Peru

Um laivo de esperança no Peru

A crise do socialismo nos anos 1990 trouxe catastróficas consequências em todos os países. O Peru não foi uma exceção. Surgiram vozes, inclusive no interior das filas do PCP que asseguraram que o Partido Comunista tinha sido “criação de Ravines”, a quem consideraram o expoente do “seguidismo”. Gustavo Espinoza M.* Reivindicaram então que a crise nos obrigava a “voltar à Mariátegui” -que tinha denominado a organização política por ele criada…

Evangelina Chamorro Díaz: A mulher de barro

Não. No Peru não se trata de Maria, a boia-fria de Coquimbo apresentada no filme chileno de Sergio Castro San Martín, sob um sugestivo título “A mulher de barro”. Trata-se de Evangelina  Chamorro Díaz, peruana de 32 anos e mãe de duas crianças de 5 e 10 anos que –arrastada por um inclemente desmoronamento na periferia de Lima no dia 16 de março– conseguiu sobreviver graças à sua integridade e sua…

Hugo Chávez e os peruanos

Há quatro anos, em 5 de março de 2013, os povos de nosso continente sofreram uma imensa perda: faleceu o comandante Hugo Rafael Chávez Frias, uma das figuras mais destacadas do processo emancipador latino americano e, talvez, seu principal inspirador. Gustavo Espinoza M.* Sua vida, foi um atuar constante e suas ideias e realizações políticas sensibilizaram o continente polarizando as forças. Ainda permanece na memória de muitos a marca de…

Os intocáveis do Peru

No filme estadunidense de Brian de Palma, baseada numa novela publicada em 1957, “Os Intocáveis” constituíam uma equipe especial de agentes escolhidos por seu valor e por ser incorruptível. Eles foram organizados por Eliot Ness e sob seu comando resolveram acabar com a máfia de Al Capone, que operava em Chicago nos anos 1920, no século passado. Gustavo Espinoza M.* Os “Intocáveis” no Peru, ao contrário, são a máfia: a…

Um futuro incerto para o Peru

Não deveria surpreender ninguém dizer que, no Peru, o futuro é incerto. Em geral, o futuro é sempre incerto em toda parte. Ninguém pode prever o que vai acontecer. Porém se está é uma verdade abstrata, resulta particularmente claro que no país a única certeza é de um futuro incerto. Gustavo Espinoza M.* Diversos acontecimentos ocorridos nas últimas semanas advogam em favor desse “presságio”. Porém este, os mais recentes, deixaram…

Peru: Pão e beleza como bandeira de luta

A gravidade da crise que sufoca hoje a toda sociedade peruana exige da esquerda e do movimento popular em seu conjunto, uma madura reflexão. Esta deveria partir de duas considerações essenciais: a corrupção não é consubstancial ao ser humano nem ocorre por desígnio divino. É consequência de um modelo social que decompõem os valores e impõe o consumismo e a competição como essenciais formas de vida. Gustavo Espinoza M.* Mas…

Peru: O campeonato de corrupção

0

Três presidentes da República do Peru figuram na lista da Odebrecht, o grande corruptor (que poderia ser também o grande eleitor), com uns 29 bilhões de dólares. Nada mal. Com sua expressão latina, palavras evasivas e sua memória para lembrar o nome dos bancos e os números das contas que significavam presentes, nosso país se perfila, por fim, com alguma possibilidade no grande campeonato mundial desse esporte de ricos e…

O que representa a condenação de Morales Bermúdez, ex-ditador peruano?

A decisão de uma Corte de Roma que sentencia a prisão perpétua a dois ex presidentes latino-americanos, entre eles o ex-ditador peruano Morales Bermúdez, e vários oficiais das forças armadas de diferentes países de Nossa América, alvoroçou o hospício. O argumento de fundo esgrimido pela justiça italiana foi  a Operação Condor com suas especificidades em prejuízo de cidadãos da Itália ou originários. Gustavo Espinoza M.* Não há dúvida de que…

