Amigos & Autores

Comunistas, Graças a Deus…

Segundo o dicionário Houaiss comunismo é “o sistema de vida em comum em que os bens são partilhados, estando disponíveis segundo as necessidades de cada um”; preconiza a “harmônica igualdade social e econômica para todos, sendo que os bens serão distribuídos segundo as necessidades de cada um.” E menciona ainda o ensinamento “de cada um segundo sua capacidade; a cada um, segundo suas necessidades”. Anderson Loureiro* Já socialismo, pelo mesmo…

Lula 2018 não resolve tudo! É preciso dialogar com os jovens

Qual perspectiva que apresentamos para a juventude mobilizada e na luta, para as inúmeras iniciativas de diferentes setores de oposição fora de nosso espaço sindical e social, da CUT, MST, MTST e tantos outros, como o Levante, a Consulta Popular, o Fora do Eixo, as Frentes Democráticas de Juristas e Advogados, as iniciativas culturais e o crescimento do movimento estudantil anti-Temer e Golpe?

Requião e General Villas Boas debatem ameaças a soberania nacional

“Nós estamos num projeto de globalização que no mundo hoje é suportado pelo domínio absoluto do capital financeiro, fundamentado num tripé, que é o tripé que eu vejo funcionar no Brasil hoje, e daí minha preocupação com a soberania nacional. O primeiro apoio deste tripé é a precarização do Poder Executivo que passa a subordinar a um Banco Central independente ligado as necessidades do capital financeiro. O segundo apoio é…

Jeremy Corbyn revela: outra esquerda é possível

Avanço dos trabalhistas ingleses, e de seu líder rebelde, envia um sinal. Sociedades estão cansadas de partidos acomodados – mas dispõem-se a enfrentar o neoliberalismo e lutar por mudanças estruturais. Antonio Martins* Num tempo sombrio, de retrocessos em todo o mundo, golpes e vitórias da direita (Trump, Temer, Macri, Duterte e muitos outros), surgiu na quinta-feira (8/8)um fato extraordinário, que é preciso examinar com atenção. Jeremy Corbyn, o líder rebelde…

MPF superestima acordo com a JBS

Nas redes sociais, procuradores se vangloriam do acordo firmado com a JBS. A multa será de R$ 10,9 bilhões, pagos em 25 anos com correção pelo IPCA. Luís Nassif* Procuradores da Lava Jato correram a estimar que, com a correção pelo IPCA, valor poderá chegar a R$ 20 bi. Trata-se de erro financeiro bisonho. A correção pelo IPCA meramente repõe o valor real da multa, considerando a inflação. Mas não…

A Greve geral e o discurso único

Vendida por alguns meios de comunicação como parcial e totalmente dependente da paralisação do transporte público, a greve geral conseguiu paralisar a maior parte das cidades brasileiras na última sexta-feira. Mauro Santayana* Não faltaram – como costumeiramente – a violência, muitas vezes iniciada pela própria policia, e a infiltração de vândalos convenientemente vestidos de vermelho, cujo papel, todos sabemos – com a destruição gratuita de patrimônio público e privado e…

Sobre a Greve Geral: A mídia sem máscara

Quem se lembra da verdadeira convocação que jornais, rádios, TV, sites de notícia faziam há pouco mais de um ano para as manifestações a favor de deposição da presidente da República, por meio de um processo fraudulento chamado impeachment? Audálio Dantas* Um picaretinha do tipo Kim Kataguira era promovido a líder de massas de uma hora para outra e ocupava espaço em todas as mídias. A TV divulgava online, com…

A democracia em xeque: por uma agenda para América Latina

Não há dúvida de que vivemos tempos de grandes ameaças às conquistas democráticas que América Latina acumulou ao longo dos últimos anos, desde o início do século XXI. A um ciclo de expansão da participação social em projetos políticos populares, de ampliação do gasto público em políticas sociais (mesmo quando não se avançou em mudanças econômicas estruturais) e de importantes avanços nos processos de integração regional, ameaça impor-se um período…

