Manchete

Manchete
0

“Política foi demonizada para acabar com participação popular”, diz presidente da CUT

Em entrevista ao Sul21, Freitas avalia os impactos da Reforma Trabalhista após um ano de aprovação, além de refletir sobre a própria organização do movimento sindical. “Houve a extinção do direito ao trabalho. O que temos hoje não é emprego. É ‘bico’”, aponta.

Manchete
0

Com Conceição Evaristo, ABL pode ter quadro de membros mais diverso da história

Em 2018, Conceição Evaristo pode se unir ao grupo de “imortais” que hoje consiste em um homem negro, cinco mulheres e 33 homens brancos e ser a primeira mulher negra na ABL; entidade fundada em 1897 tem sido domínio quase absolutamente masculino e branco e chegou a contar com regra no regimento interno para a exclusão de mulheres

Manchete
1

Crise no Haiti expõe fracasso da “ajuda humanitária” dos EUA ao país caribenho

Centenas de pessoas protestam no Haiti desde a última sexta-feira (6) contra o aumento nos preços da gasolina, do petróleo e do querosene. O aumento se deve a uma medida acordada em fevereiro entre o governo do país e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Manchete
10

Atos políticos e manifestações por igualdade de gênero ganham força no Oriente Médio

Enquanto na Árabia Saudita as mulheres só recentemente foram autorizadas a dirigir automóveis, e, no Irã, uma revolução tolheu boa parte dos direitos femininos, no Líbano, elas podem, inclusive, usar biquíni na praia. O que essas realidades têm em comum?

Manchete
0

Eu e José Luís del Roio — uma  história para ser contada

De Militante no movimento estudantil e dirigente dos comunistas revolucionários em São Paulo a senador na Itália e membro do Parlamento Europeu, tendo realizado incrível trajetória por países de América Latina até se tornar o que é: um cidadão do mundo de imensa cultura e generosidade, com os pés e o coração no Brasil, onde continua batalhando nas trincheiras possíveis pela libertação nacional ainda não alcançada. Paulo Cannabrava Filho* José Luís del Roio, arqueólogo, aprendeu…

Manchete
1

Laura Carvalho: “Política econômica é dominada por interesses particulares”

Um passo para frente, um para o lado e um para trás. Essa é a dança da economia brasileira que a economista Laura Carvalho descreve no livro “Valsa Brasileira: do boom ao caos econômico”, lançado em maio e que ficou na lista dos mais vendidos do País, com mais de 10 mil exemplares comercializados.

Manchete
0

Não os progressismos, mas a nova esquerda é imprescindível para a América Latina

A constituição de um pensamento de esquerda na América do Sul remonta às discussões europeias, que tinham grande influência no continente. “No século 19, por exemplo, as ideias dos socialistas europeus eram bem conhecidas e discutidas”, lembra Eduardo Gudynas.

Manchete
0

A esquerda ausente e a guerra presente: entrevista com Domenico Losurdo

Um dos maiores pensadores dos estudos marxistas e da obra de Antonio Gramsci, Domenico Losurdo morreu na última semana na Itália, onde residia. Em homenagem a esse importante intelectual, a Revista Diálogos do Sul republica a longa entrevista concedida por Losurdo à Revista Princípios, na qual ele fala sobre diversos temas do seu livro “A esquerda ausente”, publicado pela Fundação Maurício Grabois e a Editora Anita Garibaldi. Osvaldo Bertolino* Confira a entrevista completa: Princípios – O…

Manchete
4

Nicarágua: “Movimento que pede saída de Ortega é legítimo”, diz socióloga nicaraguense

Em meados de abril, começou uma onda de protestos na Nicarágua contra o governo do presidente Daniel Ortega, da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN), no poder desde 2007. Desde então, já foram contabilizadas 212 mortes, de acordo com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), órgão autônomo vinculado à Organização dos Estados Americanos (OEA).

Manchete
0

Pela primeira vez em 90 anos, esquerda chega ao poder no México com López Obrador

“Às vezes o México é um país nefasto, mas às vezes também é um país magnífico”. O resultado das eleições gerais deste domingo (1) nos mostra que o povo mexicano está disposto a fazer do México um país magnífico. Com 44% das urnas apuradas, o progressista Andrés Manuel López Obrador (AMLO), do Morena (Movimento de Renovação Nacional), já é considerado o novo presidente e dá fim aos 90 anos de revezamento do PRI e do PAN no poder. Os três rivais reconheceram a derrota.

Manchete
0

Violência, fraudes e um sopro de ilusão por mudanças: o cenário pré-eleitoral do México

Faltando poucos dias para que se realizem as eleições federais (Presidência, Senado e Câmera Baixa) e locais no México (governos, chefe do governo da Cidade de México, Congressos locais, câmara de vereadores, juntas municipais e Prefeituras), pode-se falar qualquer coisa menos de normalidade democrática.

