EUA

“Pátria” jornal de José Martí publicado nos EUA

Três lustros da vida do herói nacional cubano José Martí, transcorreram nos Estados Unidos, onde desenvolveu a maior parte de sua fecunda obra política e intelectual em fins do século XIX. Diony Sanabia* Nos EUA, cuja sociedade soube auscultar como poucos, preparou uma guerra contra o colonialismo espanhol e saiu para guerrear em sua pátria com armas nas mãos como…

Read More

Diplomacia e democracia nos EUA de Trump

Decorrido o primeiro mês da administração do presidente Trump estamos em melhores condições para avaliar as políticas e a direção do novo presidente. Um exame da política externa e interna, particularmente de uma perspectiva histórica e comparativa, proporcionará antevisões sobre se a América está a avançar para uma catástrofe como afirmam as mídias corporativas ou rumo a maior realismo e…

Read More

O dispositivo Clinton para desacreditar Trump

David Brock é considerado como um dos mestres da agit-prop (agitação & propaganda) do século 21. Personalidade sem escrúpulos, tanto pode defender uma causa como destruí-la, segundo as necessidades do seu empregador. Ele está à cabeça de um império da manipulação de massas. Thierry Meyssan* Este artigo é uma advertência : em Novembro de 2016, um vasto sistema de agitação…

Read More

Porto Rico: Com a colônia em bancarrota

A suprema definição está ao nosso alcance. Rubén Berríos* Em 18 de janeiro de 2017, o presidente do Partido Independentista Portorriquenho (PIP), Rubén Berríos, discursou no parlamento de Porto Rico (equivalente às assembleias legislativas estaduais brasileiras) sobre o projeto de lei, atualmente em tramitação no senado local, que convoca um plebiscito para decidir o estatuto da ilha. Porto Rico é…

Read More

Com Trump termina um ciclo

Poderíamos mudar o debate sobre Donald Trump e não nos concentrarmos no que ele faz, mas em sua importância histórica? Oxalá as seguintes reflexões sirvam para compreender que o presidente dos Estados Unidos representa, de fato, o final de um ciclo estadunidense e que estamos todos no mesmo barco. Roberto Sávio*  São necessárias umas quantas palavras, mas vale a pena…

Read More

Donald Trump: a receita para o nacionalismo é o protecionismo

Donald Trump conseguiu a simpatia de setores antagônicos: uma Esquerda fundamentalmente anti-imperialista (não aquela formada por jovens afetados e que só se importam com Obama segurando um guarda-chuva ou dando as mãos para a primeira dama) e uma Direita essencialmente politicamente incorreta. Com um discurso e propostas totalmente contrárias ao establishment atual, cercado pela mídia e demonizado pelas principais estrelas…

Read More

O Mundo de Trump: As linhas divisórias ao sul

Ordens executivas dedicadas aos países do Sul Carolina Vásquez Araya* A construção de muros na mente do presidente de Estados Unidos não se limita unicamente às portentosas cercas de concreto que pretende erguer na fronteiro com México. A abundante imaginação deste mandatário vai muito além disso ao reinventar as restrições para o ingresso de cidadãos de outros países por razões…

Read More

O Mundo de Trump: Mais uma da “esquerda trompista”

As pessoas relativamente simpáticas a Donald Trump, no campo progressista, gostam de afirmar que ele seria contrário à “globalização neoliberal”, por conta de medidas como a ruptura com o TPP e a denúncia do NAFTA. Breno Altman* Antes de mais nada, o conceito é frouxo. Mistura um fenômeno estrutural – globalização, sofisma inventado pela direita para imperialismo – com um…

Read More

Com ou sem Trump: EUA sempre ameaçaram aliados em troca de votos na ONU, diz especialista

“Se não jogarem conosco, reduziremos ou cortaremos a assistência”, essa é a regra não escrita com que a maioria dos doadores ocidentais ameaçam as nações em desenvolvimento quando não fazem o que eles querem na Organização das Nações Unidas (ONU). Thalif Deen* Em 1990, o Iêmen, então membro não permanente do Conselho de Segurança, se negou a votar a favor…

Read More

Vicenç Navarro: A despolitização do político

A frivolidade do suposto futuro sem trabalho Vicenç Navarro foi Catedrático de Economia aplicada na Universidade de Barcelona. Atualmente é Catedrático de Ciências Políticas e Sociais, Universidade Pompeu Fabra (Barcelona, Espanha). Este artigo analisa o estado de choque produzido no establishment político e mediático de Estados Unidos pelas políticas neoliberais e como juntamente com o triunfo de Donald Trump isso…

Read More

Trump: O fascismo continua sendo o fascismo

Por conta de uma análise nossa que circulou dia 23 de janeiro pela Internet, com título “Donald Trump e Adolf Hitler”, alguém comentou que isso era um anacronismo, uma comparação um tanto quanto arbitrária. Pois bem, vamos aprofundar um pouco no tema, inspirados nos primeiros decretos do novo Manda-Chuva gringo. Néstor Francia* Naquela análise advertimos: “o discurso de posse de…

Read More

Tribo Sioux de Standing Rock adverte Trump

Os índios Sioux de Standing Rock advertem a Trump: “criar outro oleoduto não fará os Estados Unidos grande outra vez. Amy Goodman e Denis Moynihan* Desde que assumiu, e já não só através do Twitter, o presidente Donald J. Trump não deixou de emitir ordens executivas e memorandos presidenciais. Na quarta-feira se pronunciou sobre os oleodutos de Keystone XL e…

Read More

O muro de Trump contra América Latina

1

Sem ir muito longe, o muro que Trump pretende construir não vai deter a imigração forçada de latino-americanos porque ela se deve à política externa dos Estados Unidos e sua ingerência na América Latina. Primordialmente. O acosso constante, a intromissão em assuntos internos de outros países que toma como próprios. O saque impiedoso em terras que sempre vulnerou à sua…

Read More

Quem tem medo de Donald Trump?

