Boaventura de Sousa Santos

Destaque 1
1

Boaventura: passos para a unidade das esquerdas

No contexto atual de asfixiante doutrinação neoliberal, a construção e implementação de alternativas, por mais limitadas, têm, quando realizadas com êxito, além do impacto concreto e benéfico na vida dos cidadãos, um efeito simbólico decisivo que consiste em desfazer o mito que os partidos de esquerda só servem para protestar e não sabem negociar e muito menos assumir as complexas responsabilidades da governação.

Manchete
1

Boaventura: a esquerda sem imaginação

Uma vez com poder de governo, as forças de esquerda e progressistas comportam-se como se tivessem, além dele, o poder econômico, social e cultural que se reproduz na sociedade em geral, e com isso deixa de se reconhecer a gravidade ou mesmo a existência de antagonismo de classes, de raças e de sexos.

Entrevistas
0

A difícil reinvenção da democracia frente ao fascismo social

Entrevista especial com Boaventura de Sousa Santos Ricardo Machado* A democracia tornou-se uma daquelas palavras vazias de sentido. Como é usada para descrever tudo aquilo que não é um regime político autoritário, tendemos a não ver os tons de cinza entre o branco e negro. “Para uns, a democracia realmente existente está de tal modo descaracterizada que só por inércia ou distração se pode considerar como tal. Vivemos em regimes autoritários que se disfarçam com um…

Sem categoria
0

Boaventura Santos: Quinze questões para uma nova esquerda

Em uma entrevista com o professor português Boaventura de Sousa Santos, para a produção da reportagem sobre o avanço da direita na América Latina, publicada na edição 231 de Caros Amigos, perguntei como a esquerda poderia contrapor à ofensiva da direita, especialmente na América Latina. “Respondo em forma de teses para discussão”, indicou. A reportagem é de Vitor Taveira* Boaventura é professor da Universidade de Coimbra, Portugal, e da Universidade de Wisconsin-Madison, EUA. Dirige o…

Manchete
2

Brasil: a democracia à beira do caos e os perigos da desordem jurídica

Boaventura de Sousa Santos* Quando, há quase trinta anos, iniciei os estudos sobre o sistema judicial em vários países, a administração da justiça era a dimensão institucional do Estado com menos visibilidade pública. A grande exceção eram os EUA devido ao papel fulcral do Tribunal Supremo nas definições das mais decisivas políticas públicas. Sendo o único órgão de soberania não eleito, tendo um carácter reativo (não podendo, em geral, mobilizar-se por iniciativa própria) e dependendo…

Manchete
0

Boaventura: Para ler em 2050

Boaventura de Sousa Santos* Quando um dia se puder caracterizar a época em que vivemos, o espanto maior será que se viveu tudo sem antes nem depois, substituindo a causalidade pela simultaneidade, a história pela notícia, a memória pelo silêncio, o futuro pelo passado, o problema pela solução. Assim, as atrocidades puderam ser atribuídas às vítimas, os agressores foram condecorados pela sua coragem na luta contra as agressões, os ladrões foram juízes, os grandes…

Manchete
0

O mundo tornou-se mais violento e desigual

Quinze anos depois do primeiro Fórum Social Mundial, é tempo de um balanço. Mundo tornou-se mais violento, injusto e desigual. Encontro pode se renovar e tornar mais interventivo Boaventura de Sousa Santos* Escrevo de Tunis, onde participei no Fórum Social Mundial que se realizou pela segunda vez consecutiva no país que iniciou a “primavera árabe”, uma semana depois do atentado terrorista que matou 21 pessoas. Magreb que realizou com mais êxito a transição da ditadura…

Manchete
0

O mundo de mal a pior

Boaventura de Sousa Santos* Escrevo de Tunis, onde participei no Fórum Social Mundial que se realizou pela segunda vez consecutiva no país que iniciou a “primavera árabe”, uma semana depois do atentado terrorista que matou 21 pessoas. O primeiro fato notável é que mais de 50.000 mil participantes, vindos de 121 países, não se deixaram intimidar pelos extremistas e mantiveram a sua participação como testemunho de solidariedade para com o povo tunisino, o país do…

Sem categoria
0

À beira do estado de sítio

Boaventura de Sousa Santos* A liberdade de expressão tem limites, inclusive no Charlie Hebdo? Valores ocidentais ou hipocrisia? EUA alimentam o fundamentalismo islâmico. As vidas festejadas e as vidas esquecidas. O crime hediondo que foi cometido contra os jornalistas e cartunistas do Charlie Hebdo torna muito difícil uma análise serena do que está envolvido neste ato bárbaro, do seu contexto e seus precedentes e do seu impacto e repercussões futuras. No entanto, esta análise é urgente, sob…

Sem categoria
0

Boaventura intercede a favor dos indígenas

Em carta aberta às autoridades brasileiras, o professor Boaventura de Sousa Santos apoia os povos indígenas e repudia a PEC 215/200 Senhora Presidente Dilma Roussef Senhoras e Senhores Deputados ao Congresso Senhores Ministros Estatísticas oficiais estimam uma população de cerca de 900 mil indígenas no Brasil. São, ao todo, 305 povos que se comunicam em 274 distintas línguas. Esta incomensurável diversidade sociocultural de saberes e de práticas está em risco, com a aprovação da PEC…

Sem categoria
0

Brasil, a grande divisão

À quem e porque interessa a promoção do ódio sócio/político brasileiro Boaventura de Sousa Santos* As eleições do Brasil suscitaram as atenções da comunicação social mundial. Em grande medida, fez uma cobertura hostil da candidata Dilma Rousseff, no que foi zelosamente acompanhada pela “grande mídia” brasileira. O paroxismo do ódio anti-petista levou uma revista de grande circulação, a Veja, a enveredar por uma via provavelmente criminosa. O New York Times em nenhuma ocasião se referiu…

Direitos Humanos
0

Solidariedade com os jovens do México

Carta aos jovens do México Boaventura de Sousa Santos* Jovens da Cidade do México se manifestam no posto de pedágio da rodovia México-Cuernavaca, em solidariedade com familiares das normalistas de Ayotzinapa Yazmin Ortega Cortés. Dirijo-me a todos os meus amigos e a todas minhas amigas do México. Se me permitem, dirijo-me especialmente s vocês os jovens e as jovens do México. Uma comoção atravessa todo o mundo pelo horror do massacre dos jovens da Escola…

Sem categoria
0

Desculpe, Presidente Evo Morales

Boaventura de Sousa Santos* Excelentíssimo Senhor Evo Morales. Esperei uma semana que o Governo do meu país lhe pedisse formalmente desculpas pelo ato de pirataria aérea e de terrorismo de Estado que cometeu, juntamente com a Espanha, a França e a Itália, ao não autorizar a escala técnica do seu avião no regresso à Bolívia depois de uma reunião em Moscovo, ofendendo a dignidade e a soberania do seu país e pondo em risco a…