Ditadura Nunca Mais

Memorial da Resistência lança livro escrito por presos políticos

No dia 08 de abril, o Memorial da Resistência, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, realizará mais uma edição do Sábado Resistente, projeto realizado em parceria com o Núcleo de Preservação da Memória Política. O evento acontece às 14h00, com o lançamento do livro “A repressão militar-policial no Brasil – O livro chamado João”, concebido e escrito por diversos presos políticos quando ainda encarcerados. Durante quatro décadas, João – apelido dado ao…

O 1º de Abril de 1964 e eu

Não te rendas jamais, nunca te entregues, foge das redes, expande teu destino. Eduardo Alves da Costa, poeta rebelde brasileiro Paulo Cannabrava Filho* Num dia 1 de abril, como hoje, há cinquenta e três anos, cheguei para trabalhar, na Última Hora de São Paulo, o jornal estava cercado por tropas. Tropas do II Exército, comandadas pelo general Kruel, compadre do presidente João Goulart que estava sendo deposto. Este jornal nunca mais voltou a…

No 1o de abril o Cordão da Mentira volta as ruas

Para denunciar o “País das Mentiras”, o Cordão da Mentira voltará as ruas no próximo dia primeiro de abril. O Cordão da Mentira é um bloco carnavalesco de intervenção estética que, de modo bem humorado e radical, versa e canta sobre temas cruciais para uma real transformação da sociedade brasileira. Formado por sambistas, grupos de teatro, coletivos culturais e artísticos, militantes e movimentos sociais, o Cordão desfilou pela primeira vez…

O papel da mídia no Golpe de 64

Cinemateca Diálogos do Sul* O Observatório da Imprensa especial Chumbo Quente sobre os 50 anos do Golpe Militar revela o papel de um dos protagonistas da queda do ex-presidente João Goulart: a mídia. O especial mostra como a mídia passou de parceira nos primeiros meses do mandato de Jango à mais feroz combatente do presidente. Os jornais dos anos 1960 inflamavam a opinião pública. E levavam para as ruas a…

Operação Condor: Sentença de Tribunal italiano é decepcionante

0

“Deixar que a dor flua… são milhares de projetos de vida arrebatados, destruídos… vítimas, familiares, organizações e também autoridades anunciaram que apelarão de uma sentença plena de contradições” (Martín Almada). Segue a crônica da jornalista Nadia Angelucci, italiana especialista em América Latina: Nadia Angelucci* Uma raiva contida, uma indignação feroz, uma incredulidade dolorida, o silêncio acompanhou a leitura da sentença dada pela presidenta da Terceira Corte de Asís de Roma, Evelina…

40 anos da Chacina da Lapa

Em 16 de dezembro de 2016, completou-se 40 anos da Chacina da Lapa, quando uma parte da direção do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) foi dizimada pela repressão da ditadura militar e outra se viu obrigada a exilar-se. Morreram, no episódio, os dirigentes Pedro Pomar, Ângelo Arroyo e João Batista Drumond. A intenção era liquidar a organização dos comunistas brasileiros, que enfrentou o regime discricionário de 1964 com determinação, inclusive pelas…

Em memória de Letelier

Como os EUA ajudaram a matar rival de Pinochet Quarenta anos atrás uma bomba explodiu no centro de Washington, o alvo do ataque era Orlando Letelier, diplomata chileno e ministro da Administração do ex-presidente Salvador Allende. O atentado foi sancionado pelo general Augusto Pinochet, que posteriormente chegou ao poder em um golpe de estado organizado pela CIA. Victor Figueroa Clark, historiador chileno e autor do livro “Salvador Allende: Revolucionário Democrata”,…

Sábado Resistente exibe curta-metragens “Tortura tem cor” e “Eu vi”

Programação faz parte do Sábado Resistente que acontece no dia 24 de setembro, às 14h00, com entrada gratuita e terá participação de Adriano Diogo, Emílio Ivo Ulrich e do diretor Pedro Biava. No dia 24 de setembro, o Memorial da Resistência, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, realizará mais uma edição do Sábado Resistente, projeto realizado em parceria com o Núcleo de Preservação da Memória Política.…

Martin Almada: Cela 12. Controle!!!!!