“As Trincheiras de Sergio Magalhães: nacionalismo, trabalhismo e anti-imperialismo”

Roberto Bitencourt da Silva, historiador e cientista político, abriu uma campanha de crowdfunding para levantar recursos para publicar um livro sobre Sergio Magalhães, deputado federal pelo PTB nas décadas de 1950 e 1960. Roberto Bitencourt da Silva* Sergio Magalhães foi deputado federal por três mandatos consecutivos (1955-1964) pelo PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) do Rio de Janeiro, então um partido progressista e nacionalista, integrado por figuras como João Goulart e Leonel…

O Isolamento dos EUA, por Noam Chomsky

Noam Chomsky reflete sobre Israel, Trump e a Nova Ordem Mundial, uma aliança entre estados autoritários que se parece estar a estruturar. Noam Chomsky* A 23 de dezembro de 2016, o Conselho de Segurança da ONU passou a Resolução 2334 por unanimidade, com a abstenção dos EUA. A Resolução reafirma “que a política e práticas de Israel em estabelecer colonatos na Palestina e outros territórios Árabes ocupados desde 1967 não…

A Odebrecht, a “delação do fim do mundo” e a jurisprudência da destruição

Responsável por ao menos dois dos programas estratégicos mais importantes do país, o da construção do submarino nuclear Álvaro Alberto, da Marinha e o do míssil ar-ar A-Darter, da Força Aérea, destinado a equipar os futuros caças Gripen NG-BR que estão sendo construídos com a Suécia, também sob estranha investigação do Ministério Público, a Odebrecht está pagando caro por sua “proximidade” com os governos Lula e Dilma. Por Mauro Santayana…

Fidel, Uma história que não pode ser escrita com palavras

Perdemos Fidel. Ganhamos uma história de exemplos e de sabedoria. João Pedro Stedile* A história de Fidel é indescritível, não podemos descrever apenas com palavras. Então gostaria apenas de dar um testemunho. Ele usou toda sua sabedoria, conhecimentos, liderança e dedicação para construir, ao longo de 60 anos, um povo unido e organizado, que se transformou imbatível, enfrentando as forças econômicas e militares mais poderosas do século 20: o capital…

As convicções e o fascismo

Os países, como as pessoas, precisam tomar cuidado com as suas convicções. Convicções arraigadas, quando não nascem da informação, da razão, do conhecimento, costumam ser fruto do ódio, do preconceito e da ignorância Mauro Santayana*. Não é por acaso que entre as características do fascismo, a mais marcante está em colocar, furiosamente, a convicção acima da razão. Foi por ter a forte convicção de que os judeus, os comunistas, os ciganos,…

Deus, onde estavas naquele momento? Por que não acalmaste o furacão Matthew?

Quando vemos nas primeiras páginas dos jornais a devastação que o furacão Matthew, agora em outubro, produziu no Haiti e nos EUA destruindo cidades, derrubando árvores, arrastando carros e matando centenas de pessoas, os que cremos, nos perguntamos angustiados: Por Leonardo Boff, na AlaiNet “Deus, onde estavas naquele momento em que a fúria assassina do tufão Matthew se abateu sobre o Haiti e os EUA? Por que não usaste o teu…

A morte de um lago e de uma cultura milenar

Mudanças climáticas e o uso inadequado dos recursos matam um lago e destrói cultura milenar na Bolívia Valter Tesch* O Lago Poopó em Llapallapani esta à 3.700 metros de altitude no altiplano boliviano. Ele morreu e suprimiu a base da identidade do povo Uro-Murato que ali vivia a milênios. Os Uros já tinham passado por mudanças ao mudar das ilhas de junco para a orla. Resistiram com sua identidade…

