Panamá deteve "armamento defensivo obsoleto" em navio norte-coreano, diz Cuba

Havana disse que acordos militares sustentam a necessidade de manter capacidade defensiva para preservar soberania

O Ministério das Relações Exteriores de Cuba confirmou que o navio norte-coreano, detido no Canal do Panamá, vinha de um porto cubano e transportava exclusivamente 10 mil toneladas de açúcar e “armamento defensivo obsoleto”, a ser reparado na Coreia do Norte. Segundo o ministério, o armamento retornaria para Cuba.

O texto diz ainda que é “firme e irretocável” o compromisso de Cuba em defesa da paz, do desarmamento, incluindo a questão nuclear, e o respeito ao direito internacional. O navio norte-coreano foi detido no Canal do Panamá, na semana passada, porque transportava armamentos sob a carga de açúcar.

Snowden pede asilo à Rússia até poder viajar para América Latina

"Lei Beyoncé e Jay-Z” quer reforçar bloqueio turístico dos EUA a Cuba

Cuba apresenta vacina contra câncer de pulmão

 

O governo do Panamá apelou à comunidade internacional para enviar técnicos capazes de examinar o material. As autoridades da Coreia do Norte não se pronunciaram sobre o episódio, segundo as autoridades panamenhas. Pelas sanções internacionais, a Coreia do Norte é proibida de exportar e importar armamentos, exceto armas leves.

Em nota oficial, o governo de Cuba informa que o navio Chong Chon Gang transportava açúcar e mais 240 toneladas métricas de armamento defensivo obsoleto, que inclui dois complexos mísseis antiaéreos Volga e Pechora, nove foguetes em partes e peças, dois aviões Mig-21 Bis e 15 motores de este tipo de avião.

De acordo com o comunicado, o material militar foi fabricado em meados do século 20, por essa razão precisa de revisão e reparação. O Ministério das Relações Exteriores de Cuba argumenta que os acordos militares sustentam a necessidade de o país manter uma capacidade defensiva para preservar a soberania nacional.

*Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur 

Leia Mais

PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

'Fatos alternativos' é a 'despalavra' de 2017

Termo estimula substituição de argumentos factuais por afirmações não comprovadas para manipular debate público, diz júri; iniciativa quer chamar atenção para palavras que ferem dignidade humana ou democracia

 

Sob a fumaça, a dependência

Não são apenas os fumantes que estão atrelados a um hábito do qual é difícil se livrar; o Brasil, líder global na exportação de tabaco, oculta sob os dados econômicos um quadro social de efeitos devastadores

 

Cientistas descobrem o que dizimou astecas

Após cinco séculos de mistério, equipe internacional de pesquisadores detecta bactéria, levada por europeus, que teria sido responsável pela morte de 15 milhões de pessoas em apenas cinco anos