0

Testemunho carcerário de Martin Almada Cela 12. Controle!!!!! É o grito com que me despertaram no Campo de Concentração de Emboscada, a 45 Km de Assunção em uma madrugada de 1977, durante o governo de “Paz e progresso sem comunismo” de Alfredo Stroessner. Eram cinco da manhã e fazia frio dentro dessa montanha de pedra onde foi construído um quartel tipo feudal. Um bruto sargento nos ordenou que ficássemos de…

“Esqueço não”, Janaína de Almeida Teles

0

Janaína de Almeida Teles, nascida em 1967, tem pedigree político. É filha de Amelinha e César Teles – dois ativistas pelos direitos humanos de longa viagem. Sobrinha da Criméia de Almeida, sobrevivente da Guerrilha do Araguaia. Irmã de Edson Teles, estudioso do período militar. Prima de João Carlos Grabois, o Joca, nascido na prisão. Historiadora e pesquisadora com livros publicados, Janaína dedica-se a procurar restos mortais dos desaparecidos políticos e…

1970, a guerra no Vale do Ribeira

0

NOVO LIVRO ESCLARECE EPISÓDIOS POLÊMICOS DA CAÇADA AOS GUERRILHEIROS DO LAMARCA EM JACUPIRANGA NO VALE DO RIBEIRA No pior momento da ditadura de 1965/85, quando os militares levaram o terrorismo de estado às últimas consequências, a esquerda brasileira respondeu com as três principais modalidades de luta armada que estavam sendo praticadas em situações semelhantes no mundo inteiro: – a guerrilha urbana, com as expropriações de bancos, a tomada de emissora e colocação…

“Trago Comigo” será exibido no auditório Vladimir Herzog

O premiado filme “Trago Comigo” da cineasta Tata Amaral será exibido na noite próxima quarta-feira (06/07) no auditório Vladimir Herzog, no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo. O evento conta com a parceria da CUT/SP e a entrada é gratuita. Na próxima quarta-feira (06/07), o auditório Vladimir Herzog do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) promove uma sessão gratuita do filme “Trago Comigo”, da cineasta Tata Amaral, seguida de…

Roberto Marinho nos bastidores da ditadura

Helena Sthephanowitz* No dia 14 de agosto do 1965, ano seguinte ao golpe, o então embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Lincoln Gordon, enviou a seus superiores um telegrama então classificado como altamente confidencial – agora já aberto a consulta pública. A correspondência narra encontro mantido na embaixada entre Gordon e Roberto Marinho, o então dono das Organizações Globo. A conversa era sobre a sucessão golpista. Embaixador Gordon descreve em…

1964 ainda não acabou

1

Eliete Ferrer* O Terror de Estado implantado pela ditadura em 1964 perseguiu, sequestrou, estuprou, torturou, assassinou e ainda criou a figura do desaparecido político. Enquanto os covardes torturadores da época da ditadura não forem exemplarmente punidos e a doutrina de Segurança Nacional prevalecer, a truculência e a tortura continuarão no dia-a-dia do ‘trabalho’ da polícia! Temos que trabalhar muito para que os covardes torturadores sejam julgados e punidos!

“FIESP continua com a cabeça em 1964″

Para filho de Jango, FIESP ‘continua com a cabeça em 1964′. João Vicente Goulart diz que, hoje, as Forças Armadas estão alinhadas com a legalidade, enquanto entidade paulista e mídia tradicional não evoluíram. E identifica interesses “entreguistas” no pré-sal. “Vejo com tristeza que a FIESP continua com a cabeça em 1964, quando conspirou contra a legalidade e financiou ações golpistas“, diz João Vicente Goulart, filho do ex-presidente João Goulart, em entrevista…

