Nas redes sociais, procuradores se vangloriam do acordo firmado com a JBS. A multa será de R$ 10,9 bilhões, pagos em 25 anos com correção pelo IPCA.

Luís Nassif*

mpfjbsProcuradores da Lava Jato correram a estimar que, com a correção pelo IPCA, valor poderá chegar a R$ 20 bi.

Trata-se de erro financeiro bisonho.

A correção pelo IPCA meramente repõe o valor real da multa, considerando a inflação. Mas não inclui o fator juros.

Supondo uma taxa de juro real de 4% ao ano – padrão Brasil – o valor real da multa será de R$ 6,4 bilhões. Ou seja, se a JBS depositasse R$ 6,4 bilhões hoje, com os rendimentos conseguiria quitar a dívida em 25 anos.

Na verdade, esticar por 25 anos e não incluir a taxa real de juros foi apenas uma maneira de melhorar o valor, para um público e uma mídia que até hoje não aprendeu a diferença entre valor nominal e valor real.

arrogância

 

Ilustrações: tt Catalão*