história

Manchete
0

Um dia como hoje na Rússia, há cem anos

A revolução russa de novembro de 1917 ficou como uma efeméride da história, uma esperança frustrada para os trabalhadores russos mas serviu como um catalisador para as mudanças em favor dos trabalhadores nos países europeus,

#Releituras
0

Thomas Mann e um grito de alerta antifascista

“No nazismo a violência opunha-se à verdade! Pregava-se um abismo entre a verdade e a força, a verdade e a vida, a verdade e a coletividade. Já a democracia se realiza efetivamente em cada um de nós, visto que a política se tornou um negócio de todas as gentes. Ninguém pode afastar-se dela”. Carlos Russo Jr*

Agenda
0

Greve Geral de 1917: CEDEM promove debate e lançamento de livro

A Greve Geral de 1917 lançou as bases do sindicalismo contemporâneo. No centésimo aniversário da Greve Geral de 1917, o Centro de Documentação e Memória, da Unesp, promove debate no qual discutirá a importância do movimento para a legitimação de uma classe que se firmava enquanto categoria profissional. Com o tema 100 anos da Greve Geral de 1917: Marco na história da classe operária, o evento acontecerá no dia 20 de junho, às 18h30, na…

Mulheres
1

As mulheres em seu discurso histórico e a independência

Como é possível conhecer a participação das mulheres no movimento de independência se suas pegadas foram apagadas, ficaram esquecidas, minimizadas? Sara Beatriz Guardia* Até inícios do século XX, as mulheres que aparecem no discurso histórico são excepcionais por sua beleza, virtudes e heroísmo. Todas as demais não existem em uma história fundada em personagens da elite, batalhas e tratados políticos; uma história que registra e interpreta os diferentes processos e experiências vividas pela humanidade…

América Latina
0

1957: A histórica entrevista que provou ao mundo e à ditadura Batista que Fidel Castro estava vivo

Uma grande notícia do jornalista estadunidense Herbert L. Matthews percorreu a imprensa internacional há 60 anos: Fidel Castro, oficialmente morto pelo regime batistiano, operava na Serra Mestre com seu destacamento guerrilheiro. Marta Denis Valle* No dia 17 de fevereiro de 1957, Matthews, do jornal The New York Times, entrevistou Fidel Castro, o que serviu para confirmar que estava vivo e que o foco guerrilheiro continuava operando na região montanhosa oriental, tendo sobrevivido o desembarque da…

Manchete
0

Os povos da Ex URSS

O desaparecimento da União Soviética – URSS foi uma tragédia para a Humanidade. Foi acelerada pela traição de Gorbatchov e pela guerra não declarada do imperialismo norte-americano, mas numerosos outros fatores contribuíram para ela. Para a tentarmos entender, e também a para tentarmos entender a Rússia contemporânea é imprescindível, nomeadamente, um conhecimento mínimo da história dos povos que habitam o seu gigantesco território. Miguel Urbano Rodrigues* Não há precedente histórico para o Estado multinacional que…

Miguel Urbano Rodrigues
0

URSS / Reflexões sobre a Revolução de Outubro

Em vésperas das comemorações do centenário da Revolução de Outubro, sinto a necessidade de afirmar que, não obstante as graves deformações, o desaparecimento da URSS configurou uma tragédia para a humanidade. Miguel Urbano Rodrigues.*

Manchete
4

Dilma e o tsunami da direita

Paulo Cannabrava Filho* Dia 7 de Abril, Dia do Jornalista, jornalistas lotaram o auditório de sindicato, em São Paulo, num ato político de muita força para juntar-se ao clamor nacional de que não vai haver golpe, vai haver luta. Nesse sentido aprovaram um manifesto que foi enviado à presidenta Dilma Rousseff. Houve consenso em torno de que o país está mergulhado em profunda crise política, que os conglomerados de comunicação estão atuando como partidos políticos…

Cuba
0

Playa Girón: 55 anos da vitória sobre a invasão

Wilfredo Alayón* Cuba celebrará no próximo 19 de abril 55 anos da vitória da Playa de Girón sobre força invasora equipada, treinada e financiada pelo governo dos Estados Unidos. Será lembrado um dia transcendente da historia do continente com a primeira grande derrota militar estadunidense na América e símbolo da decisão dos cubanos de decidir, por eles mesmos seu destino. Desde o triunfo das forças guerrilheiras lideradas por Fidel Castro em 1o de janeiro de…

Agenda
0

Brasil na Segunda Guerra Mundial: uma página de Relações Internacionais

Aberto ao público, evento acontece dia 17 de fevereiro (4ªf), às 18h30 O Brasil na Segunda Guerra Mundial: uma página de Relações Internacionais, obra assinada por Teresa Isenburg, professora da Universitá degli Studi de Milão, será também o tema do primeiro Debate Cedem de 2016. O evento acontecerá em 17 de fevereiro (quarta-feira), às 18h30, no auditório do Centro de Documentação e Memória da UNESP. Praça da Sé, 108 – 1º andar. Teresa é Professora Titular de Geografia…

Panamá
0

9 de janeiro: revolução antimperialista no Panamá

Olmedo Beluche* Ao contrario do que a oligarquia panamenha sustentava, que até 1999 temia a retirada das bases militares de EUA de seu território, ficou provado que “sim, soberania se come”. Lamentavelmente a prosperidade que o canal inter oceânico do Panamá produz está sendo apropriada em sua maior parte por essa mesma classe social. Dia 9 de janeiro marca um ponto de quebra na política estadunidense no Panamá. Nesse dia afloraram 60 anos de contradições…