Reflexões sobre a vitória de Donald Trump e sua repercussão aqui e no mundo. Paulo Cannabrava Filho* Um dia desses, conversando com nossa equipe de jornalismo, riamos ao constatar que as notícias dominantes na mídia sobre Estados Unidos mais pareciam vir de uma república bananeira: as “Banana’s Republic”, Estados sem condições de estabilidade econômica e política devido à ingerência externa.…

Read More

Papa Francisco adverte: a Palestina já é um Estado

O Papa Francisco adverte a Trump e Netanyahu e coloca um marco. Poucos dias antes da posse do novo presidente estadunidense, Donald Trump, o pontífice recebeu o líder palestino Mahmoud Abbas por ocasião da abertura da Embaixada da Palestina junto à Santa Sé, no dia 14 de janeiro. Um sinal claro de política internacional em vista da imprevidente decisão anunciada por Trump de querer transferir a embaixada dos Estados Unidos em Israel…

Read More

Trump na Casa Branca

«Hoje é primeiro dia da III Guerra» #MundoDeTrump Essa a manchete do artigo de Nicolau Santos que abriu ontem a edição do jornal português «Expresso Curto». O título resume bem a histeria coletiva dos media europeus horas antes de Donald Trump tomar posse como presidente dos Estados Unidos. O discurso de Trump, muito breve, foi uma peça oratória de estilo…

Read More

A Confissão de John Kerry

Editorial de O Diario.info Já se sabia, através de fontes confiáveis, que o governo de Obama tinha desempenhado um importante papel na criação e financiamento do Daesh, o auto intitulado Estado Islâmico e sua intervenção na Síria e no Iraque. Somente após a divulgação dos monstruosos crimes cometidos pela organização terrorista, os EUA simularam combatê-la. Notícia publicada pelo New York…

Read More

O Isolamento dos EUA, por Noam Chomsky

Noam Chomsky reflete sobre Israel, Trump e a Nova Ordem Mundial, uma aliança entre estados autoritários que se parece estar a estruturar. Noam Chomsky* A 23 de dezembro de 2016, o Conselho de Segurança da ONU passou a Resolução 2334 por unanimidade, com a abstenção dos EUA. A Resolução reafirma “que a política e práticas de Israel em estabelecer colonatos…

Read More

Vai-se o bom Obama, negro por gosto

1

Muitos acreditaram que por ser negro, Obama representaria uma mudança transcendente na política interna e externa dos Estados Unidos, mas o bom samaritano foi negro à toa. Um negro afim ao sistema e tão Ku Klux Klan como a própria Hillary Clinton e Trump. Ilka Oliva Corado* Não há ponto de comparação nem como ser humano, nem como político entre…

Read More

Nova geopolítica global: Análises presunçosas

Um grupo dos mais proeminentes cientistas sociais produziu um informe para o poder dos Estados Unidos. Se referia à situação na União Soviética dezenas de anos adiante. Os conspícuos estudiosos detalharam os prós e os contras futuros no país comunista. Não perceberam que ruiria. Muitos poucos doutores em economia previram a crise de 2008. Rómulo Pardo Silva* Não obstante essas…

Read More

A coragem de ser articulista nos EUA

0

Pelo menos uma vez por dia recebo mensagem de leitores que me fazem perguntas como esta: “não posso acreditar que escrevendo como escreve você viva nos EUA; deveria viver na América Latina”. Outros vêem com os dentes arreganhados: “claro, escreve na comodidade dos EUA”. Com isto, ambos os lados procuram desvirtuar minha atitude. Ilka Oliva Corado* Antes me preocupava muito,…

Read More

Contra corrupção, quebram a Odebrecht, mas protegem as estrangeiras

A cooperação aceita pelos procuradores da República da força-tarefa da Lava Jato no Brasil com a Justiça norte-americana, desde o fim de 2014, teve um de seus desfechos no final do último ano. O resultado foi a tutela das autoridades brasileiras para o Departamento de Justiça dos Estados Unidos investigar e fiscalizar as empresas nacionais. Desde o início da cooperação…

Read More

“Os verdadeiros terroristas na Síria são as tropas do Ocidente”

Em entrevista exclusiva à RT o presidente da Síria, Bashar al-Assad afirma que “Os verdadeiros Terroristas são as forças do ocidente mantidas na Síria por procuração dos EUA, França e Reino Unido” Maria Finóschna (RT): Senhor presidente, obrigado por nos receber. Presidente Bachar al-Assad: Sejam bem-vindos a Damasco. RT: Comecemos com Aleppo, claro. Aleppo passa hoje por combates que talvez…