Jornalistas em defesa da democracia

Em defesa da democracia, do Estado de Direito e da liberdade de imprensa A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) vem a público para defender a democracia, as garantias individuais previstas no Estado de Direito e a liberdade de imprensa e de expressão. A FENAJ dirige-se à sociedade, e em especial à categoria dos jornalistas, para condenar a espetacularização mediática, que desinforma em vez de informar, macula o compromisso ético da…

Vânia Bambirra

Nossa querida companheira Vânia Bambirra fez a grande viagem de já se encontra nos Verdes e Floridos Campos de Valhalla onde confraterniza com outros guerreiros seus pares. Faleceu na última quarta-feira (9) a cientista política Vânia Bambirra. Ela foi um dos mais importantes nomes da Teoria Marxista da Dependência e, apesar de ser mineira de nascimento, foi exilada durante a Ditadura Militar “Eu queria entender o mundo, e era o…

Daniela Arbex: “A gente não publica denúncia, a gente apura a denúncia”

O programa Espaço Público conversa com a jornalista e escritora, Daniela Arbex. Ela fala sobre o seu mais recente livro: “Cova 312”- sobre a longa jornada de uma repórter para descobrir a história real do guerrilheiro Milton Soares de Castro, derrubar uma farsa e mudar um capítulo da história do Brasil. No livro, a jornalista revela como as Forças Armadas mataram pela tortura um jovem militante político, forjaram seu suicídio e sumiram…

Brasil: Relatório sobre a tortura

João Baptista Pimentel Neto* Sempre a serviço da direita mais retrógrada e reacionária, a esmagadora maioria dos grande oligopólios midiáticos brasileiros, insiste em rotular os trabalhos desenvolvidos pela Comissão Nacional da Verdade – e Comissões congeneres hoje espalhadas por todo o país, como uma espécia de desforra ou busca a “vingança” dos “esquerdistas de plantão” contra os militares e civis “revolucionários” que movidos por puro patriotismo “salvaram” o país de uma…

Apague o ditador da sua escola

Pela modificação dos nomes das escolas públicas que homenageiam ditadores militares. Reivindicamos que sejam proibidas homenagens à ditadores da história recente do Brasil em escolas públicas, sejam elas federais, estaduais ou municipais. A identificação de escolas com ditadores ou agentes da repressão representa uma atitude que vai contra o espírito democrático e contra a memória de todos aqueles que lutaram contra a Ditadura Civil-Militar. Consideramos vergonhoso que ao completarmos 50…

A ordem era bombardear a Praça Cívica

Maria José Silveira* O coronel Paulo Rubens Pereira Diniz, 81 anos, ex-engenheiro, em seu depoimento para a Comissão da Verdade, no dia 30 de setembro deste ano, afirma que, em novembro de 1964, militares receberam ordem para atirar morteiros contra a população que protestava contra a deposição do governador Mauro Borges, em Goiânia. A ordem foi suspensa 15 minutos antes em virtude da renúncia do governador: “Se o governador Mauro…

Livro traz depoimentos de perseguidos pelo Governo Paulista

Foi lançado em São Paulo, um livro que conta a história de perseguidos pelo governo paulista durante a ditadura militar (1964-1985). Ex-Presos Políticos: Memórias e Conquistas, de autoria do jornalista Claudio Blanc, reúne depoimentos de militantes que resistiram à repressão. A obra foi produzida a partir de documentos e relatos arquivados na Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania, que serviam de base para os pedidos de reparação…

Os generais em seus labirintos

Felipe Lindoso* “Parece que el demónio dirige las cosas de mi vida” Carta de Bolívar a Santander, epígrafe do romance “El General en su laberinto”, de Gabriel García Márquez. No romance de García Márquez, um Bolívar à beira da morte rumina o que fez e deixou de fazer, afogado entre suas ilusões e seus arrependimentos, orgulho agrilhoado por ter sido forçado a renunciar à presidência da Gran Colombia, e testemunhando…

