Não há no mundo um fenômeno natural que tenha tanta relação com um personagem das letras como a Corrente do Golfo, situada entre os Estados Unidos e Cuba, inseparável do prêmio Nobel de Literatura, Ernest Hemingway.

Roberto F. Campos*

EH 1148NDesde que, em 1928, o autor de Adeus às Armas chegou pela primeira vez a Havana no vapor Orita, segundo algumas versões, o mar e sua corrente marítima começaram a se imprimir no olhar e nos sentimentos desse então jovem repórter.

O escritor diria: “… a principal razão de viver em Cuba é o Grande Rio Azul, de três quartos a uma milha de profundidade e de sessenta a oitenta milhas de largura”, onde pescou agulhões e passou bons momentos.

Para o romancista esse espaço marinho teve verdadeiro realce.

Portanto, a Corrente do Golfo é significativa e é preciso conhecer mais de perto suas peculiaridades.

Os valores do mar

Ilhas-na-CorrenteA Corrente do Golfo é uma via marítima muito peculiar que cruza o Estreito da Florida até chegar a uma largura de 80 quilômetros e uma profundidade entre 600 e mil metros, segundo entendidos.

O Manual de Meteorologia Náutica e Oceanografia da livraria espanhola de São José a define como uma corrente que se movimenta no Atlântico, no hemisfério Norte.

É um fenômeno natural constituído pelas correntes equatoriais do norte e do sul que percorre a costa oriental dos Estados Unidos com um limite de aproximadamente 200 metros de profundidade.

Trata-se de um rio quente até o cabo Hatteras com velocidades de pelo menos cinco nós (uns 18 quilômetros por hora), apesar de avaliar-se que percorre entre 19 e 30 milhas diárias no trajeto entre Havana e Charleston.

Depois muda seu rumo, mais para o Norte, inclina-se para o Leste, cresce, perde velocidade para unir-se à Corrente do Lavrador (fria) contornando o mar dos Sargaços.

No entanto, é um imponente caminho que separa os Estados Unidos de Cuba, está muito perto de Havana e Matanzas, da capital e dessa província ocidental cubana, onde se realizam anualmente as competições do Torneio Hemingway da pesca do agulhão, um dos mais antigos do gênero, criado em 1950.

As origens das correntes marítimas estão nas águas dos oceanos em constante movimento horizontal. Contam com um rumo indicador da direção de deslocamento, com uma velocidade e uma intensidade que as qualificam.

Existem correntes de maré e de marinhas. As primeiras são propriamente movimentos horizontais e são vistas ao longo de costas, rios, baías e estuários.

Isso depende da atração da Lua e do Sol, e são dependentes dos movimentos rotatórios da Terra. Os astros, portanto, provocam o movimento vertical de subida e descida das águas.

As Correntes de Maré são periódicas e dependem, por sua vez, da conformação dos fundos. São conhecidas como de Fluxo e Entrante quando se trata de uma aproximação a terra e de Refluxo no sentido contrario.

Embora as correntes sejam classificadas em Periódicas, Permanentes, Costeiras, Superficiais e Submarinas, as contra correntes se formam quando uma dessas correntes se choca com a costa e produz refluxo das águas, de acordo com especialistas.

A Corrente do Golfo é uma corrente Permanente e Costeira Forte, na qual em  determinados momentos podem ser vistas ondas altas e ventos de determinada força.

Em alguns momentos essas peculiaridades impedem a navegação, ou simplesmente as águas são aprazíveis e perfeitas para a pescaria. A temperatura nesses fluxos oscila entre 28 e 30 graus centígrados, embora no outono esfriem notavelmente.

Para Hemingway, ter um conhecimento claro dessa corrente era importante e assim o manifestou a muitos amigos.

Ele sabia que é em maio que essa corrente mais se aproxima de Cuba em uma linha distante de umas duas milhas, encontrando-se com uma contracorrente cubana desde a baía Honda, no ocidente, até o golfo do México.

Outro ponto recomendado para a pesca está entre Jaruco (Leste) e o porto de Havana. Além disso, o canal de pesca se complementa entre a baía de Cabañas, na província de Pinar del Río, e o porto de Mariel, a oeste da capital cubana.

Tal foram o uso desse lugar pelo escritor, seu exame e difusão em seus textos, que a região central dessa corrente chegou a ser denominada de A Milha Hemingway, onde são realizadas as melhores capturas dos peixes de bico.

*Prensa Latina, de Havana para Diálogos do Sul