Estados Unidos

Balanço dos 100 dias de Trump II

O professor titular do Centro de Estudos Hemisféricos sobre Estados Unidos da Universidade de La Habana, Luis René Fernández, em entrevista ofereceu uma análise sobre os primeiros 100 dias de Donald Trump na Casa Branca. Jorge Petinaud Martínez* Observa-se, ao concluir o primeiro trimestre, uma grande consistência entre suas ações e as promessas de campanha. Luis René Fernández: Não obstante, é preciso levar em conta a complexidade do governo estadunidense…

Com ou sem Trump: EUA sempre ameaçaram aliados em troca de votos na ONU, diz especialista

“Se não jogarem conosco, reduziremos ou cortaremos a assistência”, essa é a regra não escrita com que a maioria dos doadores ocidentais ameaçam as nações em desenvolvimento quando não fazem o que eles querem na Organização das Nações Unidas (ONU). Thalif Deen* Em 1990, o Iêmen, então membro não permanente do Conselho de Segurança, se negou a votar a favor de uma resolução proposta pelos Estados Unidos para expulsar o…

Vai-se o bom Obama, negro por gosto

1

Muitos acreditaram que por ser negro, Obama representaria uma mudança transcendente na política interna e externa dos Estados Unidos, mas o bom samaritano foi negro à toa. Um negro afim ao sistema e tão Ku Klux Klan como a própria Hillary Clinton e Trump. Ilka Oliva Corado* Não há ponto de comparação nem como ser humano, nem como político entre ele e Martin Luther King ou o próprio Malcolm X;…

A coragem de ser articulista nos EUA

0

Pelo menos uma vez por dia recebo mensagem de leitores que me fazem perguntas como esta: “não posso acreditar que escrevendo como escreve você viva nos EUA; deveria viver na América Latina”. Outros vêem com os dentes arreganhados: “claro, escreve na comodidade dos EUA”. Com isto, ambos os lados procuram desvirtuar minha atitude. Ilka Oliva Corado* Antes me preocupava muito, principalmente quando eram pessoas humanistas as que me escreviam. Devo…

Crise constitucional e golpe para impedir que Donald Trump chegue à Casa Branca?

Por Michel Chossudovsky Por mais que Trump tenha montado um gabinete de direita, de “reacionários” que em grande medida correspondem à base do Partido Republicano, a “entente cordiale” do bipartidarismo norte-americano está em crise. Os poderosos interesses corporativos que apoiaram a candidatura Clinton permanecem ativos, decididos a impedir que Trump chegue à Casa Branca. O capitalismo global absolutamente não é monolítico. O que está em cena são rivalidades fundamentais dentro…

Para que tem servido Guantánamo?

Em janeiro de 2002, meses depois dos atentados de 11 de setembro, chegaram à base naval estadunidense de Guantánamo, em Cuba, os primeiros suspeitos de delitos de terrorismo de um total de 760 prisioneiros que passaram algum tempo nas celas do célebre campo de detenção. A história de Guantánamo tem sido marcada por contínuas críticas por sua ilegalidade e pelo tratamento desumano dado aos reclusos. Luisa Barrenechea*. O resumo do…

A farsa do dia de Ação de Graças

1

Não há nada mais falso, mais ruim, mais soberbo nos Estados Unidos que celebrar o Dia de Ação de Graça. É a celebração mais importante depois do 4 de julho, a terceira é o Natal. Ilka Oliva Corado* Amparados numa história falsa, escrita pelos genocidas que invadiram este país e exterminaram os nativos do norte do continente, celebra-se a cada novembro o Dia da Ação de Graça. Peregrinos, dizem os…

Sete propostas de Trump que a mídia censurou e que explicam sua vitória

O jornalista espanhol Ignacio Ramonet analisa a vitória do republicano à Presidência dos EUA. Ignácio Ramonet* A vitória de Donald Trump (como o Brexit no Reino Unido ou a votação pelo ‘no’ na Colômbia) significa, primeiro, mais uma gigantesca derrota dos grandes meios de comunicação dominantes e dos institutos de pesquisas de opinião. Mas significa também que toda a arquitetura mundial estabelecida após a Segunda Guerra Mundial está sendo transformada…

Os candidatos dos Estados Unidos e suas alianças na América Latina

Ninguém deve duvidar: existem grandes coincidências entre o Partido Democrata e Republicano que se materializam no vínculo entre estes e as diversas organizações internacionais e latino-americanas Por Silvina M. Romano, do Celag O Partido Republicano é membro da União de Partidos Latino-Americanos (UPLA), criada em 1992, integrada entre outros, pelo Partido Conservador da Colômbia, partido Proposta Republicana (PRO) da Argentina, o Movimento Social Democrata da Bolívia, o Partido Conservador da Nicarágua,…

Bilderberg do outro lado do espelho e o que se encontra por lá

“Se era assim, podia ser; e se fosse assim, seria; mas como não é, não é. Isto é lógico.” (Tweedledee, Alice no Outro Lado do Espelho (…), Cap.4) E o encontro anual de Bilderberg veio e se foi placidamente por trás de grossas portas fechadas (e cercas) no Hotel Taschenbergpalais Kempinski em Dresden – convenientemente eclipsado pela história sombria do muçulmano nascido nos EUA e registrado no Partido Democrata, com…

Hillary Clinton não é o mal menor, é o pior dos males, diz analista internacional

 Entrevista com James Petras Efraín Chury Iribarne: É com muito gosto que recebemos aos microfones de Rádio Centenário o nosso comentarista internacional James Petras. Efrain Chury Iribarne: Para começar lemos-te umas linhas para ouvir o que te aprecem: “Israel negou autorização ao chefe da delegação olímpica da Palestina, Issam Qishta, para abandonar a Faixa de Gaza e viajar com a sua equipe aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro”. James…