1964 + 50

0

Fernanda Pompeu* Histórias de pessoas de carne e osso – e também de personagens de papel – que, a partir de 1964, viveram na roda viva da ditadura militar. Episódios quinzenais toda quinta-feira. Quando vi meu pai morto, faz um ano, pensei para me consolar: ele teve uma vida imensa. Conheceu o fracasso, mas também o sucesso. Tentou, errou, tentou novamente. Foi homem capaz de uma consistente história de amor…

Los 119 no Memorial da Resistência de São Paulo

O Memorial da Resistência de São Paulo, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, apresenta de 18 de outubro de 2014 a 15 de março de 2015 sua nova exposição temporária: “119”. A mostra apresenta o trabalho do artista chileno Cristian Kirby (1970, Chile), composto de 120 intervenções realizadas a partir de fotografias de desaparecidos políticos durante a ditadura chilena. Organizada pelo Memorial da Resistência, “119” apresenta o caso da…

Comissão da Verdade: por que calam os militares?

Hipótese perturbadora: e se as Forças Armadas — onde já quase não há envolvidos com a ditadura — tiverem assumido o regime de exceção como parte de seu papel institucional? Keytyane Medeiros* Em vias de concluir o relatório final de atividades, com entrega prevista para 16 de dezembro de 2014, a Comissão Nacional da Verdade (CNV) ainda encontra dificuldades para apurar documentos sobre o regime militar. A colaboração das Forças Armadas tem…

A Operação Condor na fotografia de João Pina no Sábado Resistente

Este Sábado Resistente vai apresentar o trabalho do fotógrafo português João Pina, que está em cartaz na cidade de São Paulo com a exposição “Operação Condor” (23 de setembro a 7 de dezembro de 2014), no Paço das Artes (Avenida da Universidade, 1, Cidade Universitária, São Paulo/SP; (11) 3814-4832). De 2005 a 2014, Pina viajou pela América do Sul para fotografar e gravar testemunhos de pessoas atingidas pela Operação Condor…

Anistiados pedem que seja punido o comandante do Exército

Associações de anistiados políticos, civis e militares, condenam atitude do comandante do Exército de negar acesso aos quartéis a membros da Comissão Nacional da Verdade. Argumentando que o ato fere a Constituição e as Leis os signatários cobram do Ministro da Defesa “que assuma atitude firme fazendo valer sua autoridade a seus subordinados, antes que atos de insubordinação como este se generalizem”. Milhares de militares, de todas as hierarquias e…

Sábados Resistentes: A luta de uma família que resistiu à ditadura

Exibição do documentário “Repare bem”, de Maria de Medeiros, e debate com a jornalista Vanessa Gonçalves, autora da biografia do guerrilheiro Eduardo Leite, assassinado pela ditadura sob tortura. Este Sábado Resistente promoverá um debate sobre o documentário “Repare bem”, dirigido por Maria de Medeiros, e o livro-reportagem “Eduardo Leite BACURI”, de Vanessa Gonçalves. A luta por memória caminha junto às reivindicações por verdade, muitas vezes resultado de múltiplas narrativas. Cruza cinema e…

Comissão da Verdade convocará a Globo?

Altamiro Borges* A Comissão Nacional da Verdade finalmente decidiu convocar para prestar esclarecimentos os executivos das empresas que cooperaram com a ditadura militar. Segundo matéria da Folha desta terça-feira (9), “um dos focos de investigação do grupo, a colaboração de companhias nacionais e estrangeiras com a repressão, será tema de audiência… ‘Ainda vamos estudar as várias formas de responsabilização dessas empresas, mas há tratados e entendimentos internacionais que dizem que,…

A Lei da Anistia, a intensa história e a curta memória dos brasileiros

Dino Magnoni* Até agora, a vida me ensinou que os mais novos vão repetir de modo pior, os hábitos dos mais velhos e a cultura autoritária e alienada que eles receberam durante a criação. No dia 28 de agosto de 1979, o general João Baptista Figueiredo, o último “presidente” da ditadura militar divulgou no Diário Oficial da União, a Lei nº 6.683, que trata de anistia. Já em seu Artigo 1º,…

