..não é “sessão da tarde” de um faroeste barato onde entre pipocas e refris uns torcem pelos “bandidos” outros pelo “mocinho”…é vero…a nuvem não era pajelança era gás lacrimejante…

tt1

….aconteceu nos gramados de Brasília, foi mais um confronto explícito na cara das lentes e alimentado pela omissão do Estado (esse choque foi registrado embora, todo dia, aconteça o extermínio longe das cameras)….

tt2

…enquanto isso, em imoralidade tb explícita, verifica-se q o atual sinistro temerário Omar Serraglio (PMDB), em 55 dias de cargo na justiça usurpada pelo golpe, recebeu 82 líderes do agrobusinesse e NENHUMA liderança indígena…

tt3

…o Estado chama a polícia e, esta, ignorante da sua própria matriz familiar, atua estupidamente sobre pessoas (seus irmãos) q tentam sobreviver com o mínimo de dignidade…pela terra, sua língua, cultura e vida…

tt4

…relembro Nabuco sobre a abolição da escravatura: “vcs não estão libertando escravos, vcs estão libertando é o Brasil da vergonha escravocrata”…

…pois vcs não estão massacrando povos originários, vcs estão exterminado o q mais legitima o conceito de uma real nação fraterna: o respeito ao diverso e o direito às diferenças…

…e é pela terra q começa o caminho até a plenitude da cultura de vida…remarcação, já…

*TT intervenções s/ fotos d ueslei marcelino e gregg newton da REUTERS e Wilson Dias da AGENCIA BRASIL