A Derrota de EUA no Laos: uma guerra esquecida

Os historiadores estadunidenses, com poucas exceções, sustentam que os EUA somente perderam uma guerra: a do Vietnam. Mentem. Perderam a guerra contra a Inglaterra em l812/1814 e foram também derrotados no Laos Miguel Urbano Rodrigues* Essa é uma guerra esquecida de que se não fala. É portanto natural que tenha chamado a minha atenção um livro que encontrei em Havana num alfarrabista: La derrota del imperialismo yanqui en Laos*. O…

Hillary Clinton intervencionista na América Latina

0

É agora que Hillary Clinton está colhendo os frutos de sua decisão de não ter divorciado quando seu marido cometeu a baixeza a que os meios e o patriarcado qualificaram como “um desvio sem importância”. Os mesmos meios e o mesmo patriarcado que apedrejaram à jovem envolvida e a vitimaram, quando o que tinha uma família, que prometera fidelidade e que falhou foi ele. “É o presidente de Estados Unidos,…

Hillary Clinton, a rainha do caos

São poucos os escritores progressistas norte-americanos cujos livros denunciam a estratégia de dominação planetária dos EUA como ameaça à Humanidade. Miguel Urbano Rodrigues* Diana Johstone é quase uma exceção. Não é marxista nem revolucionária e acredita nos valores da democracia ocidental. O que critica é o funcionamento da engrenagem do poder, a ambição, a perversidade, a irresponsabilidade, o belicismo da elite oligárquica que no seu país controla o sistema e define…

Eleições e indocumentados nos Estados Unidos

0

Em qualquer país do mundo, em qualquer circunstância, os migrantes indocumentados sempre são as maiores vítimas do sistema. Invisíveis como pessoas e visíveis como espólio. Ilka Oliva Corado*  Dos migrantes indocumentados se aproveita o país de origem que os obriga a migrar;  em troca dessa ingratidão recebe as remessas que eles enviam e que são as que mantêm o país à tona. Aproveita-se o país de traslado que desrespeita seus direitos…

A presença militar de EUA na América Latina

Silvina M. Romano* O discurso de liberdade, democracia, acercamento diplomático e relações amistosas com América Latina, tão característico da administração Obama no seu afã por reforçar o “poder brando” de sua política exterior, encontra seus limites reais na necessidade de “ordem” e “estabilidade” (refrões muito usados durante a implementação da Doutrina de Segurança Nacional na América Latina). Na atualidade, as Forças Armadas estadunidenses no Hemisfério estão presentes não só nas…

Miséria no âmago do capitalismo

1

Ilka Oliva Corado* Disco o número de telefone e ligo; me atende a recepcionista da clínica. Quero marcar uma hora com um ortopedista; ela me explica os requisitos: é uma clínica exclusiva para os parias. Só os esquecidos e explorados do sistema vão a esse tipo de clínica nos Estados Unidos. Sou um deles, meu salário como pessoa sem documentos não dá para pagar uma clínica privada e não tenho…

Sou latina, sou da América. Por que como americanos não temos o direito de viver em nosso continente?

0

Ilka Oliva Corado* A conjuntura vivenciada pelos Estados Unidos no processo de eleições presidenciais está destacando a importância da comunidade latina que reside no país. Sim, a importância, embora não pareça. Nunca antes em um processo eleitoral os políticos abordaram como tema de discussão a contribuição da comunidade asiática, europeia e afro descendente com o mesmo afinco que estão falando da comunidade latina nas atuais eleições. É óbvio que, dependendo…

Estados Unidos agrava o drama dos migrantes

0

Nils Castro* Depois de alguns dias de “drama humanitário” foi reaberto o caminha para uns 6 ou 8 mil cubanos que estavam encurralados na Costa Rica. Um drama menor se comparado com os perigos que assolam a rota dos migrantes centro-americanos e, nem há o que falar, do milhão de filhos do Oriente Médio que ultimamente conseguiu cruzar o Mediterrâneo. Privilegiados, os cubanos migram com a certeza de que poderão…

Vivendo à beira da deportação

0

Ilka Oliva Corado* Depois da tragédia que o indocumentado vive em sua travessia para Estados Unidos o que lhe espera é o limbo migratório nesse país que vê como objetos e mão de obra barata os milhões que com o passar dos anos vão se confinando nas áreas marginais deste enorme curral que tem aparência de terra do nunca jamais, mas que na realidade é uma masmorra hedionda a xenofobia.…

Decisão histórica de Cuba e Estados Unidos

0

NiKo Schvaz* Hoje é um dia que ficará gravado na história. No futuro se recordará que no 20 de julho de 2015 se restabeleceram plenamente as relações diplomáticas entre Estados Unidos e Cuba, rompidas há mais de 53 anos, logo depois da conferência de chanceleres da OEA realizada em San Rafael, próxima a Punta del Este, em janeiro de 1962, com a conseguinte expulsão de Cuba do sistema interamericano. Se…

Conciliábulo Vargallosiano contra América Latina

Gustavo Espinoza M.* O novo mundo é nossa Pátria; sua história é a nossa e é nela que todos nossos deveres essenciais, nossos mais caros interesses, nos obrigam a examinar e a considerar atentamente o estado de nossa presente situação e das causas que nela mais influíram. Juan Pablo Viscardo y Guzmán – Carta a los Españoles Americanos – Paris 1799 Nos próximos dias, a Universidade de Lima -uma das…

EUA controlam bases e privacidade na rede

Documentos secretos da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, mostram quão frágil é a privacidade na estrutura fundamental da rede. Hoje vivemos um ponto de viragem na história da internet. Os velhos tempos em que houve otimismo entre os engenheiros, e as novas tecnologias foram considerados uma solução para os grandes problemas da humanidade, parecem ter desaparecido. Hoje, a internet tornou-se um monitoramento de máquinas privado e estatal…

Al-Qaida não está implicada no 11 de Setembro

E agora Tim Sam…Relatório do próprio Senado Estaduniense sobre a tortura confirma que a al-Qaida não está implicada nos atentados do 11-de-Setembro que destruiram as torres gêmeas em Nova York. Thierry Meyssan* Os extractos tornados públicos do relatório da Comissão senatorial sobre o programa secreto de tortura da CIA fazem surgir à luz do dia uma vasta organização criminosa. Thierry Meyssan leu, por vós, as 525 páginas deste documento. Ele encontrou,…