Odebrecht e os ratos peruanos

Quando os militares brasileiros da Escola Superior de Guerra –Olimpio Mourão de Minas Gerais, Castelo Branco, Amaury Kruel e outros- derrubaram João Goulart em abril de 1964, teve início uma nova etapa de expansão do capitalismo sub regional na América Latina. Gustavo Espinoza M.* O golpe deve claras conotações imperiais. A ação se desencadeou a partir de 13 de março de 1964 quando o chefe de Estado promulgou lei expropriando…

No Peru, um debate nauseabundo

É claro que o tema educativo está profundamente enraizado na vida nacional. E que a crise do setor não constitui um elemento superficial nem anedótico. E é claro também que enquanto no Peru sejam aplicadas as “receitas” neoliberais, os problemas no setor não serão seriamente encarados, qualquer que seja o titular da pasta. Gustavo Espinoza M.* Hoje são registrados mais de um milhão e meio de crianças fora do sistema…

Os crimes antissindicais do narcoestado peruano

0

Direitistas disputam na submissão aos interesses externos Leonardo Wexell Severo, de Lima-Peru Passada a sangrenta ditadura de Alberto Fujimori e o estelionato eleitoral de Ollanta Humala, o povo peruano enfrenta agora o desgoverno de Pedro Pablo Kuczynski (PPK) e um parlamento corrupto, controlado pelo narco-fascismo fujimorista. Uma feroz disputa entre direitistas para ver quem é mais submisso ao sistema financeiro e aos cartéis estrangeiros; que se empenham na implantação da…

As controvérsias da esquerda peruana

É curioso. Quando o Peru vive uma crise profunda, que não é responsabilidade do povo nem de suas organizações representativas, mas sim culpa dos que sempre estiveram no poder, as forças que se dividem e fracionam não são aquelas que expressam o interesse da classe dominante mas sim a dos trabalhadores. Gustavo Espinoza M.* O segmento que deveria ter a suprema obrigação de se unir para encontrar uma saída comum,…

Peru, o mais importante

Alguns têm perguntado, com certa dose de angústia: quem se importa que seja Kuczynski ou Keiko Fujimori, presidente do Peru? É bom responder essa indagação sem desdenhá-la, e buscar um sentido positivo na analise política. Gustavo Espinoza M.* Na disputa de 5 de junho, PPK obteve 8 milhões 589 mil 529 votos; enquanto a candidata derrotada acumulou 8 milhões 547 mil 845 votos. A soma de ambos somou 17 milhões, 137…

Vitória eleitoral do neoliberalismo e da Aliança do Pacífico

O segundo turno das eleições peruanas, celebradas no domingo 5 de junho, mais que um debate sobre o presente e o futuro tem sido uma disputado das elites sobre o passado. Anibal Garzón Baeza* O ex ministro de Energia, entre 1980 e 1982, sob o governo do conservador Fernando Bela’unde Terry e também ex ministro de Economia e Finanças em 2001, com Alejandro Toledo, entre outras atividades, Pedro Pablo Kuczynski…

Quatro verdades sobre as eleições no Peru que não estão nos meios de comunicação

* Giovanni Mitrovic  Quatro verdades sobre as eleições 2016 no Peru que você não encontrará nos meios de comunicação tradicionais: Pedro Pablo Kuczynski não deveria estar no segundo turno; o segundo turno das eleições deveria ser entre os votos brancos e nulos e a filha do ex-ditador Alberto Fujimori (1990-2000), Keiko Fujimori; os verdadeiros ganhadores das eleições de 2016 foram os 7,5 milhões de peruanos (um terço dos votantes aptos) que…

Vitória perigosa da direita no Peru

No Peru ocorreu o que já se previa. A direita pôde cantar vitória depois das eleições peruanas de 10 de abril. Gustavo Espinoza M.* Mesmo tendo havido irregularidades notáveis na votação e se note indícios de fraude, o processo eleitoral em marcha concluiu com a vitória de Keiko Fujimori, com 39,1% no primeiro turno, tendo em segundo lugar o neoliberal Pedro Pablo Kuczynski. A candidata da esquerdista Frente Ampla, Verónika…

Peru na hora das urnas

Gustavo Espinoza M.* A menos de 48 horas do início da eleição de 10 de abril no Peru, toda sorte de especulações se descortinam no cenário. Se bem o denominador comum admite que a mais alta votação no primeiro turno corresponderá a Keiko Fujimori, variam as percentagens que se lhe atribuem. Para uns, estará em torno de 28% e para outros em 35% e há ainda os que sustentam…

