Vanessa Martina Silva

8185779862_8641960347_b #DiretasJá

Frente à terceirização total, cabe aos trabalhadores a tomada do Estado

Em um contexto de globalização financeira, a precarização da mão-de-obra é determinada a partir da ofensiva sobre os direitos trabalhistas, com mais exigências feitas aos trabalhadores, sem que isso corresponda a maiores ganhos, melhores condições de trabalho ou ainda menor jornada. Uma das facetas mais cruas de tal precarização se define com a terceirização, sobretudo das chamadas atividades-fim.

LIM09. LIMA (PERÚ), 05/04/2016.- Manifestantes protestan contra la candidatura de Keiko Fujimori hoy, martes 5 de abril de 2016, en la plaza San Martín de Lima (Perú). Cientos de personas, en su mayoría miembros de colectivos civiles y sociales, comenzaron a reunirse hoy en el centro histórico de Lima para rechazar la candidatura presidencial de Keiko Fujimori y el autogolpe de Estado que dio su padre, el encarcelado expresidente Alberto Fujimori, el 5 de abril de 1992. EFE/Ernesto Arias Peru

Feridas da ditadura Fujimori voltam a sangrar no Peru

*Vanessa Martina Silva Milhares de pessoas tomaram as ruas em diversas cidades do Peru nesta terça-feira (05/04) em um grande protesto contra a candidata favorita a vencer as eleições presidenciais do país: Keiko Fujimori. A data foi escolhida para coincidir com o aniversário do auto golpe dado pelo ex-ditador Alberto Fujimori – pai de Keiko – em 1992. Para contar com o simbolismo da data, os movimentos políticos e sociais peruanos decidiram arriscar, realizando a…

integración latinoamericana Entrevistas

Para embaixador equatoriano o povo fará a integração

Vanessa Martina Silva*  Para Ramón Torres Galarza, diplomata Itinerante para Assuntos Estratégicos, integração terá continuidade ‘porque hoje povos são protagonistas da história’. Para el embaixador América Latina é contraponto a ‘desencanto do capitalismo’ São as democracias [latino-americanas] em revolução que podem mudar o mundo frente ao silêncio, frente ao desencanto, ao cinza que o capital e o capitalismo em sua crise planetária estão gerando. Que podem fazer frente a esse individualismo selvagem, esse consumismo predador,…

bol Brasil

É possível ser bolivariano no Brasil?

Vanessa Silva* Em abril de 2013, poucos dias após a morte de Hugo Chávez, o colunista de O Globo, Rodrigo Constantino, publicou um artigo intitulado “O risco bolivariano” em que compara petistas a chavistas, afirma que o socialismo está ligado ao “caos e à opressão” e que os bolivarianos brasileiros “se inspiram no falecido Hugo Chávez, cujo ‘socialismo do século 21’ é exatamente igual ao do século 20”. Será? Constantino diz ainda que “como não…

jcortazar Literatura

Três décadas sem Cortázar

Vanessa Martina Silva* Na Argentina, 2014 é o Ano de Cortázar. Em 12 de fevereiro, completaram-se três décadas de sua morte e em agosto é celebrado o centenário de seu nascimento. O grande Cronópio, como é chamado por alguns fãs, foi enterrado na França ao lado da esposa, Carol Dunlop. Em seu túmulo, é comum lápis, cadernetas, flores, folhas e cartas ofertadas pelos fãs. Julio Cortázar é um dos autores mais inovadores e originais de…

violeta_parra-aniversario Cultura

Há 47 anos, o mundo perdia Violeta Parra

Vanessa Martina Silva* Nesta quarta (5) completam-se 47 anos da morte da cantora, compositora, poeta, artesã, artista plástica e folclorista, Violeta Parra. A autora de Gracias a la Vida se suicidou, aos 49 anos, em sua casa em Santiago do Chile um ano após compor o hino que se eternizou e transcendeu o Chile, a América Latina a alcançou todo o mundo. Apesar da morte precoce, Violeta Parra deixou uma enorme contribuição à arte e…

Venezuelanos saem ás ruas para homenagear o presidente Hugo Chávez após sua morte nesta terça-feira (05) (Télam) | Foto: EBC Dialogando

Amor com amor se paga: Multidão vermelha segue cortejo de Hugo Chávez

Vanessa Silva* “Todo o povo defende sua revolução”, “mais que nunca, Chávez somos todos”, “Chávez vive em todos nós”, “morreu e virou milhões”. Estas são algumas das palavras mais usadas no cortejo fúnebre que transportou o líder da Revolução Bolivariana, Hugo Chávez Frías, do Hospital Militar à Academia Militar. Há dor, mas também firmeza nas demonstrações de amor e carinho ao líder bolivariano. Uma maré vermelha se formou em Caracas para dar o primeiro adeus…

Hugo Chávez Dialogando

A luta de Chávez pulsa na América Latina

<<Por Vanessa Silva, colaboradora de Diálogos do Sul*>> Com Chávez tem início o processo de integração continental. É a partir de sua primeira eleição em 1998 que a América Latina começa a se insurgir contra a supremacia dos Estados Unidos e sua ingerência nos assuntos internos dos países da região. Seu projeto internacionalista ganha corpo e contornos mais nítidos com a eleição, em 2002, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Brasil e, em…