“O império das pequenas baixezas alimenta-se d homenzinhos rebaixados q atuam esquivos sorrateiros e viscosos untados pela insignificância d seus torpes atos – golpe para galgar o topo infame, galope para atingir o top vexame”.

tt Catalão*

Ilustração de tt Catalão
Ilustração de tt Catalão

caracterizam-se pela prática despudorada da injúria, embora mantenham polidas membranas camufladas onde julgam estar protegidos dos seus atos infames…

(proliferam por omissão conivência e fatalmente pela cumplicidade nociva dos q adubam sua laia)..

são figuras descartáveis e rancorosas q nutrem estratégias vingativas por não serem aceitos onde habite um mínimo d inteligência, graça e cordialidade…

recorrem ao império das pequenas baixezas atraídos pela própria volúpia de poder e contam com a virulência das bactérias q se multiplicam ao menor sintoma d fraqueza e traição entre os q deveriam mante-los distantes:

vampirizam oratórias, creem-se cultos, empolam discursos, assimilam cacoetes da honra, mas carregam a incômoda sensação dos penetras em festa alheia pelo hábito frequente de se esgueirar por frestas fétidas, cantos mórbidos como vermes que deslizam nas sombras em celebrações luminosas –

sendo insetos provenientes de larvas secundárias não suportam o brilho alheio e assim atacam; odeiam com a fúria da sua incompetência qdo revelada; arrastam fardos pesados por nunca criarem nada original e só usarem citações de segunda, idéias de terceiros, ideais de quarta e relações de quinta…deixando a sexta o sábado e o domingo para o lazer torpe entre os q desfrutam da pior solidão possível: sempre cercado por inveja cobiça medo calúnia e traição..

a mesquinharia desses exemplares sub-humanos precisam do escudo dos cargos para “mostrarem q são alguma coisa”, uma vez q, sem títulos, não se sustentam como pessoa; assim, rastreiam d rastros favores e dobram-se sob o indigesto prato frio d migalhas regurgitadas por outros, vômitos afins…

embora aparentem certezas sobrevivem sob esquálida sub-condição moral e sabem, lá no fundo, q exercem subalternos papéis sujos onde são escórias fantasmas d tudo q seria digno…

desse lodo nesse lobby parte Temer e seus temerários: figurantes q se acham protagonistas e servos servis prontos para servir a trama, cancro ilusionista, necessários até serem descartados como reles golpistas…

assim repartem o botim, anestesiam o motim, deixam ao povo a sucata envolvidos na carcaça invólucro embalagem da sacanagem q foi a cassação de uma eleição legítima e seus 54 milhões de votos

assim vai a ilegítima e pomposa figura oca q se prestou ao enredo para entrar em cena deu sua cara ao artifício para q a farsa tenha aparência verossímil nessa democrápula democracia antro da crosta forjadora dos cristais impuros frutos d impostura e covardia

assim como saiu o Cunha e ficaram os por ele cunhados, assim não cai o Temer pq não saem seus tutores aliados mestres originais, mantem-se o crime, consolidado por omissão e conveniência, recebe aval para mais crimes sejam executados no grande acordo entre poderes corrompidos e viciados…

ex-brasília, outubro rubro 2017
* tt Catalão c/ imagem d Tommy Ingeberg