Manchete
0

Saiba o que pensam os mexicanos às vésperas das eleições presidenciais

Faltando apenas cinco dias para as eleições mexicanas, o Brasil de Fato foi às ruas da Cidade do México, capital do país, para saber a opinião de quem vai decidir, por meio do voto, o futuro do país. Esta é a primeira vez em 90 anos, que um candidato progressista, como Andrés Manuel López Obrador, do partido Movimento de Regeneração Nacional (Morena), é apontado como o favorito de chegar ao poder com ampla vantagem em relação aos adversários.

Manchete
1

A luta pelo direito ao aborto em El Salvador, onde prática é ilegal até em casos de estupro

O presidente salvadorenho, Salvador Sánchez Cerén, dirigente da Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FFML) está aberto para transformações na rígida lei do aborto de seu país. É o que diz Jeremy Barth, ativista da Anistia Internacional.

Manchete
1

Fernando Lugo: “Golpe do Paraguai foi contra integração da América Latina”

Eleito em 2008, o ex-bispo católico Fernando Lugo chegou à presidência do Paraguai rompendo com seis décadas do conservador Partido Colorado à frente do governo, sendo 35 anos de uma ditadura militar. Para alcançar a vitória, a Aliança Patriótica para a Mudança formou uma coligação entre setores populares e partidos políticos, inclusive o Partido Liberal.

Manchete
0

O impacto das ações de Trump na Califórnia que prometeu proteger indocumentados

A tensão gerada pelo presidente em torno do tema tem feito com que estados estadunidenses que comportam muitos imigrantes vivam em constante conflito. Assim, a Califórnia, que se tornou um estado santuário, de proteção para os imigrantes em 2017, e que possui mais de três milhões de imigrantes, é vista pelo mandatário como uma ameaça e um incentivo à imigração de pessoas sem documentos.

Manchete
0

Crianças separadas dos pais nos EUA correm o risco de não voltar à família

Ao todo, a polícia fronteiriça estadunidense separou 2,3 mil crianças imigrantes de seus pais nos últimos dois meses. Segundo dados do The Intercept, desde outubro do ano passado, são mais de 3,7 mil crianças imigrantes separadas de suas famílias, muitas das quais chegaram ao país em busca de asilo e foram mandadas para instalações precárias em ao menos 17 estados.

Manchete
0

Quem é e o que significa a vitória de Iván Duque na eleição à presidência da Colômbia?

O candidato apoiado pelo ex-presidente colombiano de extrema direita Álvaro Uribe, Iván Duque, foi eleito neste domingo (17) e será o novo presidente da Colômbia após ter obtido o apoio de mais de 10 milhões de colombianos, representando 53,98% dos votos.

Manchete
0

“Não é possível voltar atrás na legalização do aborto, temos uma revolução na Argentina”

Nesta semana, toda a atenção esteve voltada para a Argentina onde, graças à mobilização de centenas de milhares de mulheres adultas e adolescentes, o Congresso aprovou o projeto de lei de interrupção voluntária da gravidez que é, simplificando, a legalização do aborto. Para a comunicadora popular argentina, que participou de toda a mobilização em defesa da aprovação da lei, Camila Parodi, trata-se, de fato, de uma revolução de massas, pois é é momento “de problematizar tudo o que é conhecido para criar o novo”.

Manchete
0

Aborto legal provoca corrida abortista? Veja o que dizem as estatísticas:

De acordo com a Anistia Internacional, na Argentina são realizados, em média, entre 486 mil e 522 mil abortos clandestinos ao ano, que são, ademais, a principal causa de mortalidade materna em províncias como Salta, Jujuy e Chaco, que duplicam a taxa a nível nacional. Claro que as cifras variam segundo as oportunidades de acesso (ou não) à saúde. Notas Periodismo Popular * O relatório adverte que, por dia, 298 adolescentes entre 15 e 19…

Manchete
1

Direito ao aborto seguro nas ruas, nas camas e, por fim, no Congresso Nacional da Argentina

Nesta quarta-feira (13), o Congresso argentino vai discutir se aprova ou não a despenalização do aborto até as 14 semanas de gestação. Atualmente, a lei permite a interrupção da gravidez apenas em casos de estupro e de risco para a vida ou a saúde da mãe.

Manchete
1

Em pouco tempo, esquerdas voltarão ao poder na América Latina, diz cientista política

O desempenho da China e da Índia na economia faz com que a atenção se volte para a Ásia quando se trata de análises geopolíticas e de estratégias futuras. É lá que está o maior investimento em tecnologia da atualidade e é onde se definirão as novas correlações de forças.

Manchete
1

Quando os juízes da Lava Jato serão cobrados pelas perdas ocasionadas ao país?

Ninguém diz, mas é fato que a força tarefa da Operação Lava Jato paralisou a manutenção e o investimento nas refinarias e também as obras de novas refinarias, como a Abreu de Lima, em Pernambuco. Isso é válido também para as usinas hidrelétricas. Paralisados, esses projetos só produzem dívidas. Paulo Cannabrava Filho* Diante da greve dos caminhoneiros, que paralisou o país por dez dias, o país começou (ou deveria ter começado) um processo de reflexão…

Manchete
4

Por que ofender os jericos? Tendo ferrovias desenvolvidas, Brasil optou por rodovias

Um pouco de história ajuda a compreender o presente e a construir o futuro. Vejam se não é coisa de ofender jericos: o governo elegeu o transporte viário, ou seja, veículos que queimam combustíveis de origem fóssil, rodando sobre asfalto, também de origem fóssil.