O clima hoje, os dramas de amanhã

As noticias vêm de várias partes. Do centro do Brasil, as informações de que o rio Araguaia, um dos maiores do país, já “perdeu mais de 100 de suas ilhas”,  com o assoreamento documentado pelos cientistas da Universidade Federal de Goiás. Os cardumes de peixes desapareceram (O Popular, 18/9). O canal principal de navegação reduziu-se de mais de 70 metros para 5 metros. E o auge da seca ainda não…

A destruição da memória e o “ideal” de uma sociedade lobotomizada

O jornalista e escritor peruano Alfredo Pita, residente em Paris, estreia como colaborador de Diálogos do Sul com uma profunda e necessária reflexão sobre a memória, de extrema atualidade nesse mundo globalizado que tudo destrói. Alfredo Pita* No Peru, desde sempre, a memória tem sido atacada, adormecida, sabotada e tergiversada. Se há uma sociedade curada contra a memória e realmente amnésica é a nossa. Chamou a minha atenção, há alguns…

O caráter da repressão

Há quase cinquenta anos, grande crítico apoiava-se em Kafka, Dostoievski e no cinema para dizer: instituição policial “já não tem necessidade de motivos, mas apenas de estímulos”… O caráter da repressão Antônio Cândido* Balzac, que percebeu tanta coisa, percebeu também qual era o papel que a polícia estava começando a desempenhar no mundo contemporâneo. Fouché a tinha transformado num instrumento preciso e onipotente, necessário para manter a ditadura de Napoleão.…

Sucateamento da inteligência nacional

O caso do almirante nacionalista e o juiz entreguista na mídia nacional. O sacrifício de um nacionalista autêntico pelas forças antinacionalistas. Mauro Santayana* Almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, uma das melhores cabeças científicas do País, responsável pelo enriquecimento de urânio, fundamental, para desenvolvimento da indústria nuclear, que requer acumulação de segredos de natureza estratégica para a defesa nacional, acaba de ser condenado, a 43 anos de prisão, pelo juiz Moro,…

Leonardo Boff: “Quem vai derrotar o capital será a Terra”

Leonardo Boff participou da 15ª Jornada de Agroecologia do Paraná, que aconteceu entre os dias 27 e 30 de julho, na cidade da Lapa (PR) / Leandro Taques/Jornalistas Livres. Para teólogo, sociedade já começa a produzir alternativas de vida a partir do cuidado com a “Casa Comum”. Camilla Hoshino e Camila Rodrigues da Silva* A humanidade não será capaz de derrotar o capital, mas já começa a organizar novos padrões de…

PMDB + PSDB = Desastre, loucura e irresponsabilidade

O Brasil perdeu o rumo. Em nome do Combate à Corrupção, estamos trocando um presidente sobre o qual não há qualquer processo, por um vice-presidente envolvido sob diversas maneiras na Operação Lava Jato. Luis Carlos Bresser Pereira Em nome do Direito, estamos trocando um presidente que fez “pedaladas”, por um vice-presidente que também as fez. Em nome da Economia, estamos trocando um ministro da Fazenda competente, Nelson Barbosa, que está…

A volta da religião, da família, de Deus e contra a corrupção

Observando o comportamento dos parlamentares nos três dias em que discutiram a admissibilidade do impedimento da presidenta Dilma Rousseff parecia-nos ver criançolas se divertindo num jardim da infância. Leonardo Boff* Gritarias por todo canto. Coros recitando seus mantras contra ou a favor do impedimento. Alguns vinham fantasiados com os símbolos de suas causas. Pessoas vestidas com a bandeira nacional como se estivessem num dia de carnaval. Placas com seus slogans repetitivos.…

Água: Eixo da paz e da guerra

Walter Tesch* Participação Construtiva evita a tragédia dos usos comuns A água é recurso natural de valor econômico e imprescindível a vida e sobrevivência de uma comunidade. Só se reconhece quando falta. São Paulo é o Estado de maior PIB no Brasil, primeiro que implantou uma gestão participativa e o maior conglomerado humano da América Latina que enfrenta uma crise de grande impacto econômico, social e político.. A gestão da…

Sou latina, sou da América. Por que como americanos não temos o direito de viver em nosso continente?

