Evento terá depoimentos e mesa redonda com participação dos coletivos Meninos e Meninas de Rua, Levante Popular da Juventude, Artigo 19, União da Juventude Socialista e do Conselho Nacional da Juventude.

documentário Lute como uma Menina
Documentário “Lute como uma Menina”

Desde as manifestações de junho de 2013, os coletivos juvenis de resistência têm ganhado protagonismo na luta por direitos no Brasil. Em 2016, foram realizadas diversas ações e manifestações organizadas por grupos e coletivos jovens nas ruas das principais capitais do país. Para debater a participação dos coletivos juvenis, no dia 11 de março (sábado), o Memorial da Resistência, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, abre espaço e realiza a primeira edição do ano do projeto Sábados Resistentes, organizado em parceria com o Núcleo de Preservação da Memória Política.

O evento acontece às 14h e terá depoimentos de militantes de diversos coletivos juvenis de resistência, exibição de trecho do documentário “Lute como uma Menina” e apresentação musical da Cantora Anna Bueno, que integra o coletivo M.A.P (Movimento Aliança da Praça). Com o objetivo de debater a importância da participação da juventude na luta por direitos humanos e pela democracia.

Estarão presentes representantes dos grupos Levante Popular da Juventude, Projeto Meninos e Meninas de Rua, Conselho Nacional da Juventude, do movimento secundarista e a advogada Camila Marques, que apresentará o relatório recém publicado “Nas ruas, nas leis, nos tribunais”, do Artigo 19, sobre a liberdade de manifestação no Brasil.

PROGRAMAÇÃO

14h00 – Boas vindas – Kátia Felipini Neves (Memorial da Resistência de São Paulo) e Wilma Motta (representante da família)
14h10 – Coordenação – Maurice Politi (Núcleo de Preservação da Memória Política)
15h – Mesa Redonda
16h – Debate

MÚSICA
Anna Bueno é cantora, compositora, poeta, instrumentista e arte educadora. Integra o coletivo M.A.P (Movimento Aliança da Praça), cujo foco é disseminar arte pelos bairros periféricos. Possui um álbum autoral intitulado “Inspir’Ação”, lançado em setembro de 2016.

MESA REDONDA
Juliane Furno é doutoranda em economia na Unicamp e militante do Levante Popular da Juventude desde 2006, onde já contribuiu com diversas tarefas e processos de luta, sendo parte da organização da primeira rodada de escrachos contra os torturadores da ditadura militar e pela Memória, Verdade e Justiça.

Marco Antônio da Silva Souza é coordenador estadual e nacional do Projeto Meninos e Meninas de Rua (PMMR). Iniciou a militância na área da infância na primeira metade dos anos oitenta como liderança dos meninos que trabalha e vivia nas ruas do ABC-Paulista/SP e participou no 1º Encontro Nacional de Meninos e Meninas de Rua. Ainda adolescente, entrou no Movimento Nacional de Meninos Meninas de Rua (MNMMR) e atuou na mobilização contra o extermínio de meninos e meninas de rua e pela aprovação do Estatuto da Criança e Adolescentes (ECA).

Caroline Fonseca é integrante da União da Juventude Socialista e do movimento secundarista. Participou da ocupação da Escola Estadual Brigadeiro Gavião Peixoto, a maior escola da América Latina, onde estuda, e de diversas outras ocupações e manifestações.

Flávio Colombini é cineasta, um dos diretores do documentário “Lute como uma menina!”, sobre as estudantes que ocuparam escolas em protesto contra reorganização escolar imposta pelo governo de São Paulo. Flávio também costuma fotografar e filmar os atos dos estudantes secundaristas e das militantes feministas.

Daniel Souza é filósofo, doutorando em ciências da religião pela Universidade Metodista de São Paulo e presidente do Conselho Nacional de Juventude, que também instituiu a Secretaria Nacional de Juventude, vinculada à Secretaria-Geral da Presidência da República.

Camila Marques é advogada e coordenadora do Centro de Referência Legal em Liberdade de Expressão e Acesso à Informação da ARTIGO 19. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Atualmente também é Conselheira Consultiva da Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

SERVIÇO

Memorial da Resistência de São Paulo
Endereço: Largo General Osório, 66 – Luz – Auditório Vitae – 5º andar
Telefone: (011) 3335-4990/ faleconosco@memorialdaresistenciasp.org.br
Aberto de quarta a segunda (fechado às terças)
Entrada Gratuita

Mais informações à imprensa
Memorial da Resistência de São Paulo
Kátia Felipini Neves (11) 3335.4990 | kneves@memorialdaresistenciasp.org.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa
Gisele Turteltaub (11) 3339-8162 | gisele@sp.gov.br
Viviane Ferreira (11) 3339-8243 | viferreira@sp.gov.br