Manchete
2

Quer saber de quem é a culpa pela crise dos combustíveis? Pergunte ao FHC

O Brasil viu, atônito, uma greve de caminhoneiros parar o país. A crise gerada pela mobilização causou uma grave instabilidade no país, derrubou o então presidente da Petrobras, Pedro Parente, colocou em xeque a política de preços da estatal e quase fez cair Michel Temer, o ilegítimo.

Manchete
1

Venezuela, Brasil e Argentina são vítimas da guerra de baixa intensidade dos EUA na região

Há uma guerra de Baixa Intensidade (GBI), mas de extrema violência que está sendo aplicada em todo o continente, em um projeto geoestratégico de recolonização em pleno século 21, através do qual já submeteu vários países utilizando golpes de Estado com as novas metodologias.

Manchete
0

“Em todo o mundo, austeridade é uma máquina de produzir desigualdades”

Compreender as múltiplas dimensões da desigualdade no Brasil requer levar em conta os profundos desajustes nas cargas tributárias, isso porque a política tributária se caracteriza por ser intensamente regressiva. O que isso significa? Que os mais pobres pagam mais impostos, à medida que a taxação nos produtos compromete mais a renda que das populações mais abastadas, cujo rendimento financeiro é, proporcionalmente, menos taxado. Ricardo Machado, no IHU online  “O Brasil já teve uma tributação mais progressiva, entretanto, desde os governos militares as alíquotas máximas de imposto de…

Manchete
0

Em feito inédito, esquerda estará no segundo turno das eleições da Colômbia

O candidato de esquerda Gustavo Petro, do Movimento Colômbia Humana, disputará o segundo turno da presidência com o direitista Iván Duque, do partido Centro Democrático, e poderá fazer história no país que nunca foi governado pela esquerda em sua história.

Manchete
0

Esquerda avança na Colômbia, mas paramilitares dominam cena eleitoral

O acordo de paz entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) e o governo colombiano já começou a causar impactos na Colômbia. Neste domingo (27) acontecem as eleições presidenciais e, pela primeira vez em décadas, a esquerda pode chegar ao segundo turno, com o candidato Gustavo Petro. Porém, diferente de outros países da região, as eleições colombianas são marcadas pelo assédio do paramilitarismo que ainda domina boa parte do território e, consequentemente, controla a…

Manchete
0

“Queremos acabar com falta de representação indígena na política”, diz Sonia Guajajara

Mulher indígena do povo Guajajara/Tentehar, nordestina do Maranhão, especialista em educação, de 44 anos, Sonia Guajajara é a primeira pessoa indígena a concorrer em uma chapa presidencial no Brasil. Fernanda Canofre, no Sul21 Sonia Guajajara, coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), foi a escolhida dentro do PSOL para ser a vice-presidente — ou co-presidenta — do líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos. Apesar de ser filiada ao partido…

Manchete
0

Degradação ambiental e criminalização: o impacto da Vale para os povos indígenas

“Com a mineração, a destruição é muito mais brutal porque não é só implantação de capim, é a destruição que se dá no solo, que se dá com a poluição das águas. Isso nós vimos aqui, e a desestruturação das comunidades, isso nós percebemos, com a implantação da ferrovia pela Vale”. Lilian Campelo, no Brasil de Fato Quando o trem carregado de minério passava por dentro de Santa Rita, no Maranhão, a diversão de Mateus…

Manchete
0

8 problemas da Argentina de Macri que te dizem que só acontecem na Venezuela

Na Argentina, durante a campanha eleitoral, o direitista Mauricio Macri repetiu diversas vezes em seus discursos, em referência ao governo de Cristina Kirchner, para amedrontar o povo: “estivemos muito próximos de nos tornar a Venezuela”. Martín Fernández Lorenzo*, em Socialista Morena A ironia é que, apenas três anos depois de Macri chegar ao poder, os argentinos estão mais próximos de “ser a Venezuela” do que os brasileiros imaginam. Confira: 1. Presos políticos Nem bem Mauricio…

Manchete
0

Quem é Henri Falcón? Conheça o principal oponente de Maduro nas urnas da Venezuela

Em segundo lugar nas pesquisas eleitorais na Venezuela, Henri Falcón, de 56 anos, é um político de centro-direita, militar e advogado venezuelano. Ex-chavista, saiu do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) em 2010 e desde de então passou a fazer oposição ao governo do ex-presidente Hugo Chávez e ao atual mandatário, Nicolás Maduro.

