#NósSóQueremosJustiça

Ruas da Vergonha

QUEM MATOU OU TORTUROU NÃO PODE VIRAR NOME DE RUA. A ditadura militar foi um período de brutalidade e intolerância. Centenas de pessoas foram executadas, torturadas e algumas até desapareceram. É um absurdo existirem praças, avenidas e nomes de ruas que homenageiem quem violou direitos humanos. Está na hora de tirar as marcas da violência que ainda estão nas nossas ruas. Assine a petição para apoiar a campanha em: www.ruasdavergonha.org No site você também pode conhecer mais sobre…

Janaína de Almeida Teles: Esqueço não

Neste mês de abril, o golpe militar de 1964 completa 53 anos. Muito tempo passado, mas também muitas perguntas sem respostas Fernanda Pompeu* Janaína de Almeida Teles, nascida em 1967, tem pedigree político. É filha de Amelinha e César Teles – dois ativistas pelos direitos humanos de longa viagem. Sobrinha da Criméia de Almeida, sobrevivente da Guerrilha do Araguaia. Irmã de Edson Teles, estudioso do período militar. Prima de João…

#CineDiálogos / Relatório sobre a tortura

Brazil: A Report on Torture (Brasil: Relatório Sobre a Tortura) é um documentário produzido em 1971 pelo cineasta norte-americano Haskell Wexler que conta com depoimentos de brasileiros torturados e recém-exilados no Chile. Captando entrevistas de alguns dos 70 brasileiros levados àquele país em janeiro daquele ano em troca do embaixador suíço Giovanni Bucher, sequestrado no final de 1970 no Rio de Janeiro pelo guerrilha armada da VPR, mostra, entre depoimentos pessoais…

#CineDiálogos / Araguaya, A Conspiração do Silêncio

Araguaya – A Conspiração do Silêncio é um filme brasileiro de 2004 escrito e dirigido por Ronaldo Duque. O filme procura entrelaçar a determinação de homens e mulheres ao se desprenderem de suas vidas na cidade para ingressarem num universo desconhecido, num ambiente hostil, para lutar contra a ditadura. No meio da floresta, o apoio e a solidariedade vêm do povo da região. E ao mostrar a abnegação militante e…

#CineDiálogos / Leucemia, o filme da Anistia

0

LEUCEMIA (1978), direção Noilton Nunes. Premiado curta-metragem (8 minutos) que revive o episódio da separação entre mãe e filho, no aeroporto de Lisboa, em 1978. Maria das Graças Sena foi demitida do Instituto Brasileiro de Estudos Sociais, em virtude de haver participado de ações contra a ditadura no final dos anos 1970. Foi torturada e, por ser portadora de leucemia, obrigada a abdicar da criação do filho de apenas três meses,…