Activists Rally In New York In Support Of NSA Whistleblower Edward Snowden
Edward Snowden é um herói da luta contra o imperialismo norte americano.

Refugiado desde o dia 23 de junho, no aeroporto de Sheremetievo, em Moscou, o norte americano e ex-agente da CIA e da NSA, Edward Snowdem poderá escolher entre a Venezuela, Nicarágua e a Bolívia como destino final de sua saga de luta contra o imperialismo norte americano. Segundo o portal Wikileaks, Snowden teve negado pedidos de asilo por outros 21 países, entre os quais a Espanha, a Itália, a França e Portugal que nesta semana hostilizaram o presidente boliviano Evo Morales ao negar permissão para que o avião no qual viajava o líder indígena a sobrevoar ou pousar em seus territórios.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta sexta-feira (05/07) que concederá asilo a Edward Snowden, cuja a extradição está sendo requerida pelos Estados Unidos devido ao vazamento de informações sobre seus programas de espionagem.

Maduro
O presidente da Venezuela Nicolau Maduro anunciou que aceita o pedido de asilo de Snowden.

“Em nome da dignidade de América, como chefe de Estado e de governo da República Bolivariana da Venezuela, decidi oferecer asilo humanitário ao jovem norte-americano Edward Snowden, para que possa vir morar na pátria de Bolívar e de Chávez. Informo que decidimos oferecer esta figura do direito humanitário internacional para proteger este jovem da perseguição do mais poderoso império do mundo.”- declarou Maduro.

“Afinal, quem viola a lei internacional? Um jovem que decidiu, numa atitude de rebeldia, dizer as verdades sobre a espionagem dos Estados Unidos contra o mundo ou um governo como o dos Estados Unidos, apoiado nas elites imperialistas que espiam o mundo inteiro? Quem é o violador do mundo? Um jovem de 29 anos que denuncia os planos do governo dos EUA que lança bombas e arma a oposição terrorista contra o povo da Síria e contra o presidente legítimo Bashar Assad, quem é o terrorista? Quem é o delinquente mundial?”, questionou Maduro.

O anúncio aconteceu durante um desfile militar em comemoração ao dia da independência da Venezuela. Maduro disse para os integrantes das Forças Armadas que é preciso não somente “sentir” a independência e a soberania, mas exercê-las.

evo(3)
Após ter sido afrontado por países europeus submissos, Evo Morales diz não temer retaliações.

Anteriormente também o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, havia sinalizado que aprovaria o pedido de asilo de Snowden. “Caso às circunstâncias permitam, receberemos Snowden com todo o gosto na Nicarágua.” Ortega porém não detalhou sua oferta.

Finalmente o presidente da Bolívia, Evo Morales, disse neste sábado (06/07) que dará asilo a Edward Snowden. “Quero lhes dizer, que esta noite estive refletindo e quero anunciar que caso solicitado vamos dar asilo a este norte-americano, perseguido pelos seus próprios compatriotas”. A declaração de Morales teria acontecido  no município de Chipaya, no estado boliviano de Oruro e foi confirmada pela ABI (Agência Boliviana de Informação).

O líder indígena disse ainda não ter medo de retaliações do império estaduniense “ e que concederá o asilo por “razões humanitárias”.

Na quinta feira (4) a Rússia havia solicitado a Snowden que decidisse pedir ou não asilo ao país. Impondo como condição de permanência em território russo “cessar suas ações dirigidas a prejudicar nossos parceiros americanos”. Independentemente da concessão de asilo, as autoridades russas anunciaram que não pretendem extraditar Snowden para os EUA.

 

.