Read More

EUA em choque diante da aliança anti-imperialista

Confirma-se a aliança entre as três maiores superpotências anti-imperialistas do mundo Uma aliança entre Irã, Rússia e China está mudando a correção de poder no mundo, derrubando o histórico sonho de EUA de dominação total, detalha um artigo publicado por Strategic. Desde a queda do muro de Berlim (1989) e a desintegração da União Soviética (1922-1991), Washington sonhou com estender…

Read More

Maiores vendedores de armas estão no Conselho de Segurança

Nove dos dez maiores exportadores de armas ocuparão um assento no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), de meados deste ano até meados de 2018. Entre os nove, há quatro países que são membros rotativos europeus do máximo órgão de segurança das Nações Unidas – Espanha, Holanda, Itália e Ucrânia –, além dos cinco permanentes com direito…

Read More

Para que tem servido Guantánamo?

Em janeiro de 2002, meses depois dos atentados de 11 de setembro, chegaram à base naval estadunidense de Guantánamo, em Cuba, os primeiros suspeitos de delitos de terrorismo de um total de 760 prisioneiros que passaram algum tempo nas celas do célebre campo de detenção. A história de Guantánamo tem sido marcada por contínuas críticas por sua ilegalidade e pelo…

Read More

Reflexões não ortodoxas sobre a vitória de Trump

Desde a cidade peruana de Cuzco, onde a cultura Inca foi subjugada pelos espanhóis, vendo como o mundo leva inexoravelmente a uma medida diferente da história. Diante da impossibilidade de escrever uma análise extensa, vão algumas observações dispersas. Roberto Savio* Antes é necessário fazer uma introdução. Em qualquer país do mundo, Hillary Clinton teria vencido a eleição depois de ter…

Read More

Oposição a oleoduto modela luta indígena

O canadense Clayton Thomas-Muller cruzou a fronteira de seu país com os Estados Unidos para aderir ao movimento indígena contra a construção de um oleoduto, convertido em exemplo das lutas dos povos nativos da América contra megaprojetos, onde são inúmeros os pontos em comum. Emilio Godoy* “É um movimento incrível. O fator comum número um é a fundação espiritual da…

Read More

Chegou a vez dos indocumentados (2)

0

Na primeira parte deste artigo tratei de detalhar as razões das migrações forçadas de latino-americanos para os Estados Unidos, nas quais os tratados de livre comércio têm, muito a ver, e as constantes renovações do Plano Condor com suas agendas regionais. Mas, o que acontece com os migrantes que logram cruzar as fronteiras da morte e chegar a este país?…

Read More

A farsa do dia de Ação de Graças

1

Não há nada mais falso, mais ruim, mais soberbo nos Estados Unidos que celebrar o Dia de Ação de Graça. É a celebração mais importante depois do 4 de julho, a terceira é o Natal. Ilka Oliva Corado* Amparados numa história falsa, escrita pelos genocidas que invadiram este país e exterminaram os nativos do norte do continente, celebra-se a cada…

Read More

Sete propostas de Trump que a mídia censurou e que explicam sua vitória

O jornalista espanhol Ignacio Ramonet analisa a vitória do republicano à Presidência dos EUA. Ignácio Ramonet* A vitória de Donald Trump (como o Brexit no Reino Unido ou a votação pelo ‘no’ na Colômbia) significa, primeiro, mais uma gigantesca derrota dos grandes meios de comunicação dominantes e dos institutos de pesquisas de opinião. Mas significa também que toda a arquitetura…

Read More

Para os gringos, o filé, para a Petrobras os ossos

Entre os aspectos mais perversos da atual retirada nacional, baseada filosófica e administrativamente na diminuição do papel do Estado e das empresas estatais e paraestatais como instrumentos de aumento da competitividade e do desenvolvimento do Brasil em sua natural disputa com outros países do mesmo porte territorial e demográfico, um dos mais abjetos, pelo cinismo com que tem sido levado…

Read More

Chegou a hora para nós, os indocumentados

0

As migrações de centro-americanos para Estados Unidos tiveram início na década de 1980, quando invadiram o território para aplicar o Plano Condor e a agenda regional das ditaduras e o que chamaram de Conflito Armado interno, mas que na Guatemala deixou um genocídio e terra arrasada. Ilka Oliva Corado* Nesse contexto, milhares se viram obrigados a deixar a América Central…

Read More

Converter indignação social em militância política

0

A atual ofensiva da direita evidencia o fiasco da ideia de somar forças mediante a conciliação com elementos da direita econômica e seus representantes políticos. O que faz recordar que o poder do Estado se busca para vencer a classe dominante, não para dormir com ela. Desenvolver um processo revolucionário implica transformar indignações sociais em movimentos políticos; isto requer a…

Read More

Trank iú, Trump

O eleitor votou ‘pela mudança’ e, sem saber, escolheu mudar para o passado. Flávio Tavares* O espanto, a perplexidade e a dor se misturam numa confusão tão absurda, tola e perigosa que a única resposta é o velho lugar-comum que nada revela: inexplicável. O odioso confesso, o racista, intolerante e atrasado Donald Trump será presidente dos EUA e já antecipou…

Read More

Trump na Casa Branca

Não há precedente na pátria de Jefferson para uma campanha eleitoral tão sórdida e recheada de insultos como a última. Donald Trump tomará posse em Janeiro como 45º Presidente dos Estados Unidos da América. Obama foi um mau presidente. Trump será muito pior. As sondagens até final davam Hillary como vencedora. Mas foram desmentidas nas urnas. Trump ganhou e por…