A Ku Klux Klan e o capitalismo

Pablo A. Pozzi* Diz a historiografia que, alguns meses depois de terminar a guerra civil nos Estados Unidos, no dia 24 de dezembro de 1865, um grupo de jovens universitários do sul organizaram um “clube social” no qual se disfarçavam com folhas. Descobriram que os recém-libertos escravos se assustavam com os disfarces. O exemplo se alastrou e em 1867 se formou a Ku Klux Klan com o objetivo de “colocar…

As torturas da CIA foram muito piores

Informe do Senado dos EUA diz que torturas da CIA foram “muito piores” A Câmara alta estadunidense apresentou um documento em que afirma que os métodos de interrogatório utilizados pela CIA foram “muito piores” do que se tinha reconhecido publicamente até agora. “Não foram uma forma eficiente de adquirir informação precisa ou obter a cooperação dos detidos”, disseram os senadores. Não obstante, o diretor da agência defendeu as ações porque…

As 8 misteriosas caixas negras do 11 de setembro

Sem nenhuma explicação de parte das autoridades, e sem qualquer exigência dos meios de comunicação, já não se fala mais no Brasil sobre o desaparecimento da caixa negra do avião Cessna 560 XLS que explodiu matando o candidato do Partido Socialista Brasileiro à Presidência da República, Eduardo Campos. Diálogos do Sul publica abaixo reportagem do jornalista italiano Giulietto Chiesa sobre o desaparecimento das oito caixas negras dos quatro aviões que…

Pela libertação dos cubanos antes do natal

Campanha pela libertação dos (três) cubanos antes do natal Queridos companheiros Estamos anunciando uma nova campanha pelos nossos três irmãos presos: “Juntos no natal”, juntos com suas amadas famílias, juntos em Cuba com seu heroico povo. Trata-se de que cada comitê em seus respectivos países faça contato com personalidades que se somaram a causa dos cinco durante esses anos e seguem se somando dia a dia e peçam que eles…

Os «salvadores» do Iraque e «A arte da guerra»

Manlio Dinucci* Os primeiros caça-bombardeiros norte-americanos, que no Iraque atacaram, a 8 de agosto, objectivos na zona controlada pelo Emirado Islâmico, decolaram do porta-aviões batizado George HW Bush, em homenagem do presidente republicano, autor em 1991 da primeira guerra contra o Iraque. Copiado pelo seu filho, George W. Bush, que em 2003 atacou e ocupou o país, acusando para isso Saddam Hussein (com base em «provas» que mais tarde se…

Sinto muito, Estados Unidos, mas, a nova ordem está mudando

A nova ordem mundial liberal estabelecida depois do colapso da URSS vive seus últimos momentos e já é hora de que Estados Unidos desista da dominação do mundo, sobretudo porque o próprio EUA socavou essa ideia, segundo especialistas. Eric Posner, professor da Escola de Direito da Universidade de Chicago, especialista em direito internacional e normas sociais, disse que não é Putin quem “joga o mundo ao passado”, e sim Obama…

Estados Unidos: Dívida estudantil cresce e sufoca os universitários

Julia Hotz* Leah Hughes sonha ser uma organizadora comunitária nos Estados Unidos. Para esta estudante do Scripps College, no Estado da Califórnia, falta pouco para obter um duplo diploma em Relações Internacionais e Belas Artes. “Como primeira geração em minha família que cursa universidade, minha experiência em uma instituição privada, especializada nos campos de estudo que me interessam, foi a mais transformadora da minha vida. Isso me levou a dedicar…

Vazou por erro informe sobre tortura da CIA

A Casa Branca deixou vazar, casualmente, um documento que revela a verdadeira escala das torturas praticadas pela CIA desde o 11 de setembro e como a agência ocultava deliberadamente essa informação de alguns membros do Congresso e do governo dos Estados Unidos. O Departamento de Estado dos EUA preparou um breve sumário de quatro páginas com as conclusões que tirou do informe secreto do Senado sobre as brutais práticas aplicadas…

Crianças sem documentos, crise humanitária no sul dos EUA

Luis Brizuela Brínguez* O drama humano em que se transformou a chegada de milhares de crianças sem documentos, sozinhas, aos Estados Unidos causa preocupação aos políticos e meios de comunicação, enquanto a prometida reforma migratória continua sendo uma promessa fugidia. Nas últimas semanas, as cifras evidenciaram um fenômeno que vem se gestando há meses: de acordo com dados da Patrulha de Fronteiras, cerca de 47 mil crianças cruzaram a fronteira…

Cortes de água nos Estados Unidos violam direitos humanos

Thalif Deen * Quando a Organização das Nações Unidas (ONU) tenta resolver uma crise de água ou saneamento, em geral o problema se localiza em favelas urbanas e aldeias remotas na África, Ásia ou América Latina. Mas a grave crise hídrica que afeta a cidade de Detroit, no nordeste dos Estados Unidos, provocou a reclamação por parte de várias organizações não governamentais e ativistas para que a ONU intervenha no…

Evidências do atentado de 11 de setembro nos EUA

0

Jorge Bourdoukan*  Segundo o Dr. Paul Craig Roberts, ex secretário adjunto do Tesouro dos Estados Unidos, editor associado do Wall Street Journal e colaborador do Global Research onde se publicou seu artigo “GUERRA E O FIM DO DÓLAR DOS EUA” do qual aqui foram retirados estes últimos parágrafos sobre o 11 de Setembro: Por diversas vezes distribui o link para o filme ZERO, comentado aqui pelo Dr. Craig. Depois da…

EUA: a verdade desnuda decadências anunciadas

A combinação de ciber-espionagem, crise política e econômica e novo contexto internacional põe novamente os EUA a beira de um conflito bélico que pode colocar em perigo a toda humanidade. Uma verdade descarnada em um sistema decadente.  O furacão Snowden (Edward) revelou os labirintos da maior espionagem global na história do mundo apoiado pela mais sofisticada tecnologia, incrementando a crise econômica e política que vive esse pais a tais extremos…