Manchete
0

Guerra cambial é uma das táticas para minar governo venezuelano, dizem especialistas

Com o enfraquecimento da economia, a direita visa derrubar o atual presidente. Segundo o economista e assessor da Presidência da República Luis Enrique Gavazut, esses ataques têm como arma a guerra cambial. Fania Rodrigues, no Brasil de Fato A Venezuela sofre uma grave crise econômica, que tem afetado a população e a estabilidade política do país. Esse é um elemento central no contexto pelo qual passa o país, com eleições presidenciais e para representantes das assembleias…

Conceição Evaristo, escritora Manchete
1

“Se é direito, quero concorrer”, diz Conceição Evaristo sobre Academia Brasileira de Letras

Apesar de escrever e contar histórias desde sempre, Conceição Evaristo diz que se viu escritora quando teve seu nome publicado pela primeira vez nos Cadernos Negros, do Quilombhoje, nos anos 1990. Aos 44 anos, no poema Vozes-Mulheres, ela ecoava vozes ancestrais do passado e de sua descendência sobre a vida de mulher negra no Brasil. Fernanda Canofre, no Sul21 A minha voz ainda ecoa versos perplexos com rimas de sangue e fome. Inaugurava ali o…

Manchete
6

Documento secreto dos EUA revela “Golpe de Mestre” já em curso contra Venezuela

Os Estados Unidos e seus sócios preparam, em silêncio, um brutal plano para “acabar com a ‘ditadura’ da Venezuela: o Golpe de Mestre”, que já está em marcha e cuja primeira parte começaria antes das próximas eleições venezuelanas, que serão realizadas no próximo domingo (20) e, se não tiverem êxito em derrocar o presidente Nicolás Maduro com a nova ofensiva, na qual utilizarão todo o aparato propagandístico e midiático, além de ações violentas em “defesa…

Manchete
2

A União está quebrada em todos os sentidos e, em todos, por irresponsabilidade

A União está quebrada em todos os sentidos e, em todos, por irresponsabilidade. A irresponsabilidade na administração pública levou à quebra o Tesouro Nacional, ou seja, as contas a receber e a pagar do governo. Em termos empresariais, isso significa que o Estado faliu e deve mais de R$ 4 trilhões, quase 80% do PIB.

Manchete
0

130 anos de uma abolição inacabada: Lei Áurea libertou, mas abandonou as pessoas

Conservadora e curta, com pouco mais de duas linhas, a Lei nº 3.353, a chamada Lei Áurea, decretou, no dia 13 de maio de 1888, o fim legal da escravidão no Brasil. Mas se a escravidão teve seu fim do ponto de vista formal e legal há 130 anos, a dimensão social e política está inacabada até os dias atuais. Essa é a principal crítica de estudiosos e militantes dos movimentos negros à celebração do 13 de maio como o dia do fim da escravatura.

Manchete
0

Comparato: “Temos duas Constituições e uma democracia incompleta no Brasil”

Desde 1824, pouco depois que se instaura a independência do Brasil, o país passa a ser regido por duas Constituições e isso atravessa toda a monarquia e os períodos de regime republicano, chegando aos dias de hoje. É o que acredita o jurista Fábio Konder Comparato.

Manchete
3

Projeto de região criado pela Unasul não deve ser abandonado, diz ex-presidente do bloco

A Unasul (União das Nações Sul-americanas) atravessa uma profunda crise após a Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Peru decidirem não participar mais das reuniões do organismo, o que consiste num desmonte. Este é um dos principais órgãos de integração latino-americana e, para Ernesto Samper, ex-secretário-geral do organismo, trata-se do pior momento para retroagir neste sentido. Por Augusto Taglioni, em Resumen del Sur* Em entrevista, Samper, que é ex-presidente da Colômbia e foi o último…

Manchete
0

Cena política cubana será dominada por mulheres negras pelos próximos cinco anos

O novos órgãos do Poder Popular de Cuba, nos âmbitos, municipais, estaduais e da Assembleia Nacional, além da eleição para o Conselho de Estado, confirmaram a presença majoritária das mulheres negras no domínio do poder político da ilha.

Manchete
0

Política de Temer faz trabalhador trocar direitos por emprego de baixa remuneração

O aumento de empregos com baixa remuneração aprofunda o cenário de precarização enfrentado pelo trabalhador brasileiro no governo de Michel Temer. Segundo o Cadastro de Emprego e Desemprego do Ministério do Trabalho (Caged), as vagas formais que cresceram foram aquelas com remunerações de até dois salários mínimos.

Manchete
2

Guerra comercial de Trump mira tecnologia e desenvolvimento da China, diz analista

O presidente estadunidense, Donald Trump, anunciou no início de março tarifas de 25% e 10% sobre a exportação de aço e alumínio, respectivamente, para os Estados Unidos. A tensão entre os EUA e a China eleva a ameaça de uma guerra comercial.

Manchete
3

Qual o projeto econômico do esquerdista AMLO, líder das pesquisas no México?

Em 1º de julho serão realizadas as eleições presidenciais no México. Entre os candidatos encontra-se Andrés Manuel López Obrador (AMLO), ex-chefe de governo da Cidade de México que, acompanhado pela equipe do partido Morena (Movimento de Regeneração Nacional) e pela frente “Juntos Faremos História” tem boas possibilidades de chegar à presidência, como mostram as pesquisas eleitorais.