Read More

Os direitos humanos e a controvérsia Cuba-EUA

As diferenças no tratamento do tema dos direitos humanos são atualmente um dos elementos mais controversos dentro das conversações entre Cuba e Estados Unidos para a normalização de suas relações. Luis Antonio Gómez Pérez* Há muita gente na ilha que considera que essa questão sequer deveria constar da agenda para a regularização das relações. O tema que sim merece ser…

Read More

Trump deixa golpistas brasileiros de saia justa

Os golpistas brasileiros estão de saia justíssima depois da vitória espetacular de Trump contra a onda neoliberal americana. Cesar Fonseca A direita e o jornalismo acrítico que ela alimenta se dizem surpresos com o desempenho eleitoral do vitorioso magnata republicano. O que faltou, porém, foi, justamente, jornalismo. A lei número um do jornalismo, de ouvir as duas partes, algo não…

Read More

Esquerda e nacionalidade na América Latina e Caribe

0

De Bolívar uma sentença para os séculos: “Divididos seremos fracos, menos respeitados… a união fará nossa força e seremos todos formidáveis”. No livro “Esquerda e nacionalidade na América Latina e Caribe”, lançado em Porto Rico por Nils Castro, pensador panamenho e colaborador de Diálogos do Sul. Rubén Berríos Martínez* Neste livro, Nils Castro coloca a serviço dessa grande verdade seu…

Read More

Não será fácil para Trump nem para os EUA

Eu acreditava que Hillary Clinton ganharia as eleições e escrevi isso assim que confirmaram sua candidatura sem medo de errar. Observando e estudando esse país por décadas, constatei que é um país muito previsível, posto que a população é exageradamente ingênua e manipulada pelos meios de comunicação e o centro do poder dominado por uma oligarquia que há séculos sabe…

Read More

Trump, reflexo de nossa miséria

0

Não há muito que analisar sobre os resultados das votações. Não nos deve surpreender a vitória de Trump. Ele é reflexo do que somos como humanidade: patriarcal, misógina, machista, homofóbica, xenófoba, racista, sexista e fascista. Isso explica que dera uma surra em Hillary Clinton e varrerá com as eleições. Com isso não quero dizer que ela é uma fruta em…

Read More

O império leva o mundo à beira da guerra

Em gestação intervenção ianque na Venezuela – no Peru a crise é evidente! Temos o dever de nos unir e lutar contra o império…! Hoje a crise continental está patente na Venezuela onde as forças mais reacionárias internas –com o evidente apoio de diversos governos da região- promovem uma intervenção militar estadunidense contra o país, como fica patente com a…

Read More

Moro faz o jogo de Washington

Moniz Bandeira: Moro é parte imprescindível da estratégia de Washington de acelerar desordem mundial no Brasil Cesar Fonseca* Se a grande mídia está a favor, se ela está enchendo a bola de alguém, cuide-se, melhor ficar do outro lado. A história de Sérgio Moro, mais que um Savonarola brasileiro, como destacou o escritor Rogério Cerqueira Leite, é, na verdade, repetição,…

Read More

Putin: Toda crise na Síria foi criada pelos EUA e seus aliados europeus

Atualizada em 28/10/2016 Entrevista do Presidente Vladimir Putin aos jornalistas do canal TF1 Tv, França. Presidente da Rússia Vladimir Putin: Como é que chegaram aqui? Nessa cidadezinha provinciana… Atualmente, encontram-se franceses onde quer que se esteja, em todas as cidades da Rússia. É muito bom. Muito nos agrada vê-los por aqui. Muitos representantes ocidentais, incluindo [secretário de Estado dos EUA John] Kerry,…

Read More

Liberdade para Ana Belén!

Ana Belén Montes, a porto-riquenha presa nos Estados Unidos sob condições extremas desde 2001 por seus atos de solidariedade e compromisso com o povo cubano, acaba de receber um diagnóstico de câncer de mama. A informação que ela divulgou a seus familiares e advogados é limitada, devido ao hermetismo que caracteriza seu caso. Mesmo assim sabe-se que Ana Belén se…

Read More

Moniz Bandeira: “EUA perdem na Síria e Ucrânia e se metem na AL”

Em entrevista ao Café na Política, o politólogo Moniz Bandeira, que está lançando o livro A Desordem Mundial, pela Civilização Brasileira, conclui que os Estados Unidos já perderam a guerra na Síria e na Ucrânia. Por isso, se metem agora a derrubar os governos progressistas do Brasil, Argentina e Venezuela. Esta que também é a conclusão, ao longo de sua obra…

Read More

Obama satisfeito com sua açao na Líbia

Apesar da guerra contra a Yamahiriya Árabe Líbia ter sido realizada com o pretexto de proteger a população civil, hoje ninguém se atreve a negar que Estados Unidos empreendeu essa agressão para impor uma mudança de regime. As cidadanias dos Estados democráticos apoiaram a operação e por conseguinte compartilham a responsabilidade pelo que ocorre. Porém, até que ponto? Valentin Vasilescu*…