A mulher dele

Maria José Silveira* Desde que praticamente ele a comprou do pai, e a levou pra casa pra ser babá do filho, ela sabia que seu destino seria dele. Tipo uma coisa; uma propriedade. Não foi nenhuma surpresa quando ele a procurou no quartinho dos fundos. A surpresa foi quando, alguns anos depois, a esposa foi embora, e ele disse, Vou me casar com você, e casou. No dia do casamento,…

Macalé e o Banquete dos Mendigos

poetas, músicos, cantores gente de todas as cores façam este favor prá mim quem souber cantar que cante quem souber tocar que toque flauta, trombone ou clarim quem puder gritar que grite quem tocar apito apite faça esse mundo acordar (Lupicínio Rodrigues, Um Favor). Marv@da C@rne* Organizado por Jards Macalé no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro em 10 de dezembro de 1973, o show Banquete dos Mendigos marcou,…

Procuradoria denuncia cinco militares por morte de Rubens Paiva

O Ministério Público Federal denunciou nesta segunda cinco militares acusados de participar da morte e da ocultação do cadáver do deputado Rubens Paiva, em 1971. O parlamentar foi morto sob tortura e é um dos mais conhecidos desaparecidos políticos da ditadura brasileira (1964-1985). O general reformado José Antonio Nogueira Belham, que comandava o DOI-Codi no Rio, e o coronel Rubem Paim Sampaio, ex-integrante do CIE (Centro de Informações do Exército),…

Para os que querem a volta dos militares

Paulo Cannabrava Filho* Como diz o jornalista Juremir Machado da Silva, do Correio do Povo, “os lacerdinhas[i] da Veja”, encontrando eco nos ressentidos das redes sociais, clamam pelo retorno dos militares para acabar com a corrupção alegando que naquele tempo todo mundo era puro, não se cometiam ilícitos na administração pública e nos livramos dos comunistas. Vale a pena fazer um recorte para ver qual a verdade sobre a ditadura.…

Duas filhas da ditadura

0

Fernanda Pompeu*   Histórias de pessoas de carne e osso – e também de personagens de papel – que viveram na roda viva da ditadura militar. Novos episódios toda quinta-feira. Já se vão quase trinta anos que minha amiga, num gesto tresloucado e para sempre inexplicável, atirou contra a própria cabeça interrompendo uma mente brilhante. Pois, com 20 anos, ela era rápida, criativa, ousada e, supreendentemente para sua idade, muito culta.…

Contos da maladita

0

Fernanda Pompeu* Em 1975, eu estudava no Colégio Equipe. Para quem não ouviu nada sobre ele, conto aqui. Era um colégio particular com inspiração coletiva e fama de permitir que os alunos se expressassem. Isso numa época na qual a livre expressão podia virar questão de segurança nacional. Nos dias atuais, há garotas e garotos – e velhinhos também – que dizem várias besteiras acerca da ditadura militar. Repetem que…

Salvar uma vida é salvar a humanidade

Carlos Brickman, jornalista.  Se Deus, que é Todo-Poderoso, nos deu o livre arbítrio, quem os ditadores pensam que são para tentar obrigar os cidadãos a obedecê-los? Nós, judeus, que seguimos os Dez Mandamentos, a mais antiga das declarações dos direitos do homem, somos por definição contrários a ditaduras. Quem é favorável a ditaduras judeu não é. Brasil, ditadura militar. Muitos judeus se opuseram aos ditadores pelas armas – citando apenas…

Sábados Resistentes traz depoimento de ex-presos da ditadura

Mesas de testemunhos com prisioneiros da ditadura de 1964-1985 no sábado, 26/4, relatarão experiências de combate ao regime Os Sábados Resistentes do mês de abril são parte da programação “Golpe Militar – 50 anos, Memória, História e Direitos Humanos” desenvolvida por diversas instituições engajadas na defesa dos Direitos Humanos: Memorial da Resistência de São Paulo, Núcleo de Preservação da Memória Política, Observatório de Educação em Direitos Humanos da Unesp, Centro…

50 Dias Contra a Impunidade

Peça o fim da impunidade para crimes cometidos por agentes do Estado durante a ditadura O Brasil lembra os 50 anos do golpe de Estado de 1964 em meio à etapa final da Comissão Nacional da Verdade, que encerrará suas atividades em dezembro. O país tem feito esforços em estabelecer políticas públicas de memória e mecanismos de reparação às vítimas da ditadura, mas a impunidade para as graves violações de…

Resistir é Preciso!