Manchete
0

Ex-guerrilheiro e prefeito de Bogotá, Gustavo Petro quer ser presidente da Colômbia

A Colômbia é hoje, juntamente com México, um dos países latino-americanos no qual um líder progressista pode ascender ao governo em 2018, continuando os processos de mudança que se iniciaram em 1999 e que sofrem atualmente um declive político, resultante de erros próprios e da pressão de seus inimigos.

Manchete
0

Revolução dos Cravos: Defender Abril com os olhos no futuro de Portugal

Sucessivas gerações de jovens aprenderam, nos bancos das escolas, que ao libertador 25 de Abril se seguiu um período de excessos revolucionários em que a tentação de um regime totalitário de esquerda pairou sobre Portugal. O 25 de Novembro teria sido feito para afastar esse perigo e restituído a democracia portuguesa à sua pulsão original. Deste movimento, a democracia portuguesa, tal como a conhecemos, seria a mais direta herdeira, expressando os anseios da maioria do…

Manchete
1

A sorte está lançada: 9 pontos para entender as eleições na Venezuela

Em 20 de maio, data estabelecida pelo Conselho Nacional Eleitoral para realizar a eleição presidencial — e a de deputados às Assembleias Regionais e Câmaras Municipais — está perto. A sensação que existe na Venezuela é de que praticamente a sorte está lançada, a menos que surja algo imponderável

Manchete
1

Nicarágua: protestos violentos seguem lógica de desestabilização de governos na A. Latina

Já se vão cinco dias de intensas batalhas nas ruas de várias cidades da Nicarágua por conta de um projeto do governo que propõe uma reforma na Previdência que, apesar de ter sido discutida com os sindicatos, propõe ao empresariado a parte mais gorda do sacrifício. O governo se diz aberto ao diálogo para realização de mudanças, mas os protestos seguem em todo o país.

Manchete
0

Jornalista lança livro-denúncia da situação de camponeses perseguidos no Paraguai

O jornalista Leonardo Wexell Severo, colaborador da Revista Diálogos do Sul e redator-especial do Hora do Povo, lança na sexta-feira (27), na livraria Martins Fontes da Avenida Paulista, o seu mais recente livro: “Curuguaty – O combate paraguaio por Terra, Justiça e Liberdade” (Editora Papiro, 100 páginas, R$ 20). Valdo Majors* Nesta entrevista, o autor faz uma análise da campanha internacional pela libertação dos camponeses de Curuguaty, condenados a até 35 anos de prisão por…

Manchete
1

Apoiador das artes e da comunicação: conheça Miguel Díaz-Canel, novo presidente cubano

Em seu primeiro discurso, Miguel Díaz-Canel, o novo presidente de Cuba, disse que assume com “determinação o legado da geração histórica, que conquistou a Revolução Cubana” e compromete-se em seguir aprofundando o modelo socialista cubano.

Manchete
0

Assassinato de Marielle revela fracasso de políticas de segurança, diz pesquisadora

“Nenhuma pessoa que vive em favela desconhece o fenômeno da violência de maneira acrítica. O que ocorre é que as pessoas precisam lidar com uma série de forças que estão presentes nos seus espaços de vida, e isso tem impactos sobre o alcance da sua crítica”. A observação é de Rachel Barros, doutora em Sociologia Rachel Barros, que há mais de dez anos tem contato com as comunidades que vivem nas periferias do Rio de Janeiro, especialmente com os moradores do complexo de favelas de Manguinhos.

Manchete
2

Deputado Aldo Demarchi (DEM) quer impor “Escola Sem Partido” a toda educação de SP

Precursor e quiçá inspirador do movimento ideológico denominado “Escola Sem Partido”, o Projeto de Lei 655 de autoria do Deputado Estadual Aldo Demarchi tramita na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo desde 2015 e visa proibir “a prática do proselitismo político no Sistema Educacional do Estado de São Paulo”.

Manchete
0

Disputa territorial: entenda o que os guatemaltecos decidiram nas urnas domingo

No referendo realizado pelo governo da Guatemala neste domingo (15), 95,9% dos guatemaltecos decidiram levar a disputa territorial com Belize à Corte Internacional de Justiça (CIJ). A consulta ao órgão internacional só acontecerá após os cidadãos belizenhos realizarem votação semelhante.

Manchete
3

Os EUA já não são mais aquele… Até quando apoiaremos a maior força bélica da história?

costaOs Estados Unidos mantêm a maior força bélica jamais vista na história da humanidade. Forças terrestres, aéreas, navais, porta-aviões, bases militares, mísseis, foguetes, energia atômica e nuclear espalhadas pelo mundo. Para que serve tudo isso? A melhor pergunta é: quanto custa e como sustentar tudo isso? Paulo Cannabrava Filho* Eles são hoje o país capitalista que abriga o maior número de pobres, que tem o maior déficit orçamentário e a maior dívida externa. Você verá…

Manchete
1

Estaremos diante de novas ditaduras na América Latina?

As atuais ditaduras da América Latina têm todas as características para apresentar uma imagem civil com aparência de respeito pelos preceitos constitucionais, mantendo um calendário eleitoral com pluralidade de partidos e os demais traços de um regime democrático de acordo com as regras ocidentais.

Manchete
3

EUA e Rússia: estivemos à beira de uma guerra mundial e não sabíamos

Em março já se podia perceber que os EUA sentiram o duro golpe dado por Vladimir Putin, quando este apresentou novas e indetectáveis armas nucleares russas. Foi quando incitou o Ocidente a escutar a Rússia. E isso em meio a reuniões de cúpula e encontros em que foram tomadas importantes decisões políticas e militares, uma conspiração a mais com a Grã-Bretanha, tendo como centro de gravidade o caso do espião Skripal.

Manchete
4

Na América Latina, floresce uma primavera de milhões de Lulas 

Lula se encontra nos braços queimados dos que cortam cana de sol a sol, no lombo partido dos que carregam sacos nos mercados, nas mãos gretadas dos pedreiros, nas palavras dos diaristas. Nas mãos criadoras dos artistas de rua.

Manchete
1

Stella Calloni: O assassinato da Justiça no Brasil. Um golpe no golpe?

Pode um Tribunal Superior Federal (STF) num país como o Brasil funcionar e julgar como se nada tivesse acontecido, depois de que pelo menos três generais, um deles o atual chefe do Exército, advertissem publicamente que se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não fosse preso, se veriam “obrigados” a dar um golpe militar?

Manchete
3

Paulo Cannabrava Filho: Lula preso. E agora???

E agora? É o que todos perguntamos… Reagirá esse povo?
Vi esse povo chorar pelo Chico Viola (em 1952), vi esse povo chorar por Getúlio Vargas (em 1954) e não demorou muito para eu ver esse povo chorar por Tancredo Neves (1985). Agora, de novo, vejo esse povo chorar por Lula (e Lula não está morto) Será essa a sina de nosso povo: chorar por seus ídolos mortos, por presidentes mortos ou depostos?

Manchete
0

A guerra comercial de Trump: a Volta do Cipó de Aroeira

A China hoje não é só a fábrica do mundo. É também o país mais rico do planeta. Esse país de cultura milenar, há séculos cultiva o hábito da poupança. Eles não precisaram de dinheiro externo para se desenvolver. Tem resistido até hoje às investidas do capital financeiro para entrar na economia. Sabem que isso seria danoso, pois tiveram a experiência da ocupação britânica, depois a japonesa. Estão vacinados.

Manchete
1

Decisão do STF desta quinta não impede candidatura de Lula, mesmo na cadeia

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou, nesta quarta-feira (04), o pedido de Habeas Corpus (HC) preventivo feito pela defesa do ex-presidente Lula. Com a medida, ele poderá ser preso a partir do pedido de execução provisória da pena que será definida pelo TRF4 e pelo juiz Sérgio Moro.

Manchete
0

Chefe do Estado-maior de Israel diz que guerra contra Hezbollah, no Líbano, é inevitável

Tel Aviv considera a presença do Hezbollah na Síria como uma grande ameaça para Israel e está ameaçando permanentemente o Líbano com novas agressões. Não obstante, o vice-secretário geral do Hezbollah, Sheij Naim Qassem, assegurou que esse país não espera uma guerra agora, por parte de Israel, mas está pronto para enfrentar qualquer agressão ou atos de terrorismo desse regime.

Manchete
1

O golpe no Brasil como elemento da Guerra Híbrida

Estava, desde o início, nos manuais de “conflitos irregulares” dos EUA. Foi por petróleo, é claro! Mas também por água, estatais rentáveis e estratégicas, a riqueza da Amazônia, a aproximação com Rússia e China

Manchete
6

Israel ataca marcha pacífica palestina, mata ao menos 12 e fere mais de mil em Gaza

A Marcha pelo Direito de Retorno dos palestinos expulsos de suas terras e casas por Israel desde a Nakba (catástrofe em árabe), em 1948, foi duramente reprimida nesta sexta-feira (30) pelas forças de segurança israelenses e por grupos de franco atiradores sionistas.

Manchete
0

“Não há guerra entre cartéis, é o Exército que está matando no México”, denuncia jornalista

Conversa com Federico Mastrogiovanni, jornalista italiano radicado no México. Leiam com atenção, pois o México de hoje nos mostra o que será o Brasil amanhã, a continuar a militarização, a entrega das riquezas naturais, destruição do sistema público de educação, a violência resultante de tudo isso. É a militarização que causa a violência, não o contrário como diz a mídia, diagnostica o sociólogo e jornalista ítalo-mexicano e arremata: o jornalismo tem que ser crítico!

Manchete
2

Mães encarceradas: relatos de violações e dificuldades vividas por essas mulheres

“Fui presa no sábado, grávida ainda. Quando cheguei na delegacia, já estava com dor. Dormi lá no chão. Com o nervosismo por estar naquele lugar, no fedor, com bichos, só piorou. Acabei entrando em trabalho de parto com ele. Pediram para eu ter calma, não ter filho naquela hora”. Por Julia Dolce, texto e fotos, no Brasil de Fato Essa é a história de Jéssica Monteiro, de 24 anos. Acusada de tráfico de drogas, após…

Manchete
1

Peru: Queda de PPK é outro episódio da busca dos Fujimori pelo poder

Bem que se poderia dizer que a queda de Pedro Pablo Kuczynski (PPK, como é conhecido) foi determinada no dia 24 de dezembro de 2017, quando o país se surpreendeu com o inusitado indulto concedido a Alberto Fujimori, o mais importante réu da máfia mantido preso na última década do século passado

Manchete
0

“O que está por fazer é o que nos move”: os desafios das mulheres no mercado de trabalho

Estranhamente, temos o costume de pensar que mulheres que trabalham nas comunicações e nas artes sofrem menos do que aquelas que se arriscam nas ciências exatas e naturais. Hierarquizar o grau de preconceito que cada área enfrenta não é uma saída viável para combater este pensamento.

Manchete
0

União Africana define como prioridade a busca por um desenvolvimento sustentável

Definido como o ano do combate à corrupção e de reformas institucionais, 2018 já está a pleno vapor para a União Africana (UA), sobretudo após o encerramento da 30a cúpula de chefes de Estado e de Governo, realizada no final de fevereiro, na Etiópia. Por Richard Ruiz Julién* O presidente de Ruanda, Paul Kagame (Frente Patriótica de Ruanda), será o presidente do bloco pan-africano no próximo período, mas necessitará do apoio decidido dos demais líderes…

Manchete
2

Luis Nassif desvenda a Guerra psicológica contra o Brasil

Foto: Mídia Ninja O jornalista Luis Nassif analisa, em artigo, a sucessão de fatos que vem ocorrendo, principalmente na área política, dada a proximidade de eleições gerais, e conclui que são ações de uma guerra de quarta-geração. São fatos que vimos denunciando, aqui na revista Diálogos do Sul, desde a posse de Lula em seu primeiro mandato. Estamos sendo vítimas de uma guerra cuja finalidade é de recolonização do país. Sentaram no trono e nada…

Manchete
1

“Marielle foi a primeira execução política da intervenção militar”, diz Tortura Nunca Mais

a brutal execução da vereadora de apenas 38 anos não entrará só para as estatísticas da violência. Ela havia ousado chegar ao Parlamento municipal carioca, com mais de 40 mil votos, sendo a quinta mais votada nas últimas eleições. O crime teve forte repercussão na mídia nacional e internacional, além de grandes mobilizações pelo país.

Manchete
1

Cúpula das Américas: os 12 servos do Grupo de Lima contra a Venezuela e a favor do capital

Serão 33 os chefes de Estado e de Governo que se reunirão em Lima em abril para a 8ª Cúpula das Américas. Entre eles, 12 constituem o que já estão chamando de Grupo de Lima, formado por iniciava do presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski (PPK), com já explicitado objetivo: apoiar a ofensiva ianque contra a Venezuela Bolivariana.

Manchete
1

Eleições na Colômbia: Vitória de Álvaro Uribe coloca em xeque pacificação do país

Ainda é cedo para analisar em profundidade o que significa o resultado eleitoral da primeira disputa depois da guerra de meio século na Colômbia. Porém, uma coisa é certa: a extrema-direita mostrou poder de fogo. A vitória esmagadora de Álvaro Uribe deixa claro que a paz estável e duradoura ainda tem um longo caminho para ser conquistada. Por Mariana Serafini, no Portal Vermelho As eleições parlamentares realizadas no último domingo (11) são um marco na…

Manchete
2

Após defender fim de universidades públicas, Banco Mundial quer reduzir salário no Brasil

Depois de ter sugerido o fim do ensino superior gratuito, o Banco Mundial agora defende a redução dos salários no Brasil e a abertura ainda maior da economia do país para o capital e o comércio internacionais. De acordo com a entidade, o salário mínimo brasileiro é “alto” e incentiva a informalidade.

Manchete
0

Eleições: cubanos falam sobre renovação do Parlamento e definição de novo presidente

Escolhemos os dirigentes que terão a tarefa de melhorar todas as coisas boas que temos em Cuba, como o estudo gratuito, saúde pública, proteção social para os aposentados e muitas outras coisas”, diz a dona de casa Mercedes Cabrera Rodriguez.

Manchete
0

Cubanos vão às urnas e, pela primeira vez, país não terá heróis da guerrilha no poder

Apesar das reservas, dúvidas e cautelas mostradas por alguns analistas e diversos meios de comunicação, Raúl Castro não continuará sendo o presidente de Cuba após as eleições gerais que se celebrarão no país no próximo domingo (11). Isto não só confirma o que o próprio mandatário já tinha anunciado em múltiplas ocasiões[i], mas também ratifica o que foi acordado em 2011 durante o VI Congresso do Partido Comunista de Cuba (PCC) sobre a limitação dos principais…

Manchete
2

Do México ao Brasil, ofensiva neoliberal faz América Latina retroceder cem anos

As ingerências existirão sempre, e não serão apenas dos EUA e seus embaixadores, nem dos infiltrados de outros países; aqui a responsabilidade absoluta é dos traidores que vendem seu povo à melhor oferta. E é aos traidores que se deve julgar; e que apodreçam nas masmorras e sejam arrancados da memória coletiva.