Read More

A via da guerra é um perigo enorme

Milosevic e a atualidade Jorge Cadima* Seguindo o guião usual, o presidente (repetidamente eleito) Milosevic fora pessoalmente demonizado e caluniado como prelúdio à destruição do seu país. Pela calada, o ICTY (Tribunal Criminal Internacional para a ex Iugoslávia, sigla inglês) acaba agora de reconhecer a falsidade das calúnias (ilibando os mortos para condenar os vivos). Importa romper as barreiras de…

Read More

Bloqueio de EUA causa prejuízos bilionários a Cuba

O bloqueio econômico, financeiro e comercial imposto por Estados Unidos a Cuba causou, em quase seis décadas, danos superiores a 753 bilhões e 668 milhões de dólares, afirmou o ministro das Relações Exteriores cubano Bruno Rodríguez. Durante apresentação à imprensa em La Habana de um informe dirigido à Assembleia Geral das Nações Unidas sobre a necessidade de colocar fim a…

Read More

Terror em setembro

Chicotada Depois do genocídio atômico, perpetrado contra o Japão em agosto de 1945, o mais grave atentado terrorista contra a humanidade foi o 11 de setembro de 1973 no Chile. De imediato destruiu um palácio levando à morte um presidente legalmente eleito e que era esperança para os que creem em um mundo melhor, e assassinou a milhares de pessoas.…

Read More

América Latina e as ofensivas do Império

Quem sabe o marco para uma oportuna reflexão sobre o cenário continental seja o recente encontro internacional de Partidos Comunistas e Revolucionários de América Latina e Caribe realizado em Lima, Peru em fins de agosto. Gustavo Espinoza M.* O evento congregou 25 organizações políticas de 19 países, registrou uma forte dose de vontade unitária e ofereceu elementos para analisar o…

Read More

Hillary Clinton não é o mal menor, é o pior dos males, diz analista internacional

 Entrevista com James Petras Efraín Chury Iribarne: É com muito gosto que recebemos aos microfones de Rádio Centenário o nosso comentarista internacional James Petras. Efrain Chury Iribarne: Para começar lemos-te umas linhas para ouvir o que te aprecem: “Israel negou autorização ao chefe da delegação olímpica da Palestina, Issam Qishta, para abandonar a Faixa de Gaza e viajar com a…

Read More

A Derrota de EUA no Laos: uma guerra esquecida

Os historiadores estadunidenses, com poucas exceções, sustentam que os EUA somente perderam uma guerra: a do Vietnam. Mentem. Perderam a guerra contra a Inglaterra em l812/1814 e foram também derrotados no Laos Miguel Urbano Rodrigues* Essa é uma guerra esquecida de que se não fala. É portanto natural que tenha chamado a minha atenção um livro que encontrei em Havana…

Read More

Porto Rico: a crise revela mistificações

0

Dez anos de recessão levaram à insolvência do governo de Porto Rico e à quebra da economia do país. O drama porto-riquenho começou antes da crise global que em 2008 emergiu  em Wall Street e agora contribui a tornar mais transparente porem mais insolúvel a situação da ilha. Ou, para ser mais exato, agora fica claro o fracasso fiscal e…

Read More

Hillary Clinton intervencionista na América Latina

0

É agora que Hillary Clinton está colhendo os frutos de sua decisão de não ter divorciado quando seu marido cometeu a baixeza a que os meios e o patriarcado qualificaram como “um desvio sem importância”. Os mesmos meios e o mesmo patriarcado que apedrejaram à jovem envolvida e a vitimaram, quando o que tinha uma família, que prometera fidelidade e…

Read More

Hillary Clinton, a rainha do caos

São poucos os escritores progressistas norte-americanos cujos livros denunciam a estratégia de dominação planetária dos EUA como ameaça à Humanidade. Miguel Urbano Rodrigues* Diana Johstone é quase uma exceção. Não é marxista nem revolucionária e acredita nos valores da democracia ocidental. O que critica é o funcionamento da engrenagem do poder, a ambição, a perversidade, a irresponsabilidade, o belicismo da elite…

Read More

Eleições e indocumentados nos Estados Unidos

0

Em qualquer país do mundo, em qualquer circunstância, os migrantes indocumentados sempre são as maiores vítimas do sistema. Invisíveis como pessoas e visíveis como espólio. Ilka Oliva Corado*  Dos migrantes indocumentados se aproveita o país de origem que os obriga a migrar;  em troca dessa ingratidão recebe as remessas que eles enviam e que são as que mantêm o país à…

Read More

Solidariedade com o povo do Haiti diante da ingerência dos EUA

Organizações populares e de direitos humanos da Argentina e América Latina expressaram repúdio diante da ingerência cada vez mais descarada dos Estados Unidos, ONU e outros aliados contra os direitos do povo do Haiti a sua soberania e autodeterminação. Leia o comunicado (em espanhol): Denuncian, a través del pronunciamiento difundido el lunes (25/04),  el comportamiento colonialista de EE.UU. que quiere…

Read More

Direitos Humanos: “Se olhem no espelho”

China responde a EUA sobre violações aos Direitos Humanos. Um informe chinês indica que EUA se deu ao luxo de comentar sobre a situação dos direitos humanos em muitos países enquanto se mantêm calados sobre as terríveis violações praticadas por eles mesmos. O informe titulado “Registro de Direitos Humanos em Estados Unidos em 2015”, foi publicado no dia 16 de…