EUA apoiam os primeiros reatores nucleares em 30 anos

Carey L. Biron* O governo dos Estados Unidos anunciou que dará substanciais garantias de crédito a dois novos reatores nucleares, no que representa um grande impulso ao primeiro projeto de energia atômica neste país em mais de três décadas. A indústria nuclear, preocupada por sua viabilidade no atual panorama energético mundial, comemorou o anúncio. No entanto, organizações ambientalistas o condenaram e alertaram que as autoridades não aprenderam as lições dadas…

A complexa agenda da política exterior para Obama em 2014

Jim Lobe* Se o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, concebesse suas perspectivas de política exterior para 2-14 como algum videogame infantil popular, as “serpentes” que teriam que ser sorteadas superariam em muito os “ degraus” que o impulsariam ao êxito. Como ocorre, desde que assumiu o cargo, as “serpentes” mais perigosas estão no Oriente Médio, a região em que o democrata Obama tenta desesperadamente sir dos muitos poços cavados…

O mundo sem os Estados Unidos

John Feffer* Como seria o mundo sem os Estados Unidos? Em seu livro The World Without Us (O Mundo Sem Nós), um sucesso de vendas de 2007, o jornalista Alan Weisman imagina o planeta Terra se regenerando após o desaparecimento dos seres humanos. Os arranha-céus desabam e as pontes se quebram nos rios, mas prevalecem as florestas primitivas e os búfalos voltam a perambular. É uma visão otimista do futuro… No caso de…

Obama: “Desonesto, pouco confiável e incompetente para governar”

O índice de popularidade do presidente dos EUA, Barack Obama, chegou a seu mínimo histórico. A maioria dos estadunidenses acredita que é desonesto, pouco confiável e incompetente para governar. De acordo com uma nova pesquisa nacional realizada por Quinnipiac University Polling Institute, só 39% dos estadunidenses aprova as atividades do presidente Obama, enquanto que 54% as desaprovam. Os entrevistados de todas a idades e níveis de ingresso qualificam seu trabalho…

Estados Unidos: Menos comida para mais famintos

Ramy Srour* Os drásticos cortes na ajuda alimentar para os pobres nos Estados Unidos elevarão a demanda sobre organizações de caridade e de alimentos que fornecem provisões para famílias necessitadas em todo o país, e que já estão no limite de sua capacidade. “Como alimentar suas famílias?”, perguntou Earle Eldridge, voluntário no armazém de alimentos da igreja católica de St. Anthony em Washington. “Estamos nos transformando em um país onde…

Silencioso golpe militar se apoderou de Washington

John Pilger* Tenho pendurada na parece a primeira página do Daily Express de 5 de setembro de 1945 com as seguintes palavras: “Escrevo isto como uma advertência ao mundo”. Assim começava uma reportagem de Wilfred Burchet sobre Hiroshima. Foi a notícia bomba do século. Por causa da solitária e perigosa viagem com que desafiou as autoridades de ocupação estadunidenses Burchet foi colocado na berlinda, sobretudo por parte de seus colegas…

Forças estadunidenses ociosas buscam o que fazer na América Latina

Jim Lobe* Embora as forças estadunidenses,a ajuda militar e de segurança dos Estados Unidos para a região venha diminuindo desde 2010, as quantidades em dólares podem ser enganosas, segundo Adam Isacson, analista da Wola e especialista em Colômbia. Os grandes pacotes de assistência, como o Plano Colômbia anti-insurgente e antidrogas, diminuam ou cheguem ao fim, “estão em crescimento outras formas menos transparentes de cooperação entre forças militares”, pontuou. Isto se…

Interesses comuns podem ajudar em uma distensão entre Estados Unidos e Irã

Jasmin Ramsey* Os interesses comuns dos Estados Unidos e do Irã na Ásia podem servir de base para que os dois países trabalhem juntos para superar décadas de hostilidade. “Se Irã e Estados Unidos forem capazes de superar suas diferenças em relação ao programa nuclear iraniano, se começar a haver certo avanço nesse sentido, então vejo oportunidades de diálogo e cooperação sobre uma gama mais ampla de temas, incluídos os…

Drones, bumerangue para os Estados Unidos

Antonio Paneque Brizuela*  Poucas vezes uma ação militar de Washington é condenada de modo simultâneo nos Estados Unidos e no resto do mundo como ocorre agora com o emprego dos drones na África, Ásia, Oriente Médio e dentro do próprio território norte-americano. Os robôs volantes matam cada dia do ar, sem pilotos e por uma ordem a qualquer distância, cidadãos que essa potência militar considere inimigos em outros países e…

Espionagem dos EUA na América Latina é transgressão

Odalys Troya* Dilma Rousseff, qualificou de “violação da soberania e dos direitos humanos” a espionagem dos EUA na América Latina e no Brasil. Segundo Dilma, “As práticas ilegais de interceptação das comunicações e dados de cidadãos, empresas e membros do governo brasileiro constituem um fato grave que atenta contra a soberania nacional e os direitos individuai e é incompatível com a convivência democrática entre países amigos”. O certo é que o…

Caso Obama ataque, a tragédia síria será sua e não do Irã

Farideh Farhi* Depois do anuncio de que o governo dos Estados Unidos em breve poderia atacar a Síria, falta muito pouco para dizer. O fato de que o presidente Barack Obama seja um guerreiro renitente acrescenta peso a sua apologia ao ataque. Seguramente, há que considerar que um guerreiro renitente não utilizaria um desastre humanitário como cobertura. Também deveríamos levar em conta que diante da “linha vermelha” traçada por Obama…

Israel quer manter sua supremacia regional com ajuda dos EUA

Mitchell Plitnick* Assegurar a superioridade militar de Israel no Oriente Médio é o argumento central do lobby judeu em Washington que já começou a exigir do governo de Barack Obama um novo pacote de ajuda por 10 anos, que deveria entrar em vigor em 2017. O grupo de pressão israelense esgrime a Lei de Transferência de Navios de Guerra, aprovada pelo Congresso estadunidense em 2008. A norma estabelece que a…