O Peru na reta final das eleições

Gustavo Espinoza M.* É válido dizer que ao ter início o mês de abril o Peru entra na reta final para as eleições nacionais de 2016. As pesquisas trazem algumas surpresas, mas o cenário esta bem demarcado com a saída de vários candidatos que desistiram de participar depois que perceberam não tem chance alguma. De toda maneira e pela natureza da disputa, nessa se mesclam dois elementos: a opção cidadã…

Feridas da ditadura Fujimori voltam a sangrar no Peru

*Vanessa Martina Silva Milhares de pessoas tomaram as ruas em diversas cidades do Peru nesta terça-feira (05/04) em um grande protesto contra a candidata favorita a vencer as eleições presidenciais do país: Keiko Fujimori. A data foi escolhida para coincidir com o aniversário do auto golpe dado pelo ex-ditador Alberto Fujimori – pai de Keiko – em 1992. Para contar com o simbolismo da data, os movimentos políticos e sociais…

Candidata da esquerda à presidência do Peru é alvo de guerra suja dos meios de comunicação, diz deputado

Redação Após a exclusão de dois candidatos da disputa eleitoral para a presidência do Peru, o país viveu momentos de incerteza devido ao fato de que Keiko Fujimori, que lidera as pesquisas de intenção de voto, também poderia estar fora da corrida por supostas irregularidades na distribuição de dinheiro e “presentes” aos eleitores em período eleitoral. Na última semana, no entanto, a Justiça eleitoral do país decidiu que a filha…

Duas mulheres disputam as eleições no Peru

Paulo Cannabrava Filho* Duas mulheres decidem as eleições e o destino do Peru. Uma poderá levá-lo literalmente ao inferno; outra poderá abrir caminhos de construção. As eleições do dia 10 de abril estão sendo disputadas por muitos candidatos de vários partidos, mas somente duas mulheres têm chance de ir para o segundo turno: Verónika Mendoza e Keyko Fujimori, uma antípoda da outra. Verónika Mendoza representa hoje para os peruanos a…

Verónika Mendoza é alvo de guerra suja dos meios de comunicação, diz deputado

Após a exclusão de dois candidatos da disputa eleitoral para a presidência do Peru, o país viveu momentos de incerteza devido ao fato de que Keiko Fujimori, que lidera as pesquisas de intenção de voto, também poderia estar fora da corrida por supostas irregularidades na distribuição de dinheiro e “presentes” aos eleitores em período eleitoral. Na última semana, no entanto, a Justiça eleitoral do país decidiu que a filha do…

A batalha eleitoral no Peru

Gustavo Espinoza M.* Poderia ser qualquer dia do mês ou do ano. Porém, podemos situar nossa preocupação em um, em particular: 3 de março de 2016. Foi emblemático. Ocorreram três fatos que mostram o verdadeiro sentido da luta que trava hoje em nosso continente: em Washington, o presidente Obama ratificou a declaração do  executivo que considera Venezuela como “uma ameaça contra a segurança nacional de Estados Unidos”. Em Honduras, capangas…

Eleições presidenciais: É preciso derrotar a máfia no Peru

Gustavo Espinosa M.* Se nos perguntassem qual é o principal dever dos peruanos, a tarefa de honra no presente, poderíamos circunscrever a uma só formulação: isolar e derrotar a Máfia que procurar apropriar-se novamente do poder utilizando como instrumento a disputa eleitoral de 10 de abril. Porém não podemos nos limitar a considerar essa exigência como a única em nosso roteiro. Vivemos uma etapa crucial na América Latina, quando as…

Conflito de gerações no Peru

Gustavo Espinoza M. * Uma vez mais entra em debate o tema geracional. Alguns entusiastas, deslumbrados com a imagem brilhante de Verónica Mendoza, a candidata presidencial da denominada “Frente Ampla”, voltaram a proclamar o surgimento de uma “nova e moderna esquerda”, diferente – e distante – dessa “velha esquerda” que consideram “fracassada e obsoleta”. Na abordagem desta questão em algum momento me permiti recordar um comentário de Mariátegui referente à…

