Movimentos Sociais

Movimentos Sociais
0

Quarta, 30 de maio, é dia nacional de luta

As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo lançaram uma nota chamando para atos nesta quarta-feira (30) contra a política de preços da Petrobras, pela demissão do presidente da estatal, Pedro Parente, em defesa da queda do preço dos combustíveis; pela saída do governo ilegítimo de Michel Temer da presidência e a convocação de eleições limpas. Leia a íntegra: Pela redução do preço do gás e do combustível, Frentes convocam dia nacional de luta. O…

Movimentos Sociais
0

Todos querem morar bem: da tragédia em São Paulo à especulação imobiliária

Ninguém quer morar nas encostas de morros, à beira de esgotos, no meio dos ratos e baratas, rodeados de mal cheiro por todos os lados. As pessoas só habitam esses lugares por falta de alternativa. Roberto Malvezzi (Gogó), no Pravda Ninguém quer morar em espeluncas, em prédios deteriorados, sujeitos a incêndios e desabamentos a todo o instante. Mas, morar bem precisa de dinheiro. Os muito ricos fazem suas mansões e escolhem o lugar, muitas vezes…

Movimentos Sociais
0

“Intolerância religiosa é perversa, é o povo preto atacando a si mesmo”, diz socióloga

“A população das igrejas evangélicas (e grande parte dos católicos, também) é de pessoas pretas, pobres e periféricas. Assim, o que vemos é muito perverso, pois se trata do povo preto atacando o próprio povo preto”. O questionamento é feito pela socióloga Simony dos Anjos em entrevista.

Movimentos Sociais
0

O crime do padre Amaro: Defender a vida e o direito à terra para os camponeses

Já se vão trinta dias de mais uma prisão injusta no Brasil. Seria apenas uma estatística, afinal, isso é mais regra que exceção. Mas, para os lutadores sociais do Pará e de toda a região Norte, o preso em questão não é só um número. Ele tem nome, sobrenome e trabalho junto aos empobrecidos. É o padre Amaro, cujo pecado cometido não tem nada a ver com o do romance do Eça de Queirós.

Movimentos Sociais
0

A origem e o significado do 1º de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores

A origem do 1º de Maio está vinculada à luta pela redução da jornada de trabalho, bandeira que mantém sua atualidade estratégica. Em meados do século XIX, a jornada média nos EUA era de 15 horas diárias. Contra este abuso, a classe operária, que se robustecia com o acelerado avanço do capitalismo no país, passou a liderar vários protestos.

Movimentos Sociais
2

João Pedro Stédile: “Governo Temer já acabou. Só não caiu porque burguesia não tem sucessor”

João Pedro Stédile não é apenas uma referência fundamental do Movimento dos Sem Terra (MST), mas também integra a Frente Brasil Popular, que nesses dias se converteu no pesadelo de Temer. Por Geraldina Colotti*, no resumem Latino-Americano. Nesta entrevista, Stédile aborda a atual situação brasileira e as prováveis saídas da crise, incluindo a queda de Temer e a convocatória de eleições diretas já. Você acha que Temer pode cair? Qual seria a maneira de fazer…

Movimentos Sociais
0

Quem organizou e a quem interessa a greve nos transportes?

Paulo Cannabrava filho* Nas manchetes de hoje (29/5) os jornais assinalam que 2.5 milhões de pessoas ficaram sem ônibus em quatro capitais estaduais. Há pouco mais de uma semana, terça-feira 20 de maio, mais de dois milhões de pessoas ficaram sem transporte coletivo apenas na cidade de São Paulo. Numa reflexão, bastante racional, sobre essa paralização dos transportes públicos, Oliveiros S. Ferreira, na página editorial do diário O Estado de São Paulo de 28 de…