Após reação da comunidade judaica, Clube Hebraica de SP suspende palestra com Bolsonaro

Abaixo-assinado reuniu cerca de 4.000 apoios contra a presença do deputado federal no clube; “Foi a manifestação de todos e todas contrários a possibilidade de dar palanque ao Bolsonaro que fez com que o clube voltasse atrás”, escreveu autor da petição

Nesta segunda-feira (27/02), a Hebraica de São Paulo recuou e cancelou palestra com o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), pré-candidato à Presidência da República em 2018. A possibilidade do evento não agradou boa parte da comunidade judaica. Uma petição na internet reuniu cerca de 4.000 assinaturas contra a presença do parlamentar no clube.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Segundo o presidente da Hebraica, Avi Gelberg, ficou definido “que seria mais adequado fazer um evento com todos os pré-candidatos, num modelo equilibrado e democrático”.

Leia também: O que vi nos 20 dias que passei em um grupo de apoiadores de Jair Bolsonaro no WhatsApp

“Foi a manifestação de todos e todas contrários a possibilidade de dar palanque ao Bolsonaro através deste abaixo-assinado e pelas redes sociais que fez com que o clube voltasse atrás”, escreveu Mauro Nadvorny, autor da petição.

As posições do Bolsonaro levaram ao protesto contra o evento. “Ele representa a extrema direita brasileira e em todas oportunidades em que lhe é permitido falar, explora e ataca as minorias entre as quais, nós judeus, nos encontramos”, justificou Nadvorny. “Ele é homofóbico, misógino, racista e antissemita por natureza e convicção. Idolatra a extrema direita neonazista e admira os torturadores da ditadura militar, a qual enaltece em todas as oportunidades.”

O rabino Michel Schlesinger apoiou o cancelamento. “O judaísmo tem tradição de debate. Mas a liberdade de expressão não pode servir de plataforma para a propagação de ideologia discriminatória e apologética à ditadura”, disse à Folha de S. Paulo.

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Palestra que Bolsonaro ia dar no Clube Hebraica de São Paulo foi suspensa

(*) Publicado originalmente na Revista Fórum

Parlamentares brasileiros viajam para Israel a convite de organizações sionistas

Guilherme Boulos: o psicanalista das massas

Hackers pró-Bolsonaro invadem página do blog Socialista Morena no Facebook

 

Outras Notícias

Destaques

Publicidade

História Agrária da Revolução Cubana

História Agrária da Revolução Cubana
Este livro é um estudo sobre a saga da reforma agrária numa sociedade de origem colonial presa ao círculo vicioso do subdesenvolvimento. Fundamentado em farta documentação e entrevistas com técnicos e lideranças que participaram diretamente do processo histórico cubano, o trabalho reconstitui as barreiras encontradas pela revolução liderada por Fidel Castro para superar as estruturas materiais de uma economia de tipo colonial.
Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias