conhecida pela grosseria e falta de educação com estrangeiros, Paris acaba de iniciar uma campanha para seus habitantes serem mais gentis com turistas. A CCI (Câmara de Comércio e Indústria de Paris, na sigla em francês) e a CRT (Comissão Regional de Turismo) lançaram nesta terça-feira (17/06) um manual intitulado Do you speak Touriste?, com o objetivo de ensinar os parisienses a lidarem com turistas.

Wikicommons

Torre Eiffel é uma das atrações mais visitadas na capital francesa


O manual de seis páginas contém cumprimentos em oito línguas diferentes, incluindo alemão, chinês e português, informa sobre os hábitos culturais de diversas nacionalidades e está sendo distribuído para 30 mil profissionais do turismo na cidade. As informações estão contidas também no site oficial do projeto.

O guia explica que “os britânicos gostam de ser chamados pelo primeiro nome”, enquanto os italianos apertam as mãos ao se cumprimentar, por exemplo. Os chineses, turistas que mais têm visitado a cidade recentemente, são descritos como “compradores ferventes”, que ficarão “plenamente satisfeitos” com um simples sorriso ou um cumprimento em sua língua.

François Naverro, da CRT, afirma que o objetivo da campanha é “focar na qualidade da recepção que os visitantes têm em Paris e treinar os profissionais daqui para entender as diferenças entre eles”.

O "pequeno" e "espremido" asilo político de Julian Assange em Londres

Marcha em apoio a protestos no Brasil fecha principal avenida de Buenos Aires

Em visita à Alemanha, Obama é pressionado e diz que EUA não vigiaram civis

 

Apesar de Paris ter sido visitada por cerca de 29 milhões de pessoas no ano passado, tanto a CCI quanto a CRT alertam que a competitividade crescente de cidades mais “amigáveis”, como Londres, levam a capital da França a se esforçar mais para atrair turistas, especialmente os dos países emergentes.

A França é o principal destino de turistas no mundo e esses visitantes ajudam a criar empregos em hotéis, museus e restaurantes do país, além de serem um incentivo bem-vindo à economia em um momento de pouco consumo interno.

Leia Mais

PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

História Agrária da Revolução Cubana

História Agrária da Revolução Cubana
Este livro é um estudo sobre a saga da reforma agrária numa sociedade de origem colonial presa ao círculo vicioso do subdesenvolvimento. Fundamentado em farta documentação e entrevistas com técnicos e lideranças que participaram diretamente do processo histórico cubano, o trabalho reconstitui as barreiras encontradas pela revolução liderada por Fidel Castro para superar as estruturas materiais de uma economia de tipo colonial.
Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Olhar crítico desde a esquerda: a economia

Desafio estratégico para superar a condição de exportadores de commodities requer um processo de industrialização especializada para as exportações que permita dar o salto ao desenvolvimento produtivo e à independência econômica