0

Ilka Oliva Corado* A conjuntura vivenciada pelos Estados Unidos no processo de eleições presidenciais está destacando a importância da comunidade latina que reside no país. Sim, a importância, embora não pareça. Nunca antes em um processo eleitoral os políticos abordaram como tema de discussão a contribuição da comunidade asiática, europeia e afro descendente com o mesmo afinco que estão falando da comunidade latina nas atuais eleições. É óbvio que, dependendo…

Crianças passam fome nas escolas de São Paulo

Costa Carregosa* Se no âmbito federal Dilma & Cia são sinônimos de incompetência, disparates e corrupção, no âmbito estadual o governador Alckmin (embora mais dissimulado) faz coro com os desmandos petistas. Tapiraí a pouco mais de 120 km. da Capital, um dos maiores municípios em extensão territorial da região metropolitana de Sorocaba tem pouco mais de oito mil habitantes. Predominante rural com economia assentada basicamente na agricultura possui um dos…

O Estado de direito e o Estado de direita

Mauro Santayana* Estamos em plena vigência de um Estado de Direito? Ou de um “estado” de direita, que está nos levando, na prática, a um estado de exceção? Afinal, no Estado de Direito, você tem o direito de ir e vir, de freqüentar um bar ou um restaurante, ou desembarcar sem ser incomodado em um aeroporto, independente de sua opinião. No estado de direita, você pode ser reconhecido, insultado e eventualmente…

Liberdade para o Sahara Ocidental

Allan Patrick* Primeiramente, agradeço o espaço oferecido para falar de uma das causas mais justas da história contemporânea, mas ao mesmo tempo quase desconhecida: o Sahara Ocidental, nação que é a última colônia do continente africano que ainda não alcançou a independência nem teve respeitado o seu direito à autodeterminação, por ter sido ocupada de maneira violenta pelo Marrocos. Lembrando o Timor Leste É mais fácil explicar a situação do…

García Linera: da indignação à esperança

Indignação e esperança: essa é a fórmula de mobilização social para a construção do mundo que supere a sociedade construída sobre o poder do dinheiro. Emir Sader* Na sua exposição no seminário sobre Emancipação e Desigualdade, organizado pela Secretaria da Cultura da Argentina, o vice-presidente da Bolívia, Álvaro García Linera, fez uma síntese dos caminhos pelos quais os governos progressistas latino-americanos podem superar seus problemas atuais e seguir em frente.…

Vamos aos fatos?

Audálio Dantas* Difícil acreditar que os que anunciam as manifestações de amanhã são de fato contra a corrupção. Os que vão marchar podem acreditar, por pura desinformação ou por má fé. A tentativa de anulação das eleições de outubro, das quais Aécio Neves saiu derrotado, vem montada, principalmente, na onda da Operação Lava a Jato, que apura as falcatruas cometidas na Petrobras. Bem-vinda esta como qualquer outra operação destinada a…

Quem vai regular a mídia no Brasil

Alice Campos* A regulação da mídia não deveria trazer insegurança, muito pelo contrário, as experiências bem sucedidas em países democráticos a exemplo do Canadá, Espanha, EUA, Chile, Portugal e Grã-Bretanha, demonstram como a regulação da comunicação social fortaleceu as condições que conduzem a uma verdadeira democracia, tendo a liberdade de imprensa estabelecida na busca pela credibilidade e no respeito aos direitos fundamentais e a liberdade de expressão como um exercício…

Comunicação: Mais liberdade de expressão, mais democracia

Laurindo Lalo Leal Filho* O Brasil cresce, enfrenta e supera graves crises internacionais, tira milhões de pessoas da pobreza, reduz ao mínimo o desemprego, passa a ser mais respeitado internacionalmente e, no entanto, não consegue se livrar de uma de suas principais deficiências: a ausência de regras na área da comunicação. O país que se orgulha de estar entre as dez maiores economias do mundo é uma das raras democracias…

