Cúpula das Américas

Não podemos ficar indiferentes diante das turbulências na América Latina

Discurso do presidente de Cuba, Raul Castro na inauguração da 7ª Cúpula da Associação dos Estados do Caribe (AEC) É pela sétima ocasião que nos encontramos os chefes de Estado e de governo e outros altos representantes dos Estados e territórios agrupados na Associação dos Estados do Caribe. Desta vez, para realizar uma ampla troca, sob o tema “Unidos para enfrentar os desafios do desenvolvimento sustentável, as alterações climáticas e…

Passos positivos depois da Cúpula

Niko Schvarz* Já começam a ser vistas as primeira consequências positivas da recente VII Cúpula das Américas. A primeira consiste em que o presidente Barack Obama enviou, na quarta-feira 14, uma mensagem ao Congresso solicitando que Cuba fosse retirada da lista de estados que apoiam o terrorismo. Isto é uma consequência direta da atitude firme e de princípios, unida a sua vontade negociadora, que Cuba manteve durante o encontro e…

Chomsky e a América Latina no mundo de hoje

Niko Schwarz* Na VII Cúpula das Américas celebrada no Panamá nos dias 10 e 11 de abril, ficou claro para o mundo o destacado papel da América Latina e Caribe, sua unidade essencial, a defesa da independência e a soberania de cada uma de suas nações, seu rechaço às ações agressivas e a ingerência de Estados Unidos, em suma, a consolidação do continente como uma zona de paz, diferente das…

Para Maduro são tempos de uma nova história

Discurso do presidente da República Bolivariana de Venezuela, Nicolás Maduro, segundo as gravações da VII Cúpula das Américas no centro de Convenção Atlalpa, em cidade de Panamá. Estamos, sem dúvida, em tempos de história, mas não é de qualquer história, em tempos de uma nova história que as vezes, por ser protagonistas e estar no olho do furacão em nossos respectivos países ocorre que não alcançamos valorizar toda sua magnitude.…

Cristina Kirchner faz contraponto com Obama

A presidenta Cristina Fernández de Kirchner, falando na VII Cúpula de Panamá, traçou um paralelo entre a decisão de Obama para com a Venezuela e a atitude do governo britânico com relação a Argentina, recordando que “nenhum país do continente americano pode ser uma ameaça para Estados Unidos nem para a Inglaterra”. “Com um orçamento militar de quase 60 bilhões de dólares, 2,3 por cento do PIB dedicado à defesa, resulta…

Raúl Castro propõe convivência civilizada no hemisfério

0

O presidente de Cuba, Raúl Castro, em seu discurso na VII Cúpula das Américas considerou o presidente de Estados Unidos, Barack Obama, um homem honesto e se referiu a sua origem humilde. Considerou que Obama não é responsável pelo bloqueio ecônomico, comercial e financeiro imposto à Cuba e qualificou de valente a decisão de Obama de enfrentar o Congresso num debate sobre a eliminação dessa política. Acrescentou que o alcance…

Rafael Corrêa pede equidade para a prosperidade

Rafael Corrêa, presidente do Equador, um entre os líderes demonizados pelo império e pela grande imprensa hegemônica, em sua intervenção na VII Cúpula de Panamá, depois das saudações protocolares, manifestou “todo nosso apoio ao presidente Santos e sua vontade política inquebrantável de continuar no caminho para a paz definitiva na Colômbia. Porém a paz não é só ausência de guerra. A insultante opulência de uns poucos na América Latina, ao…

Evo para Obama: “deixe de fazer guerras”

Evo Morales diz a Obama que a doutrina de segurança global de EUA fracassou “Deixe-me dizer-lhe, presidente Obama, que sua doutrina de segurança global fracassou, hoje existem mais ameaças que há uma década, não só a seu país mas também a outros países. Fracassou o modelo de luta contra o narcotráfico, porque há mais demanda de droga e mais produção de drogas sintéticas no mundo”, afirmou Evo Morales durante sua…

Para Dilma a integração é o fundamental

Para Dilma a integração é o fundamental Agradeço ao povo e ao governo do Panamá, na pessoa do presidente Juan Carlos Varela, a calorosa acolhida e a eficiente organização desta VII Cúpula das Américas. Panamá – “ponte do mundo” – é hoje o lugar de reencontro das Américas. Celebramos, aqui e agora, a iniciativa corajosa dos presidentes Raúl Castro e Barack Obama de restabelecer relações entre Cuba e Estados Unidos,…

Cuba ainda é o grande tema na Cúpula das Américas

0

“O prato forte, nas duas últimas cúpulas, foi o debate sobre a presença cubana”. Nils Castro* Gilberto Lopes* Nestes últimos anos “temos visto muita manipulação da informação sobre a luta pelo poder na América Latina”, afirmou Nils Castro, assessor da chancelaria panamenha durante o governo do presidente Martín Torrijos, com quem continua trabalhando até hoje no Panamá. Em vésperas da celebração da VII Cúpula das Américas, esta semana no Panamá, Castro…

Encontro com a história

Gustavo Espinoza M.* No dia 1º de junho de 1826, em carta a seu amigo José Rafael Revenga, Simón Bolívar dizia “Desejo que o Congresso do Istmo, seja perpétuo, y que se conserve mesmo que seja um simulacro”. A frase tem importância porque alude ao encontro continental que passou para a história como o Congresso Anfictiônico do Panamá, que foi celebrado naquele ano por iniciativa do Libertador. Diz a história…

Cuba terá voz própria na Cúpula das Américas

Nuriem de Armas* A VII Cúpula das Américas será espaço propício para Cuba mostrar seus avanços em saúde e educação, condenar o bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto por Estados Unidos e reiterar seu apoio a Venezuela. Por primeira vez a ilha participa deste encontro continental depois do consenso de mais de uma dezena de países da região sobre a necessária presença de Cuba e os reiterados protestos de vários…

Cúpula das Américas: Fracasso do Império, vitória dos povos

Da esquerda para direita:  A presidente do Brasil Dilma Rousseff, o presidente da Colômbia Juan Manuel Santos  e Barack Obama, presidente dos Estados Unidos. (Fonte: Blog do Planalto) Por Paulo Cannabrava* Longe de ser o fracasso anunciado pela mídia, a Cúpula das Américas de Cartagena de Índias, Colômbia, representou uma derrota para os Estados Unidos e uma vitória para os povos de Nossa América e do Caribe. Como não houve consenso, não…