Eliete Ferrer* A concorrida solenidade de entrega da 26ª Medalha Chico Mendes de Resistência promovida pelo Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro, no dia 1º de abril, no Salão Nobre do CACO, foi espetacular!!! A começar pela escolha do local, o CACO, que fora palco de memoráveis acontecimentos ligados às manifestações de apoio ao Jango e ao golpe de 64, a lista dos agraciados para receber a Medalha…

50 anos da Maldita e o resto de nossas vidas

Marli Gonçalves* Quem sabe, sabe. Quem não sabe, tem más intenções ou é burro mesmo, é que se sacode. Não estou gostando nadica de ver esse montinho de gente tentando reviver, mesmo que em pesadelo, um período tão pavoroso de nossa história. Pior, tentando botar Deus na roda. Aceite esse depoimento pelos olhos de uma criança Nasci em São Paulo, 1958. Faz as contas aí. Então, em 1964 eu tinha…

Golpe e Ditadura

Benedito Tadeu Cesar* Há 50 anos atrás, no dia de hoje, eu estava em casa, com hepatite. Tinha 10 anos e 10 meses. Ouvi os rumores do golpe, contados por pela minha tia Rachel, irmã de minha mãe, e corri para ligar o rádio, para ouvir as notícias. Acompanhei o noticiário e a queda de João Goulart. Dias depois, enquanto meus pais almoçavam na copa e eu comia no quarto,…

Ato de “Descomemoração” dos 50 Anos do Golpe

Centrais, movimentos sociais, entidades não governamentais e partidos políticos convocam para o Ato de “Descomemoração” dos 50 anos do Golpe – DITADURA NUNCA MAIS! Dia 1º de Abril – na Candelária – Rio de Janeiro.   Pedimos fazer ampla divulgação, enviando esta convocatória para todos os seus contatos e se possível divulgue nas redes sociais: facebook, twitter e mais o que houver. Precisamos dar grande visibilidade para que este ato seja um grande…

O Golpe de 1º de Abril, Direitos Humanos e Anistia

Paulo Cannabrava Filho* Vem de longe a luta do povo brasileiro para que haja pleno respeito aos direitos humanos. Um dia, a bandeira dessa luta foi do Direito ao Voto para as mulheres; outro dia, foi contra a Carestia; depois, pela Anistia,  pela Constituinte e pelas Diretas Já. Agora, é a luta pelos direitos dos sem terra e dos sem teto; a luta pela integração na vida econômica, cultural e…

O papel da mídia e dos EUA no golpe de 1964

0

FC Leite Filho* Nos diversos especiais que a mídia  vêm publicando sobre os 50 anos do Golpe de 64 houve poucas e desprezíveis alusões à participação determinante das próprias empresas jornalísticas, dos Estados Unidos e das transnacionais. As abordagens se concentram em desqualificar o presidente constitucional João Goulart e o líder nacionalista Leonel Brizola, por insistirem estes na implantação de um modelo de desenvolvimento com inclusão. Tal modelo, logicamente, contrariava…

Ato unificado Ditadura Nunca Mais: 50 anos do golpe militar

Convocatória do ato unificado Ditadura Nunca Mais: 50 anos do golpe militar, em 31 de março de 2014, a partir das 9h, no pátio externo do prédio da Rua Tutoia, nº 921 No dia 31 de março de 2014, completam-se 50 anos do golpe que instituiu a ditadura militar brasileira. As práticas de repressão e de violência de Estado que marcaram o período autoritário ainda permanecem ocorrendo contra a população…