Santa Catarina contra a invasão da Síria pelos Estados Unidos

Pela Paz, contra a agressão à Síria A Síria, o último país do Oriente Médio com plena liberdade religiosa, com mais de dez mil anos de civilização, berço do alfabeto mais antigo, que tem como capital uma das cidades mais antigas do mundo, Damasco, esta prestes a ser atacada militarmente pela potência bélica mais poderosa, letal e sem escrúpulos que a humanidade já conheceu: os Estados Unidos Há mais de…

São Paulo contra a agressão à Síria

Chamamos o governo brasileiro a condenar com firmeza qualquer agressão O Comitê de Solidariedade com o Povo Sírio, integrado por dezenas de entidades da sociedade civil brasileira, vem a público condenar o horrendo massacre premeditado acontecido no subúrbio de Damasco na Síria no dia 21 de agosto. O Comitê alerta sobre a campanha midiática orquestrada pela Arábia Saudita para incriminar o governo sírio na clara intenção de induzir a opinião…

Mais uma guerra do Nobel da Paz

Jorge V. Jaime*  O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ganhador do Nobel da Paz em 2009, prepara-se hoje para sua segunda guerra com a mira apontada a Damasco e a bandeira do polêmico pretexto das armas químicas. Quando Obama recebeu seu prêmio em Oslo, Noruega, há cinco anos, tratou de explicar à opinião pública mundial que o merecia porque era “o chefe de estado de uma nação que se…

A conspiração do terror

James Petras* O regime Obama inventou uma “conspiração do terror” em defesa da polícia de estado. Democracias representativas e ditaduras autocráticas respondem a crises internas profundas de modos muito diferentes: as primeiras tentam justificar-se junto aos cidadãos, explicando causas, consequências e alternativas; as ditaduras tentam aterrorizar, intimidar e distrair o público acenando com falsas ameaças externas, a fim de perpetuar e justificar a dominação por métodos de estado policial e evitar…

Racismo persistente nos EUA meio século após Martin Luther King

Meio século após o inesquecível discurso de Martin Luther King, o racismo persevera em ser uma matéria pendente para os Estados Unidos, onde estão ativas leis discriminatórias tanto no âmbito federal como nas jurisdições estaduais.  O mais famoso dos líderes negros norte-americanos pronunciou seus célebres quatro palavras (“I have a dream”) em 28 de agosto de 1963 em um auditório de 250 mil compatriotas que se reuniram no Lincoln Memorial…

Quanto mais infame é a política exterior dos EUA, mais se funda na cumplicidade dos meios

Mark Weisbrot * Os Estados Unidos ainda têm gastos militares superiores em termos reais, ajustados à inflação, ao que tinha durante o clímax da preparação para a guerra fria de Reagan, a guerra do Vietnam e a guerra da Coreia. Parece que estamos em um estado de guerra permanente e – como aprendemos recentemente – o governo espia e vigia massivamente a nossos próprios cidadãos. Isto apesar da constante diminuição…

EUA têm empresas dedicadas ao controle e tráfico de informação na Venezuela

As empresas Booz Allen Hamilton e a Global Crossing (vendida à Level 3 Communications em 2011) são duas empresas estadunidenses dedicadas ao controle e tráfico de informação que operam na Venezuela, advertiu o jornalista e político venezuelano José Vicente Rangel, em seu programa de televisão diário Confidenciales. Assegurou que estas empresas trabalham com a Agencia de Segurança Nacional (NSA) e a Agência Central de Inteligência (CIA). A Booz Allen Hamilton…

Por traz do alerta antiterrorista dos Estados Unidos

Nazanín Armanian* Numa ação sem precedentes, no dia 4 de agosto Estados Unidos fechou 22 de suas missões diplomáticas no Oriente Próximo e no Norte da África, coincidindo com o aniversário de Barack Obama. O motivo oficial era interceptar uma ameaça de Ayman al-Zawahri – o substituto de Bin Laden e o novo Homem de Paletó -, contra os interesses dos EUA, em vésperas do aniversário do 11 de setembro.…

A austeridade nos está suicidando?

Juan Gelman * Sócrates, Platão, Plotino e muitos outros filósofos analisaram o tema do suicídio ao longo dos séculos. A maioria o condena, como o judaísmo e o cristianismo. Para Santo Agostinho “quem mata a si mesmo é um homicida”. Os epicuristas opinaram que a falta de sofrimento é o bem supremo e justificaram o ato quando a existência, em vez de alegrar, converte-se em uma coisa de aflição. Os estóicos…

A CIA e o controle do clima

Silvia Ribeiro* Objetivando avançar em seu propósito de estabelecer instrumentos de controle do clima, a CIA, agencia estadunidense de inteligência, está financiando um estudo sobre geoengenharia (manipulação climática) que durará 21 meses, com um custo inicial de 630 mil dólares. Quem executa é a Academia Nacional de Ciências com a participação da Nasa e da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica desse país (revista Mother Jones 17/7/2013). O interesse da CIA…

Fantasias de economistas, pesadelos do planeta

Hazel Henderson* – Há pouco participei de um debate sobre a negociação de alta frequência e ouvi os mesmos e conhecidos argumentos de que contribui para a liquidez e a determinação de preços nos mercados. Estas afirmações sobre liquidez são difíceis de justificar depois do flash crash de 6 de maio de 2010, quando a falsa liquidez das negociações de alta frequência desapareceu, num momento em que eram necessárias, e as…

A distopia afro-americana

Segundo um artigo da publicação canadense Global Research, 47,8 milhões de estadunidenses vivem abaixo da linha da pobreza e deveriam utilizar os cupões de alimentação (SNAP na sigla em inglês), para satisfazer suas necessidades alimentares, o que significa um aumento de 70% desde 2008, devido à elevada taxa de desemprego e pobreza. Segundo aquela publicação, desde o início da recessão, em 2008, 28,2 milhões de pessoas inscreveram-se no SNAP…