Peru: Pesquisas mostram peruanos inseguros

Gustavo Espinoza M.* Três diferentes pesquisas mostram elementos comuns no cenário eleitoral que terá seu primeiro desenlace no próximo dia 10 de abril no Peru. As empresas patrocinadoras das pesquisas se empenham em destacar o caráter episódico da informação e prenunciam mudanças mais adiante. O que se pode deduzir dos resultados das sondagens mais recentes? Primeiro é que Keiko Fujimori continua na frente das preferências cidadãs com algo superior a…

Ano novo difícil para o Peru

Gustavo Espinoza M.* 2016 assoma como um ano extremamente complexo e difícil para os peruanos. Sobram elementos para confirmar o fato. A crise econômica internacional tem golpeado fortemente a economia do país, de modo que quando se previa um crescimento anual de 4 por cento, dois pontos mais que no período anterior, os indicadores formais situam em 2.6% um dos mais baixos da região e o pior dos últimos dez…

Peru: a fera ferida

Gustavo Espinoza M* Dizem por aí, e é verdade, que uma fera é muito mais perigosa e agressiva quando está ferida. Pois bem. É isso precisamente o que ocorre no Peru com a Máfia apro-fujimorista no afã de recuperar seus privilégios e destruir a expectativa dos peruanos por um país melhor, mais humano e mais justo. Para bem entender a natureza dos acontecimentos de hoje há que ver a partir…

Homens que fazem a história

Gustavo Espinoza M. (*) O dia 15 de agosto é uma data importante para os peruanos. Nesse dia, em dois momentos, nasceram duas importantes figuras da história nacional. Em 1911 viu a luz na cidade de Arequipa, Jorge del Prado Chávez. E quatro anos depois, em 1915, na Cordilheira Branca, na província de Yungay, distrito de Supluy, abriu os olhos Alberto Asunción Caballero Méndez. Ambos merecem a gratidão e a…

A esperança de unidade no Peru

Gustavo Espinoza M.* Depois dos feriados pelo Dia da Pátria, o Peru ingressou, consciente ou inconscientemente a uma etapa eleitoral. Em outubro haverá convocação para as eleições nacionais de abril de 2016 e entre agosto e dezembro deverá ocorrer as inscrições de candidatos, alianças e outros requerimentos formais para participar do pleito em que se disputará a Presidência e o Legislativo da República. Neste marco, parece que se perfila no cenário…

Direita e esquerda: o bom ladrão e o mau ladrão

Jorge Rendón Vásquez* Lembro ainda da animada conversa de um carpinteiro de pequena estatura e cabelo duro cor de  palha e o irmão de minha mãe, um desengonçado estudante crônico de direito, conquistado pela poesia. Eram seis da tarde e os operários já tinham saído da oficina. Com olhar cintilante de inteligência e segurança o carpinteiro lhe dizia: -A direita e a esquerda, amigo, nasceram no Gólgota, quando crucificaram a…

La Mafia en guerra en Perú

Gustavo Espinoza M. (*) Es verdad, En las últimas semanas 8 implicados en la ya célebre “red Orellana” han sido liberados pocas horas después de su captura porque los jueces dijeron no encontrar “evidencias de delito”. En cambio, una ofensiva letal se ha desatado en la “Prensa Grande” y en medios judiciales contra Nadine Heredia, la esposa del Presidente Humala por acciones que han derivado en un escándalo sin precedentes…

Tia Maria: A linguagem das balas (ou a paz dos cemitérios)

Gustavo Espinoza M (*) Finalmente, o governo peruano optou por enfrentar os conflitos sociais com as armas na mão. Deu assim, desse jeito, curso a um processo incerto. Todos sabem quando e como começou, mas ninguém sabe quando, nem como acabará. Grave erro, sem dúvida, que transtorna todos os valores da análise política e leva a confusão a muitíssima gente. As declarações de Keiko Fujimori advogando pelo “diálogo” e a…