Para se entender o terrorismo contra o Charlie

Para se entender o terrorismo contra o Charlie Hebbo de Paris Leonardo Boff* Uma coisa é se indignar, com toda razão, contra o ato terrorisa que dizimou os melhores chargistas franceses. Trata-se de ato abominável e criminoso, impossível de ser apoiado por quem quer que seja. Outra coisa é procurar analiticamente entender porque tais eventos terroristas acontecem. Eles não caem do céu azul. Atrás deles há um céu escuro, feito…

O novo (e frágil) Consenso de Brasília

Antonio Martins* O “Ajuste fiscal” iniciado por Dilma não visa “acertar contas públicas”, mas mostrar adesão a mito conservador. Caminho pode levá-la ao desastre Estranha é a matemática dos que alardeiam a necessidade de um “ajuste fiscal”. Nas últimas semanas, afirmou-se que o Orçamento da União, para 2015, contém um “rombo de 100 bilhões de reais”. Defendeu-se a nomeação de Joaquim Levy para o ministério da Fazenda, sob o argumento de ser…

Civilização e modernidade: O movimento indígena

Mónica Bruckmann* A crise mundial contemporânea não só se manifesta em sua dimensão econômica e principalmente financeira, como representa também uma profunda crise civilizatória do capitalismo mundial como modo de organização da sociedade e como forma de produzir conhecimento, ao mesmo tempo que questiona fortemente o sistema de poder no planeta. Assistimos à decadência de um sistema hegemônico unipolar que necessita cada vez mais da intervenção militar brutal para validar…

Por que voto em Dilma

João Brant* Eu teria muitos motivos para não votar em Dilma: seu governo é mais conservador do que eu gostaria, houve poucas tentativas articuladas para mudar a cultura política do país e sua interlocução com a sociedade é muito limitada. No meu tema histórico de atuação, a comunicação, permaneceu tudo como dantes, sem nenhum esforço real para incidir sobre um sistema de mídia concentrado e conservador. Na cultura, houve retrocessos notáveis em relação ao governo Lula.…

A Lei da Anistia, a intensa história e a curta memória dos brasileiros

Dino Magnoni* Até agora, a vida me ensinou que os mais novos vão repetir de modo pior, os hábitos dos mais velhos e a cultura autoritária e alienada que eles receberam durante a criação. No dia 28 de agosto de 1979, o general João Baptista Figueiredo, o último “presidente” da ditadura militar divulgou no Diário Oficial da União, a Lei nº 6.683, que trata de anistia. Já em seu Artigo 1º,…

Vizinhos Beligerantes

Jaime Leitão* O cineasta canadense Norman McLaren, um dos mais famosos criadores de filmes de animação do mundo, é autor do curta-metragem “Os vizinhos”, de 1952, considerado a sua obra-prima. Nesse filme, dois vizinhos vivem em perfeita harmonia entre si, sem cerca ou grade que os separe. Acontece que, em um determinado momento, uma flor nasce entre uma casa e outra, e aí começam as desavenças, que vão se agravando…

A dor de ser e não ser judia

Natalia Keller Trajber* Há dias me sinto incomodada com um dos temas que, de tempos em tempos, emerge de maneira sangrenta, trazendo consigo dores intensas, dramas insuportáveis e, para mim, um sentimento imenso de impotência, injustiça, desumanidade e aparente abismo intransponível. Vou tentar explicar, mas peço paciência e, antes de mais nada, a suspensão dos apressados pré-julgamentos, pré-linchamentos e afins, ok?! Os que conhecem minha história sabem de minha origem…

Chiapas, Dez Anos Depois: Por uma tradição global de resistência

Rafael Betencourt* O ano de 2014 marca exatos 10 anos do levante rebelde de um grupo de civis e indígenas armados na região de Chiapas no México. Após 2013 , ano  no qual o Brasil debateu sobre a legitimidade da violência enquanto linguagem política, o levante zapatista revela um exemplo histórico do uso da força na tentativa de constituição de uma voz política no vazio da representação de  parte da…

La Prensa: Santa Crise no Carnaval

Santa Crise* – Daqui a pouco o povo vai respirar aliviado. O prefeito vai entregar a chave da cidade para o Rei Momo… – Rei Momo, este sim, pode governar errado à vontade. Sem desfazer do poder de qualquer governo. – Poder do Rei Momo para comandar a folia é passageiro. Permanente, só de um prefeito. – Carnaval é folia de quatro dias. Perde de longe para o governo que…

Democracia na Venezuela, a disputa pelo mito.