Manchete
0

No Paraguai, camponeses fazem da ocupação de terras uma estratégia de sobrevivência

Quando era rapaz, Mariano Castro ajudou a fundar a comunidade paraguaia de Yby Pytã. Hoje, ele tem uma casa de cinco cômodos e uma fazenda com galinheiros, chiqueiros, nove vacas e um celeiro com seis toneladas de milho, que ele colheu à mão. Conta com muitas árvores frutíferas, fogão à lenha e uma nova safra de abóboras gigantes. Tem 55 anos, seu olhar é calmo e vulnerável, e o sorriso tímido. Com a esposa, Élida…

Manchete
1

21 fatos que provam a ocupação colonial das escolas brasileiras

Em complementação dos artigos anteriores sobre a recolonização do Brasil através dos grandes monopólios transnacionais, com a transformação da educação em mercadoria, aqui apontamos alguns exemplos de como se dá a ocupação das escolas pelos grandes monopólios e pelo capital estrangeiro

Manchete
2

No Brasil, educação virou balcão de negócios com orientação do Banco Mundial e do BID

Educação deixou de ser direito humano e obrigação do Estado para ser negócio com objetivo de lucro. Esse novo mercado de educação básica, segundo o estudo da revista Época Negócios, “movimenta cerca de R$ 67 bilhões por ano, valor que ultrapassa a renda líquida do ensino superior, de R$ 55 bilhões.

Manchete
0

Na Colômbia, FARC disputa eleição em cenário de ameaça ao fim do conflito no país

No início de janeiro, foi anunciada a candidatura oficial à presidência de Rodrigo Londoño – Timochenko – do partido FARC (Fuerza Alternativa Revolucionária del Común), ensaiando os primeiros passos da antiga guerrilha na vida política institucional do país, após o Acordo de Paz assinado em 2016. Mas depois da passagem do candidato por duas cidades (Armênia e Cali), o partido decidiu suspender parte da ação de campanha eleitoral “até que existam as garantias necessárias”. Por Mariana…

Manchete
0

Criptomoeda Petro: a aposta venezuelana para sair da crise é a nova contradição do capitalismo?

O Secretário de Estado Norte-Americano, Rex Tillerson — também conhecido como “T Rex” — o mesmo que celebrou as evidências que apontavam para um recente aumento na miséria extrema da Coreia do Norte como um sinal de que as sanções impostas pelos Estados Unidos estariam funcionando[1], deu ainda outra típica declaração de paz, desta vez sobre a Venezuela, na qual afirmava que uma intervenção direta dos Estados Unidos no país não se fazia necessária uma…

Manchete
11

Brasil supera imperialismo dos EUA e volta a ser colônia – dos EUA

Já não se trata mais de ser contra o imperialismo ianque. Já foi ultrapassada essa fase. Agora, se trata de lutar contra uma ocupação colonial. Se trata, portanto, de desencadear uma luta de Libertação Nacional para conquistar uma verdadeira independência. Paulo Cannabrava Filho* Como ocorreu e, como ocorre, essa ocupação? É mesmo uma colonização? Foi um processo longo e paciente. Começou em 1964 com a captura do Estado pelo capital transnacional, seguido a partir dos…

Manchete
0

Claudia Andujar, fotógrafa que dedicou 40 anos da vida à causa indígena, alerta: “só vai piorar”

Claudia Andujar denuncia ameaças de garimpeiros à Terra Indígena dos Yanomamis e ressalta importância da pressão popular Por Júlia Dolce, no Brasil de Fato Aos 86 anos, a fotógrafa e ativista Claudia Andujar continua engajada na luta pelos direitos das populações indígenas no Brasil. Com movimentos já debilitados e fala lenta que ainda guarda resquícios do sotaque suíço — nascida na então Transilvânia, Claudia naturalizou-se brasileira em 1955 — ela relembrou, em entrevista, os mais de…

Manchete
0

Será o fim das eleições na América Latina?

A disputa na América Latina já não é principalmente eleitoral. A restauração conservadora tem outros mecanismos. E não necessariamente são as urnas. A via escolhida [pela direita] quase sempre é outra. Cada caso é diferente: tudo depende do país em questão. Utilizam uma ou outra ferramenta em função do cenário e da disponibilidade. Por Alfredo Serrano Mancilla*, no Portal Vermelho Cada contexto condiciona o método de intervenção para deter/eliminar o bloco progressista. Se ainda têm…

Manchete
1

Intervenção militar no Rio de Janeiro escancara o avanço do fascismo no Brasil

A intervenção federal militar na segurança do Rio de Janeiro e sua possível extensão a outros Estados marca uma nova etapa da escalada repressiva que avança no Brasil desde o golpe de 2016, configurando tecnicamente um Estado de Exceção. Por Carlos Eduardo Martins, no Blog da Boitempo Constitucionalmente, são três os níveis de Estado de Exceção: Intervenção Federal, Estado de Defesa e Estado de Sítio. Cumprimos com esta iniciativa o primeiro nível do Estado de…