Jornalismo pode ser o mais vil dos ofícios

Gustavo Espinoza M.* Luis Miro Quesada de la Guerra, um dos pró homens do “El Comercio”, o mais antigo e conservador diário de Lima, lapidou uma frase a qual costuma recorrer quando se celebra o Dia do Jornalista: “O jornalismo pode ser a mais nobre das profissões, ou o mais vil dos ofícios”. Seguramente ele nunca imaginou que o jornal a que entregou boa parte de sua vida abandonaria a…

Palavreado enganoso no Peru

Gustavo Espinoza M.* Poucas vezes se fez tanto escândalo no país como no caso de Martín Belaúnde Lossio, publicitário hoje refugiado na Bolívia, que pode ser definido como um aventureiro com sorte, metido em negócios bastante sujos. Todos os meios, incluindo rádio, televisão e impressa, somaram forças não para explicar a natureza do caso mas para desatar uma bateria de acusações que ultrapassa a imaginação popular e até a vida…

Vigência de Mariátegui na psicanálise

Saúl Peña Kolenkautsky*  José Carlos Mariátegui está e estará sempre vigente. Sua qualidade de ser humano, a lucidez de seu pensamento crítico sobre os outros e sobre si mesmo, sua individualidade, sua coerência e seu compromisso o situam em um presente permanente. Ao reflexionar sobre ele parece-me indispensável reconhecer que não somente seu fundamento ideológico, filosófico e político se mantém vigente como também seus aspectos pessoais e axiológicos são insubstituíveis…

A grande imprensa no Peru

Gustavo Espinoza M* A chamada grande imprensa tem uma maneira muito curiosa de informar no Peru. A mídia disse recentemente que a revista Time tinha eleito como “os homens do ano” os médicos que lutaram contra o Ebola na África. Omitiu dizer que esses médicos eram cubanos e estavam ali enviados em missão solidária pelo governo de seu país. A presença de médicos cubanos em qualquer “obscuro rincão do mundo”…

Fujimorismo saiu de uma cloaca

Gustavo Espinosa M* Estava bem assessorado o presidente Ollanta Humala quando, recentemente, em uma coletiva à imprensa, respondendo a perguntas de correspondentes estrangeiros, assegurou que o fujimorismo saiu de uma cloaca. Para ter certeza de ter utilizado devidamente o vocábulo, o ex comandante provavelmente consultou a Academia Peruana da Língua, porque, sem dúvida, valeu-se da expressão mais precisa e em seu mais cabal sentido. O Dicionário Geral Ilustrado da Língua…

Perú de Gregorio Santos

Gustavo Espinoza M*  Talvez o grande vencedor das eleições regionais do passado 5 de outubro no Peru tenha sido Gregorio Santos, ainda encarcerado, que se candidatou à reeleição do Governo Regional de Cajamarca, no norte do país, uma zona cobiçada pela mineradora Yanacocha. O líder Cajamarquino, apareceu no cenário político em 2010, quando conseguiu aceder ao máximo posto na gestão administrativa local, após uma dura campanha. A resistência de seu…

Peru, uma batata quente

Gustavo Espinoza M.* Ainda que Ana Jara e Nadine Heredia o neguem com empenho, é claro que “o caso” López Meneses se converteu numa batata quente para o governo do presidente Humala. Trata-se de um fenômeno pouco frequente na política peruana: um “cidadão à pé”, que não ostenta nenhuma representação oficial nem cargo algum, mas que tem o privilégio de uma custodia equivalente a da “proteção a dignitários”, equipada de…

Tomás Borge “Uma vida marcada pelo combate…”

Apresentação de livro de Tomas Borge Gustavo Espinoza m.* De Tomás Borge se poderia dizer muito, mas a natureza do evento e o fato de compartilhar com personalidades de tanto valor, permite-nos resumir ideias essenciais de seu pensamento e ação política. Tive oportunidade de estar próximo de Tomas em diferentes épocas e em muito diversas circunstâncias, que o que permite traçar um perfil de sua fida ligada à história de…

Ofensiva legal de mineradoras no Peru contra contribuição ambiental

Milagros Salazar* Em uma ação simultânea, as principais companhias de mineração do Peru estão apresentando uma série de demandas judiciais para congelar uma contribuição que permite prevenir e fiscalizar o potencial dano ambiental de suas atividades no país. O que ocasionou essa inusitada ofensiva empresarial? As denúncias chegaram uma após outra e a diversas instâncias. Até o dia 7, 14 mineradoras haviam apresentado em diversos tribunais demandas de amparo para…

Peru, confiança, ou desconfiança?