Read More

Operação Condor no estilo de Jimmy Morales

0

Ilka Oliva Corado* Este governo de lacaios insolentes acredita que todos os guatemaltecos somos analfabetas políticos e que carecemos de memória histórica, identidade e dignidade. Espere um pouco! Não vamos permitir que faltem com o respeito dessa forma. Aqueles que votaram pela continuidade do sistema, veremos si se atrevem a responsabilizar-se pelas consequências desse voto, veremos se assim como roncam,…

Read More

Roberto Marinho nos bastidores da ditadura

Helena Sthephanowitz* No dia 14 de agosto do 1965, ano seguinte ao golpe, o então embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Lincoln Gordon, enviou a seus superiores um telegrama então classificado como altamente confidencial – agora já aberto a consulta pública. A correspondência narra encontro mantido na embaixada entre Gordon e Roberto Marinho, o então dono das Organizações Globo. A…

Read More

Moniz Bandeira: “EUA estão agindo para desestabilizar a América Latina”

Moniz Bandeira denuncia modus operandi dos EUA para desestabilizar as democracias na América Latina. No caso do Brasil, iniciativas como a criação dos Brics e a escolha do regime de partilha para a exploração do pré-sal despertaram a ira de Washington O cientista político e historiador Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira denunciou nesta terça-feira (17) que os Estados Unidos,…

Read More

De novo o Plano Colômbia

Os custos da nova versão do Plano Colômbia: outro capítulo de Washington em sua estratégia de ingerência e acumulação por desapropriação Fernando Arellano Ortiz* Além do indigno ato de submissão e entrega da soberania nacional por parte do presidente Juan Manuel Santos, que cinicamente dirigiu-se com uma numerosa comitiva a Washington, segundo diz para comemorar em 4 de fevereiro passado…

Read More

A presença militar de EUA na América Latina

Silvina M. Romano* O discurso de liberdade, democracia, acercamento diplomático e relações amistosas com América Latina, tão característico da administração Obama no seu afã por reforçar o “poder brando” de sua política exterior, encontra seus limites reais na necessidade de “ordem” e “estabilidade” (refrões muito usados durante a implementação da Doutrina de Segurança Nacional na América Latina). Na atualidade, as…

Read More

Miséria no âmago do capitalismo

1

Ilka Oliva Corado* Disco o número de telefone e ligo; me atende a recepcionista da clínica. Quero marcar uma hora com um ortopedista; ela me explica os requisitos: é uma clínica exclusiva para os parias. Só os esquecidos e explorados do sistema vão a esse tipo de clínica nos Estados Unidos. Sou um deles, meu salário como pessoa sem documentos…

Read More

Eleição ou farsa nos Estados Unidos?

Paulo Cannabrava Filho* O povo, nos Estados Unidos, é bastante ingênuo, fruto de muitos anos de alienação e manipulação de sua consciência. De um lado, assumem um fundamentalismo ético religioso, apoiam “guerras santas” contra os demônios da vez, e de outro lado se deixam enganar por uma elite e ajudam a perpetuar o sistema de dominação gerador de crises e de…

Read More

Perigos da restauração do neoliberalismo

Guillermo Castro considera os riscos contidos na restauração do neoliberalismo Luis Manuel Arce Isaac e Anubis Galardy* Neoliberal, em qualquer país latino-americano sería grave e geraria uma resistência popular capaz de provocar uma crise social que transcenda o neoliberalismo e o neodesenvolvimentismo. Essa dramática advertência foi feita pelo acadêmico martiniano panamenho Guillermo Castro, em entrevista com os jornalistas de Prensa…

Read More

9 de janeiro: revolução antimperialista no Panamá

Olmedo Beluche* Ao contrario do que a oligarquia panamenha sustentava, que até 1999 temia a retirada das bases militares de EUA de seu território, ficou provado que “sim, soberania se come”. Lamentavelmente a prosperidade que o canal inter oceânico do Panamá produz está sendo apropriada em sua maior parte por essa mesma classe social. Dia 9 de janeiro marca um…

Read More

Estados Unidos agrava o drama dos migrantes

0

Nils Castro* Depois de alguns dias de “drama humanitário” foi reaberto o caminha para uns 6 ou 8 mil cubanos que estavam encurralados na Costa Rica. Um drama menor se comparado com os perigos que assolam a rota dos migrantes centro-americanos e, nem há o que falar, do milhão de filhos do Oriente Médio que ultimamente conseguiu cruzar o Mediterrâneo.…

Read More

26 anos da invasão ao Panamá: quantos são os mortos?