Snowden não se equivocou ao fugir dos EUA

Daniel Ellsberg (1931), legendário ativista de direitos civis, tornou-se célebre por ter revelado em 1971 ao New York Times os chamado Papeis do Pentágono, que revelavam o envolvimento dos Estados Unidos no Vietnam. Doutor em Economia por Harvard, é também conhecido pela denominada Paradoxo de Ellsberg, no âmbito da teoria matemática da decisão. Aqui ele faz uma ingente defesa de Snowden e deixa sem justificativa os que lhe negam asilo…

Um terço dos estadunidenses sob assistência alimentar

De acordo com as cifras difundidas pela DFA, o número total de cidadãos que participam de alguns dos 15 programas de assistência alimentar patrocinados pelo estado supera a quantidade de trabalhadores do setor privado. O Bureaux Estatístico do Trabalho informou que os empregados no setor privado somam 97 milhões 180 mil e a população total dos EUA chegava aos 316.2 milhões em fevereiro de 2013. Entre os 101 milhões de subsidiados,…

Desperdício de recursos e ineficiências no Pentágono

Roberto García Hernández * O orçamento militar dos Estados Unidos que, segundo o previsto, deve chegar a mais de 638 bilhões de dólares em 2014, é maior que o total somado das outras 10 nações que mais gastam nesse campo. No entanto, este ano, a crise fiscal atual obrigou o pessoal da defesa a reduzir sensivelmente seus gastos. Os cortes fiscais obrigarão o Exército estadunidense a por fora de serviço…

Snowden reafirma denúncias e pede garantias para voar até a América Latina

Após reunião com representantes de entidades internacionais de defesa dos Direitos Humanos, Edward Joseph Snowden denunciou novamente que o Governo dos Estados Unidos vêem cometendo continuamente violações constitucionais contra os direitos civis da população. Segundo Snowden, as práticas de vigilância massiva violam ainda o artigo 12 da Declaração Universal dos Direitos Humanos e inúmeros tratados internacionais. A reunião aconteceu nesta sexta feira no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou e durou…

Pastor fundamentalista sugere criação de botão vomitar no Facebook

Caso lhe fosse facultado o poder, o pastor fundamentalista estadunidense Pat Robertson adicionaria um botão chamado “vomitar” às páginas do sitio da rede social Facebook. A proposta foi feita durante o programa na televisão comandado por Robertson e o botão “vomitar” seria criado “para expressar repúdio a casais homossexuais que publicam fotos em seus perfis e postagens. A declaração teria sido motivada por uma pergunta feita por um dos telespectadores, que…

Snowden agradece ao presidente do Equador Rafael Correa

“Existem poucos líderes mundiais que arriscariam estar do lado dos direitos humanos de um individuo diante do governo mais poderoso do planeta, e a valentia do Equador e seu povo é um exemplo para o mundo. Devo expressar meu profundo respeito por seus princípios e meu sincero agradecimento pela ação de seu governo ao considerar minha solicitação de asilo político. O governo dos Estados Unidos montou o maior sistema de…

Diante da espionagem: não a impunidade, nova institucionalidade e ética a partir do Sul

Espionar, como ato relacionado ao controle de países, instâncias e pessoas – conterrâneos e do mundo inteiro – não só gera uma posição de privilégio para o país que espiona, com vantagens espúrias que vão desde o espectro político e militar até o comercial e financeiro, como também anula o mínimo de conteúdo ético, acima de tudo, despertaram os sentidos de humanidade contemporânea. Espionar tudo e a todos desgasta e…

Brasil pede explicações aos Estados Unidos sobre espionagem eletrônica

Mariana Branco* O governo do Brasil pediu explicações aos Estados Unidos (EUA) sobre a espionagem das comunicações de cidadãos brasileiros pela Agência Nacional de Segurança daquele país (NSA, na sigla em inglês). De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, os esclarecimentos foram solicitados por meio da Embaixada do Brasil em Washington e, ainda, ao embaixador dos EUA no Brasil. O ministro disse que o Itamaraty recebeu com…

Em caminhada, ativistas pedem a liberdade de Oscar López Rivera

Tatiana Félix* Começou nesta quarta feira (3) em Loíza, Porto Rico, a Caminhada pela Liberdade de Oscar López Rivera, uma iniciativa da Federação Universitária Pró-Independência (FUPI) que tem como objetivo levar a reivindicação da liberdade do preso político para comunidades mais marginalizadas. Durante o trajeto, que segue até o próximo dia 14 e terminará em San Sebastián, serão feitas apresentações artísticas e diálogos sobre a vida de Oscar López. Em 29…

Snowden é a ponta de um iceberg

 Percy Francisco Alvarado Godoy* O affaire Snowdem está se transformando em uma complicada intriga de espionagem cujo desenlace ainda parece incerto. Por um lado, o pai do perseguido pelos EUA assegurou que seu filho poderia regressar a seu país sob certas condições, o que implicaria em não ser detido de imediato e ficar em liberdade até que se realize um julgamento justo, o que parece duvidoso para o jovem. Estes…

Despesas militares dos EUA superam as dos dez principais países juntos

O orçamento militar estadunidense nos últimos dois anos foi maior que a soma dos gastos dos 10 países que mais investem em defesa e constituiu 40 por cento dos egressos mundiais nesse setor. No período citado, o país destinou a atividades bélicas 668 bilhões de dólares, cerca de cinco por cento de seu Produto Interno Bruto, volume quatro vezes superior ao monte dedicado pela República Popular da China, que ocupa…

A segurança dos EUA nas mãos de uma empresa privada

Pratap Chatterjee* Edward Snowden, empregado da empresa privada de inteligência Booz Allen Hamilton, filtrou informação sobre a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, em especial sobre a área dos empresários que consomem em torno de 70 por cento dos 52.000 milhões de dólares do orçamento nacional destinado aos serviços secretos. Alguns analistas aproveitaram as revelações de Snowden para denunciar o papel dos empresários privados no governo e na segurança…