Gustavo Espinoza M* Nesta quarta-feira (20/8), o Congresso da República do Peru deve outorgar um voto de confiança ao Gabinete presidido por Ana Jara, ou questionará sua adesão gerando um novo grau de confronto existente entre o governo de Ollanta Humala e a oposição liderada por Keiko Fujimori e Alan García Pérez. Há que recordar que a designação de uma jovem parlamentar situacionista como presidenta do Conselho de Ministros, foi precipitada…

Mensagem do Peru: Nem a tírios nem a troianos

Gustavo Espinoza M. (*) A história nos recorda que os Tírios eram um povo fenício enfrentado comercialmente aos Troianos. Ambos competiam duramente pelo monopólio comercial nas águas do Mar Mediterrâneo. E por isso foram tomados como a expressão de definidas rivalidades e como o símbolo de interesses opostos. (**). Nós, tomando a frase como referência, poderíamos dizer hoje que nem Tírios nem Troianos ficaram satisfeitos com a mensagem do Presidente…

As utopias são necessárias

Héctor Béjar* Héctor Béjar apela à construção de utopias que, mesmo que irrealizáveis, sempre nos empurram a um mundo melhor. A libertação dos povos começa pela recuperação de suas consciências. E a recuperação das consciências começa pels construção de utopias. Esta é, em síntese, a ideia de “Mito y utopia. Relato alternativo del origen republicano del Perú”, do cientista social Héctor Béjar. Marco Fernández realizou esta entrevista para o jornal…

A detenção abusiva de Gregório Santos no Perú

Gustavo Espinoza M.* Iniciar um processo judicial contra um cidadão que exerce uma função pública quando assomam indícios de maus manejos administrativos, corrupção ou outros ilícitos, constitui um imperioso dever do Estado que ninguém, em juízo perfeito, pode objetar. Porém, utilizar esse mecanismo para castigar aos que questionam a ordem social estabelecida, resistem à disposições contrárias ao interesse nacional ou lideram movimentos sociais de envergadura, tem seus bemóis. Não porque…

Peru: um debate indispensável

Gustavo Espinoza M.* Recentemente circulou no Peru uma convocação referente ao cenário político atual e os enganos que assomam no horizonte nacional relacionados com as disputas eleitorais já em pleno desenvolvimento. Em quatro portais de Internet: “Ponto de Vista e Proposta, Nossa Bandeira, Jornal de Arequipa e Peru Insólito”, além de muitas adesões no Facebook, o texto levanta três bandeiras inerentes ao processo social do país: Democracia, Independência e Soberania.…

Moderna para Sempre no Peru

A exposição Moderna para Sempre – Fotografia Modernista Brasileira na Coleção Itaú Cultural, de 21 de abril a 18 de maio, vai ao Peru e ocupa a Galeria Municipal de Arte Pancho Fierro com um recorte do acervo de obras de arte do Itaú Unibanco. A abertura ocorre no dia 21, às 19h30. A mostra acontece como parte da II Bienal de Fotografia de Lima (www.bienalfotolima.com).  Com curadoria do fotógrafo…

Solidariedade com o jornalista Oswaldo Quispe

O jornalista Oswaldo Quispe encarcerado: “Se o governo e a justiça argentina me extraditarem, no Peru me desaparecem”. Entrevista com o comunicador social peruano e residente na Argentina, Oswaldo Quispe, ou a luta contra as perseguições políticas de Ollanta Humala.  “Nunca te entregues ni te apartes junto al camino, nunca digas no puedo más y aquí me quedo” José Agustín Goytisolo Andrés Figueroa Cornejo  “Em outubro de 2013 o Consulado do…