Aproxima-se o 26º Aniversario da Invasão ao Panamá e ainda existe um verdadeiro ‘Cerco Informativo’ em torno a isso. Em dezembro de 1989, os Estados Unidos bombardearam e invadiram a Cidade do Panamá com força total. Uma cidade totalmente desarmada. Os indignados diante da agressão que tentaram resistir, principalmente os jovens, foram massacrados. São fatos que não se pode deixar…

Read More

Snowden e eu

Martín Almada, Prêmio Nobel Alternativo 2002                   No dia 24 de novembro de 2014 Edward Snowden recebeu no parlamento sueco o Prêmio Nobel Alternativo em reconhecimento ao seu trabalho em defesa de ”uma sociedade aberta e liberal e por não ter se arrependido de destapar a trama massiva de espionagem de comunicação telefônica e…

Read More

“A reforma migratória de Obama é hipocrisia pura”

0

Alex Anfruns entrevista a Ilka Oliva Corado* De origem guatemalteca e residente sem documentos em Chicago, Ilka Oliva Corado é uma prolífica escritora que se inspira nas lutas sociais a favor dos direitos dos sem documentos e da diversidade sexual e contra a discriminação de gênero e o racismo no coração do império. Nesta entrevista, a autora analisa a situação…

Read More

A intervenção de EUA na eleição venezuelana

Niko Schvarz* Sucessivos governos de Estados Unidos sistematicamente realizam intervenções na vida política da Venezuela, particularmente a partir de finais do século passado, quando se produziu a ascensão ao governo de Hugo Chávez  e o PSUV. Sempre contra esse governo e a favor de forças opositoras. Assim ocorreu no golpe de Estado de 2002, como foi amplamente documentado. Agora essa…

Read More

Vivendo à beira da deportação

0

Ilka Oliva Corado* Depois da tragédia que o indocumentado vive em sua travessia para Estados Unidos o que lhe espera é o limbo migratório nesse país que vê como objetos e mão de obra barata os milhões que com o passar dos anos vão se confinando nas áreas marginais deste enorme curral que tem aparência de terra do nunca jamais,…

Read More

EUA e a militarização de América Latina

Estados Unidos estão contrapondo ao desenvolvimento independente dos países da América Latina através da utilização de seu poder militar e sua influencia Eric Draitser* Durante mais de dois séculos, Estados Unidos tem olhado para América Latina como seu “pátio traseiro” (seu quintal), uma esfera de influência geopolítica em que atua como potência hegemônica indiscutível. A história do hemisfério ocidental, em…

Read More

Não terminou o bloqueio a Cuba

Não terminou o bloqueio a Cuba No dia 17 de dezembro de 2014, com o anúncio simultâneo dos presidentes de Cuba e Estados Unidos da decisão de restabelecer relações diplomáticas, foi dado um primeiro passo no longo e complexo processo para a normalização dos vínculos entre os dois países. Barack Obama tornou pública sua intenção de adotar medidas dirigidas a…

Read More

A OTAN quer entrar na América do Sul

Guilhermina Coimbra* “O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer”…, in Einstein, Alberto; “Não posso fazer tudo, mas posso fazer alguma coisa. E por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer o pouco que posso.”  in Edward…

Read More

Relações Cuba-EUA: os próximos passos

Roberto García Hernández* As relações entre Cuba e Estados Unidos transitam por uma nova fase depois que o secretário de Estado, John Kerry, esteve em La Habana em 14 de agosto para o ato oficial de reabertura da embaixada dos Estados Unidos. A presença do chefe da diplomacia estadunidense constituiu um marco no processo de normalização dos vínculos bilaterais e…

Read More

Porto Rico: Estado pouco livre, associado e… em bancarrota

0

Nils Castro* Porto Rico, o Estado Livre Associado de EUA entrou em moratória e o que antes era apresentado como “a vitrine do Caribe”, ficou desacreditada. Já ninguém o considera solvente, nem em Wall Street nem entre os três poderes da União, pois além do deserto econômico, o ELA comprovou ser um fiasco político. Porém, quando é para definir quem…

Read More

Quem matou Che?

No livro “Quem matou o Che?”, dois pesquisadores estadunidenses oferecem a resposta que muitos suspeitavam e que está refletida em vários documentos secretos: foi o governo dos Estados Unidos que ordenou o assassinato de Ernesto Che Guevara. No livro, os autores Michael Ratner e Michael Steven Smith provam em evidencia o papel da CIA – Agência Central de Inteligência, no assassinato…

Read More

Estadunidenses aceleram planos de viagem a Cuba

Leonel Nodal* Ir a Cuba parece prestes a converter-se na mais atraente oferta para férias nos Estados Unidos, a julgar pelos planos de venda de operadores, linhas aéreas e cruzeiros. “A Ilha Proibida”, nome dado a um filme rodado uns meses antes do degelo iniciado entre Washington e Havana, em 17 de dezembro passado, parece agora um paraíso situado na…

Read More

Hiroshima…70 anos…

A cidade de Hiroshima lembrou nesta quinta feira (data local) o 70º aniversário do lançamento da bomba atômica que provocou a morte de centenas de milhares de seus cidadãos no final da Segunda Guerra Mundial, com uma cerimônia na qual pediu o fim da proliferação nuclear. Durante o memorial, realizado no Parque da Paz da cidade japonesa, foi prestado um minuto…

Read More

Companhias de EUA mostram desvantagens do bloqueio a Cuba

Leonel Nodal* Proeminentes políticos e empresários de Estados Unidos ressaltam hoje que o bloqueio imposto a Cuba também prejudica os estadunidenses, impedidos de viajar para a ilha e fazer negócios, desvantagem que é aproveitada por seus competidores europeus e asiáticos. Agências de viagens, operadores de turismo e associações do setor turístico estadunidense, linhas aéreas e de cruzeiros, bem como hoteleiros…

Read More

O Bloqueio gravita sobre as relações Cuba-EUA

Carmen Esquivel* Depois de mais de meio século a bandeira de Cuba voltou a flamejar na sede diplomática nos Estados Unidos e ambos os países restabeleceram relações, porém no processo para a normalização dos vínculos ainda gravita o bloqueio contra a ilha. Trata-se de um cerco econômico, comercial e financeiro mais prolongado que se tenha notícia na história e foi…

Read More

EUA e o novo plano de desestabilização na América Latina

Gustavo Espinoza M.* Em El Salvador, onde o povo realiza uma primeira experiência de governo progressista, liderado pelo Farabundo Martí para Libertação Nacional, uma greve no transporte, organizada e estimulada pelas Maras e apoiada abertamente pela Arena, o Partido Neo Fascista deste país, põe em risco a estabilidade democrática e gera um clima de violência em que emerge uma campanha…

Read More

É livre a imprensa nos EUA?

