A crise social, política e econômica pela qual passa a Venezuela tem um sério agravante: a desinformação e o partidarismo dos grandes grupos de comunicação.

terrorO terrorismo midiático na Venezuela contra o governo do sucessor de Hugo Chávez, Nicolás Maduro, e o processo de Constituinte levado a cabo no país irmão será tema de debate na quinta-feira (13), em São Paulo.

Guilherme Boulos (MTST), Igor Fuser (professor da Universidade Federal do ABC), Socorro Gomes (Conselho Mundial da Paz) e Paola Estrada (Alba Movimentos) participam do bate-papo.

A falta de opiniões e ideias que reflitam outras perspectivas sobre as razões e os desafios da crise atravessada pela Venezuela resultam em um cenário desigual e altamente danoso à democracia e ao processo de transformação da realidade iniciado por Hugo Chávez.

A confusão atinge, inclusive, diversos setores da esquerda brasileira. A proposta do debate é lançar luz sobre a situação da Venezuela e atentar para a necessidade de romper o cerco informativo sobre o que acontece no país. 

O encontro ocorre na sede do Barão de Itararé, na Rua Rego Freitas, 454, conjunto 83 (próximo ao metro República), em São Paulo.