Rafael Betencourt* No último dia 8 de dezembro a Venezuela vivenciou umas das mais importantes eleições municipais dos últimos anos. Após a morte do presidente Hugo Chávez em 2012, uma dúvida pairou sobre  o futuro das instituições da revolução bolivariana: será que elas seriam sólidas o suficiente para sobreviver a ausência do carisma de seu grande ideólogo? A oposição trabalhou intensamente para transformar as eleições municipais em um grande teste…

Undécima carta às esquerdas: ecologia ou extrativismo?

Boaventura de Sousa Santos*  Na décima carta às esquerda afirmei que no início do terceiro milênio as esquerdas se debatem entre dois desafios principais: a relação entre democracia e capitalismo; e o crescimento econômico infinito (capitalista ou socialista) como indicador básico de desenvolvimento e progresso. Neste texto concentrar-me-ei no segundo desafio. Antes da crise financeira, a Europa era a região do mundo onde os movimentos ambientalistas e ecologistas tinham mais…

Os milagres na educação

Tatiana Coll* Em 2009 a UNESCO apresentou um informe de seu organismo regional, a OREALC, sobre a prova LLCE (Laboratório Latino-Americano de Avaliação da Qualidade do Ensino) denominado “Segundo Estudo Regional Comparativo e Explicativo na América Latina e no Caribe”, que revelou dados muito surpreendentes para alguns analistas, como assinalou Christopher Marquis do New York Times:  “os estudantes cubanos, em todas as matérias examinadas, obtiveram qualificações muito superiores à media,…

Mandela e a hipocrisia dos algozes

Edouward Bailby* A homenagem mundial a Nelson Mandela mereceria uma boa matéria sobre a hipocrisia e a canalhice de alguns estadistas. Quando o homem foi condenado a ser enforcado o Conselho de Segurança da ONU pediu a clemência do governo sulafricano três países se abstiveram de votar: Estados Unidos, Reino Unido e França ! O velho Bush que assistiu à cerimônia no estádio de Soweto foi um dos mais violentos adversários…

O longo caminho por calçadas seguras

Raquel Rolnik* No Fórum de Mobilidade realizado pela Folha de São Paulo, Márcio Kogan exibiu imagens de calçadas de nossa cidade. Após a apresentação, o arquiteto concluiu afirmando que não tinha mais nada a dizer. Ninguém precisa ter visto os slides para imaginar o que foi mostrado. Basta ser pedestre. Ou pior, basta ter ou estar com mobilidade reduzida, ou simplesmente tentar empurrar um carrinho de bebê pela cidade… Estamos falando…

Ancine investe em produção audiovisual só 21% do que arrecada

Gustavo Gindre* Entre 2008 e 2012, o Fundo Setorial do Audiovisual, gerido pela Ancine, recebeu R$ 407 milhões para o fomento à produção audiovisual independente. Nesse período, foram selecionados 221 projetos aptos a captar R$ 200 milhões. Desses, 153 projetos efetivamente assinaram contratos de R$ 118 milhões. Ao final, 133 projetos levaram R$ 85 milhões Agências reguladoras são autarquias especiais que gozam de autonomia política e financeira. Foi pensando nisso…

Revisão do Plano Diretor: oportunidade para debater um novo modelo de desenvolvimento urbano em São Paulo