“A imprensa e o jornalismo americano não escuta o mal, não vê o mal, não noticia o mal. O jornalismo investigativo partilha três coisas: é arriscado, perturba os critérios da ordem estabelecida e é muito caro. Será que empresas com fins lucrativos, seja um grupo de comunicação ou qualquer outro negócio, querem ter custos adicionais, riscos suplementares e desejam ser…

Read More

Comunicado da Presidência do Parlamento do MERCOSUL ante a normalização das relações diplomáticas entre Cuba e os Estados Unidos

A Presidência do Parlamento do MERCOSUL, ante o restabelecimento das relações diplomáticas entre os Estados Unidos e a Cuba e a reabertura das embaixadas em suas respectivas capitais, celebra este fato que marca uma nova e positiva etapa no relacionamento entre estas duas nações e abre as portas a um reposicionamento das relações hemisféricas baseadas no respeito da autonomia e…

Read More

Decisão histórica de Cuba e Estados Unidos

0

NiKo Schvaz* Hoje é um dia que ficará gravado na história. No futuro se recordará que no 20 de julho de 2015 se restabeleceram plenamente as relações diplomáticas entre Estados Unidos e Cuba, rompidas há mais de 53 anos, logo depois da conferência de chanceleres da OEA realizada em San Rafael, próxima a Punta del Este, em janeiro de 1962,…

Read More

O desastre de Porto Rico. A alternativa

0

Nils Castro* Em meados do século XX, o governo de Washington exibia Porto Rico como “a Vitrine do Caribe”, o modelo sonhado para os países da América Central e uns decênios depois foi repetido pelos predicadores neoliberais e os apologistas dos Tratados de Livre Comercio (TLC). Não obstante, há já um par de décadas a economia da ilha de congelou…

Read More

A posição de Cuba com relação ao reatamento

Declaração do Governo Revolucionário Restabelecidos os vínculos diplomáticos com os Estados Unidos, será imprescindível o levantamento do bloqueio, entre outros aspectos, para a normalização das relações. Em 1º de julho de 2015, o presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros da República de Cuba, General de Exército Raúl Castro Ruz e o presidente dos Estados Unidos da América, Barack…

Read More

Pra que servem os acordos Dilma/Obama? II

Paulo Cannabrava Filho* Para bem compreender o que ocorre com os tratados entre Estados Unidos e Brasil vale recorrer à história. Temos sempre presente que sem conhecer o passado não se pode compreender o presente. O que Estados Unidos persegue, desde o século XIX quando aprovou a Doutrina Monroe, é expansão ilimitada e submissão dos povos abaixo do Rio Bravo.…

Read More

Pra que servem os acordos Dilma / Obama?

Paulo Cannabrava Filho* Dilma e Obama firmaram nada menos que uns quinze acordos nas mais diversas áreas, como clima, imigração, ordem tributária, comércio, educação, cooperação econômica e militar entre outros. Nada mal para ambos os países que se queixavam de falta de um maior acercamento e colaboração. Conseguiram inclusive desemperrar acordos na área de segurança que estavam engavetados desde 1978…

Read More

Leonardo Wexell: “A CIA contra a Guatemala”

Com artigos e reportagens, o livro de Leonardo Wexell Severo denuncia assassinatos e perseguições de ativistas no país centro-americano. Livro “A CIA contra a Guatemala” será lançado no próximo dia 23 na Livraria Martins Fontes em São Paulo. Como parte da campanha internacional de solidariedade à nação maia, será lançado no próximo dia 23 (terça-feira), em São Paulo, o livro A CIA…

Read More

O mundo tornou-se mais violento e desigual

Quinze anos depois do primeiro Fórum Social Mundial, é tempo de um balanço. Mundo tornou-se mais violento, injusto e desigual. Encontro pode se renovar e tornar mais interventivo Boaventura de Sousa Santos* Escrevo de Tunis, onde participei no Fórum Social Mundial que se realizou pela segunda vez consecutiva no país que iniciou a “primavera árabe”, uma semana depois do atentado…

Read More

Venezuela é ameaça para Estados Unidos?

O que significa para Venezuela ser qualificada por Estados Unidos como “uma ameaça para sua Segurança Nacional”. Basem Tajeldine*     O imperialismo estadunidense deu um novo passo em direção a aprofundar as agressões contra a Revolução Bolivariana. Frustrados e desesperados por 16 anos de fracassos políticos e militares na Venezuela: pela vitória eleitoral do presidente Hugo Chávez em 1998; pelas fracassadas…

Read More