Da ditadura militar brasileira II

Augusto C. Buonicore *  Na primeira parte deste artigo buscamos demonstrar que a utilização dos conceitos golpe militar e ditadura militar tem uma longa tradição no seio da esquerda brasileira. Não foram criados para encobrir o caráter de classe daqueles acontecimentos e sim para captar suas especificidades. Como disse Quartim de Moraes: “O sentido de um termo (…) apresenta um valor semântico determinado por seu emprego, isto é, pelas significações…

Da ditadura militar brasileira I

 Augusto C. Buonicore*  “É indispensável fixar o conceito do movimento civil e militar que acaba de abrir ao Brasil uma nova perspectiva sobre o seu futuro (…). A revolução se distingue de outros movimentos armados pelo fato de que nela se traduz não o interesse e a vontade de um grupo, mas o interesse e a vontade da Nação” (trecho do Ato Institucional nº 1, decretado pela junta militar em…

Qual a sua Geni?

0

Fernanda Pompeu* Faz trinta e seis anos, Chico Buarque compôs uma canção cuja letra conta de uma mulher que já foi namorada “de tudo que é nego torto, do mangue e do cais do porto. A rainha dos detentos, das loucas, dos lazarentos, dos velhinhos sem saúde, das viúvas sem porvir.” A cidade toda, ao vê-la, canta em coro um refrão: “Joga pedra na Geni! Ela é feita para apanhar!…

Operação Condor, 21 anos do descobrimento dos arquivos do terror

0

“A vida continua, porém o vazio é enorme e o luto é permanente!” Martín Almada* Era uma vez uma sociedade sul-americana plural e respeitosa das diferenças ideológicas que lastimosamente confiou demasiado em sua Força Pública, Exército e Polícia que não obedeceram à Constituição nem se subordinaram aos poderes do Estado, mas, sim obedeceram às ordens de Washington. Essas forças armadas foram formadas na Escola das Américas, na Zona do Canal…

Delfim Netto é convidado para depor na Comissão da Verdade Vladimir Herzog

Informação foi divulgada pelo atual presidente da Comissão da Verdade Vladimir Herzog, vereador Gilberto Natalini durante o pré lançamento do Relatório Final 2012. Durante entrevista coletiva realizada na manhã de hoje no Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de São Paulo, o presidente da edilidade paulistana, vereador José Américo (PT) anunciou o lançamento do livro que apresenta o Relatório Final da Comissão Municipal da Verdade Vladimir Herzog , referente ao…

Repressão, tortura e morte na ditadura Stroessner

0

O Museu das Memórias recorda as repressões e violações dos direitos humanos durante a ditadura de Alfredo Stroessner. Funciona no que foi o escritório da Direção Nacional de Assuntos Técnicos onde os episódios de torturas e mortes de opositores eram comuns. Javier Yubi* A casa, no centro de Assunção, foi alugada pelo governo do general Alfredo Stroessner e em 1956 ali se instalou a Direção Nacional de Assuntos Técnicos, um organismo…

Lei da Anistia: Mobilizemo-nos para que as leis sejam ser respeitadas

Dalmo Dallari, da Comissão da Verdade da USP, foi quem com maior clareza interpretou a questão da Lei da Anistia. A Lei de 1979 não precisa ser mudada, asseverou o jurista. As leis precisam ser respeitadas, é o que vimos apregoando sempre. Paulo Cannabrava Filho* Com relação à Lei da Anistia, ela tem o reforço dos tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário. Tratados firmados pelo Executivo e referendados…

A festa do Zarattini

Escrevo isto, na noite de 6 de fevereiro, Ricardo Zarattini seguramente estará exultante na grande festa que lhe ofereceram em comemoração aos 60 anos de militância e 78 de idade. Paulo Cannabrava Filho* Conheço o Zara ha 60 anos, desde a gestão do Tabajara na UEE de São Paulo. Nesses da década de 1950 ele já era um líder com grande capacidade de persuasão. Ricardo Zarattini e seu irmão Carlos,…