Nabil Bonduki*As manifestações de junho deixaram uma mensagem clara: apesar da redução da miséria e da ampliação no acesso aos bens de consumo para os mais pobres, entre outros avanços sociais dos últimos dez anos, segmentos expressivos da sociedade, sobretudo a juventude, defendem uma alteração mais profunda do modelo de desenvolvimento do país e a adoção de novos valores e postura dos agentes públicos. Em São Paulo, a revisão do…

A crise na Itália é ideológica e ética

Gabriela Motta* A corrupção na Itália é consequência de uma crise ideológica e de valores éticos. Não há confiança das pessoas nos políticos por que se sabe que quando assumem o poder começam a roubar fundos do Estado, contribuições da cidadania. Um cidadão dizia: faz parte do DNA desses ladrões chamados políticos, seja de direita, de esquerda e de centro direito. Queremos ver com clareza que é o que fazem…

Gustavo Gindre: O que você faria com R$ 1 bilhão?

Gustavo Gindre* Este é o montante anual aproximado que a Ancine passa a administrar no Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Vamos entender essa história e sua importância. O fomento público federal ao audiovisual é fruto da crise surgida com o fechamento da Embrafilme, no governo Collor, quando o Brasil simplesmente deixou de produzir obras audiovisuais independentes. Como resposta foi criada uma série de mecanismos de renúncia fiscal que podem, grosso modo,…

Desnutrição e deseducação na Guatemala: o fruto podre “made in USA”

Monica Fonseca Severo * A cada dia nascem na Guatemala 1.200 crianças, das quais 1.067 sobreviverão. Pelos efeitos da desnutrição, 591 destas terão comprometida sua capacidade cognitiva e passarão fome no país exportador de alimentos  A professora das terras roubadas Jaqueline Perez tem vinte e três anos e nos recebeu em seu local de trabalho, a sala de aulas da Finca Las Delicias, no Departamento de San Marcos, a mais…

Desculpe, Presidente Evo Morales

Boaventura de Sousa Santos* Excelentíssimo Senhor Evo Morales. Esperei uma semana que o Governo do meu país lhe pedisse formalmente desculpas pelo ato de pirataria aérea e de terrorismo de Estado que cometeu, juntamente com a Espanha, a França e a Itália, ao não autorizar a escala técnica do seu avião no regresso à Bolívia depois de uma reunião em Moscovo, ofendendo a dignidade e a soberania do seu país…

Porque o povo não é bobo!

Maria Mello* Porque o povo não é bobo, organizações populares elaboraram um projeto de iniciativa popular com 33 artigos para regulamentar o que diz a Constituição em relação às rádios e televisões brasileiras Do alto do prédio, escorada em uma parede, a repórter entra ao vivo no intervalo do jogo para atualizar a situação de confronto na manifestação que acontece lá embaixo, na rua já praticamente esvaziada. Seu cameraman tenta aproximar a…

Direitos Autorais do audiovisual foram excluídos do PLS 129

Tive acesso a algumas informações sobre a aprovação nesta semana de projeto sobre direitos autorais. Peço que leiam com atenção o que vai abaixo, porque tem a ver com nossos interesses. Como foi noticiado, o Senado Federal aprovou o texto substitutivo do projeto de lei 129/12, que muda as regras de arrecadação dos direitos autorais e interfere no funcionamento do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad). O que não…

Thales Fleury de Godoy, herói latino-americano, brasileiro-cubano

O goiano Thales Fleury de Godoy que comandou a Marinha Mercante da Cuba de Fidel Castro. Vilaboense resgatou reféns do transatlântico português Santa Maria e salvou cargueiro cubano de aprisionamento no Chile de Augusto Pinochet. Reportagem do Jornal Opção, Goiânia, 29/6/2013 Frederico Vitor* Goiás sempre produziu personagens que tiveram vidas instigantes e repletas de aventuras. Uma dessas personalidades é o capitão-de-fragata da Marinha do Brasil Thales Fleury de Godoy, que durante os…