Conselho de guerra contra quem revelou os crimes de guerra

Carlos Enrique Bayo* Conselho de guerra contra quem revelou crimes de  guerra dos Estados Unidos … para que continuem impunes. Estamos assistindo em Maryland a maior burla da Justiça internacional que se tenha encenado nos tempos modernos. Nas instalações militares de Fort Meade se realiza um conselho de guerra sem precedentes: o processo contra o soldado Bradley Manning, que já leva três de seus 25 anos de idade preso em…

Cortes fiscais nos Estados Unidos afetam os mais pobres

Matthew Charles Cardinale* O Congresso dos Estados Unidos está a ponto de fazer cortes de bilhões de dólares no Programa de Assistência Nutricional Complementar, comumente conhecido por seus cupões de alimentos, que beneficiam milhões de pobres e indigentes. As contribuições seriam reduzidas em novembro, quando expiram os que haviam sido incluídos, em versão aumentada, na Lei de Recuperação e Reinvestimento de 2009, o pacote de estímulo federal. A redução será…

América Latina cercada por Estados Unidos através de suas 76 bases militares

Nicolás Rojas Scherer* O que segue é uma entrevista com a socióloga argentina Rina Bertaccini, coordenadora de estudo, elaborado em 20012, sobre bases militares estadunidenses na América Latina e os postos militares britânicos nas Ilhas Malvinas. A pesquisadora social analisa a atualidade do imperialismo: “Está aplicando políticas atualizadas para dominar os povos e suas riquezas naturais”, afirma. Uma pesquisa elaborada em 2012 em conjunto pela Ctera e o Mopassol sobre…

Os Estados Unidos não são um paraíso para as crianças

Luis Beatón * A administração do presidente Barack Obama encabeça um ataque histórico à educação pública, com centenas de escolas fechadas e centenas de milhares de professores despedidos nos últimos quatro anos. A informação poderia parecer exagerada mas diversas estatísticas demonstram que os Estados Unidos não são um paraíso para as crianças, vítimas, além disso, de altos níveis de pobreza para uma de cada sete delas. Um recente relatório do Fundo…

A compra e venda dos acadêmicos dos EUA pelo neoliberalismo global

Mais além da kafkiana presença de Felipe Calderón em um de seus cubículos – o que ultrajou setor da opinião público do México por carecer da respeitabilidade de credenciais acadêmicas e axiológicas -, a lendária Universidade Harvard se vê envolvida em escândalos nada didáticos. Entre eles, sua colaboração com o latrocínio milionário de dois de seus professores, o economista Andrei Shleifer e o advogado Jonathan Hay, na adoção do modelo…

Cuba/EE.UU.: será possível o consenso? (IIª parte, final)

Miguel Lozano *  A realidade concreta faz da busca de consenso nas relações entre Cuba e Estados Unidos um exercício complicado, na opinião de 16 acadêmicos de ambos os países que, mesmo assim, estão de acordo em propor aos seus governos vias de acercamento. Na opinião do doutor Carlos Alzugaray, um dos oito cubanos que junto a oito estadunidenses elaboraram recomendações aos dois governos, o projeto conhecido como Oficinas Acadêmicas…

Cuba – EUA: será possível o consenso? – I

Miguel Lozano * Prendidos em um contexto de enfrentamento que caracteriza as relações cubano-estadunidenses por mais de meio século, acadêmicos de ambos os países elaboraram uma rota para o acercamento, cuja primeira fase seria a substituição da desconfiança pelo consenso. Sem pretensão de solucionar com um exercício intelectual uma pugna sumamente complexa, os integrantes das Oficinas Acadêmicas Cuba Estados Unidos – TACE elaboraram algo mais de 20 recomendações, resultado do…

As vítimas que a mídia ignorou: a explosão de West no Texas

Amy Goodman*  A Maratona de Boston e suas repercussões monopolizaram a atenção dos meios de comunicação dos Estados Unidos. Não obstante, outra serie de explosões ocorridas dois dias mais tarde, nas quais o número de vítimas mortais foi quatro vezes maior, teve muito menos cobertura midiática. Foi o pior acidente industrial em anos, ainda que chama-lo de acidente não leva em conta que era evitável e que possivelmente se trate…

Estratégia antidrogas dos EUA provoca críticas e desconfiança

A nova estratégia antidrogas dos Estados Unidos foca este mal como um problema de saúde, em momentos em que mais de 70% dos estadunidenses consideram um fracasso a luta contra esse flagelo. O diretor de Política Antidroga da Casa Branca, Gil Kerlikowske, apresentou as linhas para 2012 para esse tema na Escola de Medicina John Hoipkins no estado de Maryland, que inclui uma maior ênfase no uso de tratamentos médicos…

Wounded Knee e a memória coletiva

Joseph Brings Plenty* A palavra sioux lakota takini significa “morrer e voltar”, mas, a miúdo se traduz simplesmente como “sobreviver”. É uma palavra sagrada que desde há muito tempo tem estado associada com a matança perpetrada pelos soldados do Sétimo Regimento de Cavalaria dos EUA contra uma multidão de homens, mulheres e crianças dakotas desarmados, no inverno de 1890. Wounded Knee foi chamada a última batalha da guerra dos Estados…

WikiLeaks: O rei Juan Carlos foi o melhor informante dos Estados Unidos antes de subir ao trono

O rei Juan Carlos foi, nos últimos anos do franquismo e durante a transição, “o melhor informante dos EEUU.” em busca do apoio de Washington, segundo revela o diário espanhol Público.es baseando-se em telegramas diplomáticos cedidos por WikiLeaks. O então príncipe da Espanha informou a Washington com luxo de detalhes a crise cardíaca sofrida pelo ditador Francisco Franco no dia 16 de outubro de 1975 que o levou à beira…

EUA decididos a conseguir “novo equilíbrio” no Pacífico Asiático

Jim Lobe* Em meio de novas tensões com Coréia do Norte e, em menor escala, com China, o governo dos Estados Unidos insiste em que está decidido a conseguir um “novo equilíbrio” no Pacífico Asiático e assegura estar plenamente comprometido com a Coréia do Sul e com o Japão, seus aliados na região. Em discurso na Sociedade Asiática em Nova York, o conselheiro de Segurança Nacional, Thomas Donilon, ofereceu…