A concentração de meios de comunicação no Perú

Gustavo Espinoza M.* O tema da concentração de meios esteve e continua estando no centro do debate político nacional. Gerado por um fato pontual: a aquisição de ações dos diários “Correo” e “Ojo”, posto a venda pela família Agois, para a empresa editora do “El Comercio”; deu lugar a uma áspera disputa em que originalmente apareceram como interessados os proprietários de “El Comercio” e seus sócios e também rivais, os…

Peru, o império da confusão

Gustavo Espinoza M.* Dizem que William Shakespeare escreveu cada uma de suas obras com a ideia de que simbolizassem algo específico. Assim, o drama de Romeo e Julieta passou à história como a expressão do amor mais puro e inocente. Otelo, como a personificação dos ciúmes; Ricardo III, como significação do Poder; Hamlet como o sentido da dúvida. Se o Cisne de Avon vivesse em nosso tempo e se ocupasse…

Sara Beatriz Guardia e o outro lado da história

Manuel Lasso* A quinta edição do livro de Sara Beatriz Guardia, Mujeres peruanas. El otro lado de la historia (2013), constitui um valioso aporte à pesquisa social. Dá outro sentido à história habitual para mostrar em um perfil anverso a situação da mulher nas sociedades peruanas durante os últimos cinco séculos. Vai desde a arqueologia e as primeiras crônicas e outros documentos que demonstram a evolução da condição da mulher,…

Celac 2014 silencia a direita peruana

Gustavo Espinoza M.*  Celac 2014 – Bem poucas vezes no Peru a direita ficou calada. Também acontecimentos específicos – a sentença de Haia, ou a transcendência do evento – fez com que desta vez o Peru se viu livre da venenosa e também cafajeste campanha que em outras circunstâncias teria desatado contra Cuba e a Celac, e também contra o presidente Ollanta Humala por ter viajado à pátria de Martí…

Concentração nas mídias é um perigo para a democracia

Depois da recente aquisição de 54% das ações da Epensa, por parte do Grupo El Comercio, de Lima, Peru, que o torna proprietário de 77.86% dos diários nacionais, diversas foram as reações contrárias a concentração nas mídias. Em seguida o pronunciamento da Associação Nacional de Jornalistas do Peru (ANP),  Diante de fatos que dão a entender a ameaça de uma perigosa e sutil concentração na propriedade dos meios de comunicação e…

Homofobia de cardeal peruano provoca polêmica

Manuel Robles Sosa* Segundo os críticos, Cipriani incorre em homofobia ao rechaçar o projeto e também ao tentar desqualificar o autor, o parlamentar Carlos Bruce, acusando-o de utilizar seu mandato para justificar ou defender sua opção sexual. O agredido se negou a responder para não rebaixar-se ao nível ao que o cardeal levava o tema e disse que só aceita discutir ideias, e deixou claro que não estranha a reação…

Peru recorda 21 anos da prisão de Abimael Guzmán

Manuel Robles Sosa* Dia 18 de setembro o Peru recordou o 21o aniversário da prisão de Abimael Guzmán, chefe do grupo armado Sendero Luminoso, do qual ainda restam remanescentes num rude território e um agrupamento que tenta em vão inserir-se na legalidade. A chamada “captura do século”, realizada pelo Grupo Especial de Inteligência (GEIN), uma unidade de elite, sem um só disparo, foi um golpe decisivo contra a atividade armada…

Ofensiva conservadora contra fortalecimento do Estado no Peru

Manuel Robles Sosa* A possibilidade de que o Estado peruano assuma a operação local da transnacional petroleira Repsol e uma norma que regula a pesca industrial, constituem hoje o foco de uma furibunda campanha política e midiática conservadora. A ofensiva de inusitada virulência e que acusa ao governo de supostas tentações de retornar a suas fontes marcadamente nacionalistas, coincide com os interesses empresariais que se sentem afetados ou ameaçados por…

Na mira indígenas peruanos em isolamento

Milagros Salazar* Um povo indígena em isolamento voluntário é aquele que decide não ter vínculo com a sociedade do país onde se encontra por razões históricas.  Na densa Amazônia peruana há cinco reservas para povos indígenas que decidiram se manter total ou parcialmente isolados do resto da sociedade. Mas estes territórios não estão delimitados e apenas um possui um posto de controle. As autoridades encarregadas tentam atualmente reverter tantos anos…