Honduras: Quatro anos de sangue e terror

Galel Cárdenas* Como poderíamos, os narradores, escrever uma novela de terror social se estamos todos submersos nos miasmas do espanta, o pânico e o desmedido cotidiano, com o coração convertido em um pequenino aparelho de respiro cheio de medo e de desolação? Cada dia os sicários  parecem estender seus tentáculos em todas as direções possíveis, como se da caixa de pandora surgisse a própria morte arrebatando vidas e honras à…

O cuidado e o discernimento

Hamilton Faria* Muito cuidado com o discurso que, apoiando-se na legitimidade dos movimentos, deseja direcionar toda a insatisfação para a “ilegitimidade” da presidenta.Existem vozes orquestradas que desejam questionar a liderança de Dilma e levar o país por descaminhos, pois sentem-se excluídos dos processos de decisão, que sempre incluíram alguns poucos ao longo da história. A voz está nas ruas, mas existe uma ladainha confusa também em alguns que são levados pela…

A força do movimento está em sua indefinição ou, vamos sonhar novamente?

Por parte dos manifestantes, após uma quinta feira violenta amplamente divulgada pela mídia (no sugestivo dia 13), a mobilização se alastrou. As imagens de opressão (da polícia diante de apenas alguns milhares de manifestantes que então se ousavam pelas ruas) serviu de combustível para aumentar a fogueira. Tiago Corbisier Matheus* Isto porque tantos outros jovens e não jovens, cada qual com seus motivos mais ou menos definidos, enxergaram a possibilidade…

O Diktad alemão

Boaventura de Sousa Santos* A reunião de 9 de abril entre o secretario do Tesouro estadunidense e o superministro alemão Wolfgang Schauble demonstrou que o fundamentalismo neoliberal impera hoje mais na Europa que nos Estados Unidos. À recomendação feita pelo Jacob Le em favor de que a Europa atenue a ênfase na austeridade e promova o crescimento econômico foi respondida secamente pelo ministro alemão dizendo que “na Europa ninguém vê…

As lições da vitória de Obama

Boaventura Sousa Santos* A experiência americana mostra ser urgente reformar o sistema político e o financiamento das campanhas para impedir que o poder econômico roube o sonho democrático Talvez não passe muito tempo antes de o que ocorre nos EUA deixe de ter importância para o mundo. Na semana passada, dizia-se no Brasil que a Presidente Dilma Rousseff estaria mais preocupada com o que se passaria no XVIII Congresso do…

Testemunha privilegiada do Terceiro Mundo

Carlos Pinto Santos* Neiva Moreira (1917-2012)  «Viveu intensamente a luta pelas liberdades no Brasil, e após retornar do exílio, ampliou sua trajetória política a partir de seu amado Maranhão. Fundador do PDT, junto com Leonel Brizola, lançou as raízes o trabalhismo no Brasil e em vários outros países latino-americanos. » Assim se expressou a presidente Dilma Rousseff, quando informada da morte de José Guimarães Neiva Moreira. Jornalista durante toda a…

“Um grito de alerta da memória”

0

Juliane Cintra* Assim definiu, o jornalista Paulo Cannabrava Filho, o 3º Seminário Latino-Americano de Anistia, realizado de 22 a 24 de novembro em Brasília. Lutar contra o esquecimento e garantir a defesa dos direitos humanos, estas foram as principais reivindicações dos participantes do III Seminário Latino-Americano de Anistia realizado de 22 a 24 de novembro na Câmara dos Deputados em Brasília. Promovido pela Comissão de Direitos Humanos, o encontro contou…

Cooperação Angola e Brasil: nova jazida de petróleo é descoberta em menos de uma semana

Juliane Cintra* A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), em parceria com a Petrobrás, encontra novo poço de petróleo em águas profundas a 200 quilômetros da capital Luanda. Esta descoberta, a segunda anunciada em menos de uma semana, ocorreu no poço Manganês-01, perfurado no bloco 18/06, no qual a estatal brasileira é operadora. A aposta em Angola, resultado de uma antiga parceria, representa o maior programa de perfuração exploratória…