Imaginando uma Nova York sustentável para 2030

Stephen Leahy* O centro do distrito metropolitano de Manhattan está repleto de silenciosos automóveis, enquanto milhares de pessoas caminham pelas ruas escutando cantar os pássaros primaveris entre os arranha-céus que brilham no límpido ar matinal. É a cidade de Nova York em abril de 2030. Isto não é uma fantasia. É um objetivo perfeitamente possível de ser atingido, segundo o especialista em energia Mark Jacobson, da Universidade de Stanford. De…

As dez notícias mais censuradas pelos EUA

Occupy, na mira da lei e da censura nos EUA Monopólios da comunicação não divulgam informações ameaçadoras e que contrariam os seus interesses. Se os defensores das liberdades civis no Brasil acham que temos problemas graves de tentativas de censura e de informações deturpadas de acordo com os interesses dos grandes grupos de comunicação, nos EUA a situação não é muito diferente. As 25 notícias mais censuradas pela grande imprensa…

A manchete que ninguém deu: EUA, único país da América que limita viajar

Correm rios de tinta e muitos milhões de bits na Internet chamando a atenção sobre o fato de que, os cubanos já podem viajar livremente a qualquer país do mundo, com o único requisito  de que se lhe outorgue visa. A poucos surpreende que o governo cubano não tenha implementado algum requerimento adicional para viagens aos Estados Unidos, de onde foram organizados atos terroristas que custaram milhares de vidas. Onde…

Sindicalismo e militarismo em crise nos EUA

David Brooks* Duas notícias que a primeira vista não parecem relacionadas foram destacadas nas páginas dos jornais destes dias: a taxa de sindicalização dos trabalhadores nos Estados Unidos caiu a seu nível mais baixo em quase um século e, no que alguns consideram um grande passo na equidade dos sexos, agora permitem que as mulheres militares participem nas primeiras linhas de combate. As cifras sobre sindicalização são alarmantes para os…

O ataque do peixe Frankenstein

Pela equipe de Avaaz* Os Estados Unidos estão a ponto de oferecer ao mundo o primeiro animal comestível geneticamente modificado: um salmão mutante que poderá acabar com populações  inteiras de salmões selvagens e colocar em risco a saúde das pessoas. Porém, podemos evitar antes de que esse suspeito peixe “Frankenstein” chegue a nossos pratos. Esse novo tipo de peixe falsificado cresce duas vezes mais rápido que um salmão normal, e…

Descontrole de armas – O corrido de Rosita Alvirez

Néstor García Iturbe* Um mês depois do massacre perpetrado na escola primária Sandy Hook de Neton, Connecticut, o presidente Obama pediu a proibição das armas de assalto e os carregadores de grande capacidade. A Associação Nacional de Rifle (NRA) sustenta que o Congresso não conseguirá nenhuma das duas coisas. A proposta de Obama é apresentado em momento em que o governador de Nova York, Andrew Cuomo, acaba de firmar…

A atualização migratória em Cuba aposta por um fluxo legal e seguro

Waldo Mendiluza* A entrada em vigor a 14 de janeiro de novas medidas migratórias em Cuba gera expectativas e coloca em pauta um tema que durante décadas esteve marcado pela política de Estados Unidos com relação à Ilha. O governo cubano situa essa atualização no propósito de promover um fluxo legal, ordenado e estável de pessoas desde e para o país, questão que considera prejudicada pela agressividade de Washington. Milhões…

EUA Campeões em violar Direitos Humanos

Os Estados Unidos deveriam olhar para seu próprio umbigo antes de meter o bedelho nos assuntos internos de outros países. Faltam-lhe autoridade moral. Quando cobram respeito aos Direitos Humanos não o fazem por ética e sim em função de seus interesses hegemônicos. Este é em síntese o conteúdo de um informe sobre a situação dos Direitos Humanos nos Estados Unidos em 2011, divulgado pela agência chinesa Shinhua.

A humanidade disse basta a 50 anos de bloqueio a Cuba

Paulo Cannabrava Filho* Em obediência à resolução 66/6 da Assembleia Geral da ONU, o secretario geral Ban Ki-moon, solicitou a todos os estados membros e organismos do sistema da ONU que lhe encaminhassem um parecer sobre a “Necessidade de por fim ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA contra Cuba. Repete-se um fato histórico: Os Estados Unidos estão sós contra a humanidade que quer viver em paz. De…

Sexo, perseguição política e Assange

<<Marco A. Gandásegui, tradução Diálogos do Sul>> Os círculos políticos norte-americanos, associados ao poder (establishment), pensaram que podiam transformar Julian Assange em um objeto de escândalo sexual. Acreditavam que era possível destruí-lo, submentendo-o, na Suécia, a um julgamento com distinções sexuais. Posteriormente, seria extraditado para os Estados Unidos e convertido em prisioneiro de guerra, segundo a legislação terrorista deste país. Uma recente experiência fez cair em desgraça o presidente do…

Movimento “Ocuppy” e Geração 68

Brecht dizia que a gente deveria aprender a ver ao invés de olhar bobamente.Paulo Cannabrava Filho* Nos Estados Unidos, neste final de ano estão a ocorrer fatos que merecem uma reflexão que vem sendo eludida pela mídia dos poderosos. Os 99% estão saindo da toca e contestando o modelo, exigindo alternativas. Nestes tempos de TIC, além de aprender a ver, não basta aprender e saber falar. Há que aprender a…

Quem tem medo de Barak Obama

Paulo Cannabrava Filho* É impressionante o comportamento da mídia brasileira com relação às eleições nos Estados Unidos. Em nenhum outro país, nem nos Estados Unidos, deu-se tanto espaço para o evento. Além do exagero da cobertura tratam o tema como espetáculo e criam um clima de expectativa tal como se aguardássemos a chegada de um novo Messias. Barack Obama é o candidato favorito também na Europa acolhido pela mídia espetáculo…