América Latina
0

O assassinato de Pablo Neruda

Niko Schvarz* Tudo que se relaciona com o golpe de Estado de Pinochet e a morte do presidente Salvador Allende, um herói da América Latina, me comove particularmente. Porque, como já disse muitas vezes, estive ali, na frente do Palácio de La Moneda, precisamente naquele trágico 11 de setembro de 1973, vi o bombardeio dos Hawker Hunter e ouvi depois, nas ruas próximas, o magnífico discurso póstumo de Allende, o das grandes alamedas por onde…

Uruguay
0

Um uruguaio vítima de campo de concentração nazista

Niko Schvarz* “Ainda é fecundo o ventre que pariu a essas bestas” Bertold Brecht Em minha muito, muito distante juventude, tinha um grande amigo e companheiro de militância, um ano e meio mais novo, que possui uma característica única entre todos os de nosso grupo: tinha gravado no antebraço esquerdo um número, em tinta negra indelével, que conservou durante todos aqueles anos e ainda a mantém. Era o número que marcava sua identidade no maior…

Agenda
0

I Colóquio Internacional de Historiadores

CONVOCATORIA I Colóquio Internacional de Historiadores “Desafios atuais para a Historiografia. Cuba e América no mundo” Havana, 25, 26 e 27 de junho de 2015 A União de Historiadores de Cuba (UNHIC), em parceria com outras instituições e associações cubanas, convoca historiadores e especialistas de outras disciplinas à participar do I Colóquio Internacional de Historiadores “desafios atuais para a Historiografia. Cuba e América no mundo”. O evento tem por objetivo promover o intercâmbio e debate entre…

Povos Indígenas
0

Índio Educa e a verdadeira história do Brasil

Ainda nos primeiros anos da escola, quando as crianças têm seus contatos iniciais com a história brasileira, uma das perguntas propostas por muitos professores é? Quem descobriu o Brasil? A esta indagação, é comum que se espere que a criançada em coro responda: Pedro Álvares Cabral. Uma afirmação mentirosa que ao longo dos séculos fundamenta e justifica a “invasão européia” ocorrida no início do século XV. Ao atribuir ao navegador português a descoberta do país, esta…

Direitos Humanos
0

Auschwitz por Carlos Russo Jr

Carlos Russo Jr* “Arbeit macht frei”, ou “Só o trabalho liberta” “Auschwitz é o ponto zero da História, o começo e o fim de tudo o que existe. Ele é a referência final e em relação a ele, todo o demais será julgado”… “Porque vimos a aniquilação de comunidades judaicas, ciganas, comunistas, democratas, pelo câncer nazi- fascista na Europa, temos que combatê-lo sem um minuto de trégua, para salvar o mundo do contágio”. (Elie Wiesel)…

Brasil
0

Prestes: O Cavaleiro da Esperança

Luís Carlos Prestes (Porto Alegre, 3 de janeiro de 1898 2 — Rio de Janeiro, 7 de março de 19902 ) foi um militar e político comunista brasileiro.3 Foi secretário-geral do Partido Comunista Brasileiro e foi companheiro de Olga Benário, morta na Alemanha, na câmara de gás, pelos nazistas. Foi eleito um dos 100 maiores brasileiros de todos os tempos, por concurso realizado pelo SBT e pela BBC em 2012. Filho de Antonio Pereira Prestes…

Sem categoria
0

Cinco mulheres e o Che

Jorge Mansilla Torres* Cinco bolivianas cuidaram do Che antes e depois de sua execução em La Higuera, no dia 9 de outubro de 1967. Deram a ele toda a atenção e depois testemunharam sobre a integridade desse homem na hora de sua desgraça. Estas histórias são construídas sobre textos e dizeres da época. A professora Julia Cortés entrou na sala de aula às seis da manhã para insultar o “invasor aventureiro”, instigada pelo tenente Pérez…

Vietnã
0

Vietnã, 50 anos: a narrativa inventada

Marjorie Cohn* Controlar a narrativa é ferramenta chave para propagandistas que sabem que o modo como a opinião pública compreenda um conflito externo tem efeito direto e decisivo sobre o comportamento de apoio ou de oposição ao governo. Então o governo dos EUA sempre cuidou de sanear a Guerra do Vietnã. Mas essa não é questão do passado histórico: tem efeito direto sobre o presente. Por muitos anos os norte-americanos, depois da Guerra do Vietnã,…

França
0

Os franceses sob o domínio nazista

Carlos Russo Jr* Em 1939, quando a URSS invadiu a Finlândia, anexando dez por cento do território que lhe era fronteiriço, a apenas dezessete quilômetros de distância de Leningrado, os deputados burgueses franceses sentiram-se autorizados a cassarem seus colegas comunistas legitimamente eleitos, o que para muitos desses significou o encarceramento. Em março de 1940, tropas alemãs atravessaram a Dinamarca e derrotaram as unidades anglo-franco-norueguesas que defendiam a Noruega. Maio de 1940, as divisões Panzers alemãs invadiram…

Europa
3

A batalha de Stalingrado e o fim do nazismo

Carlos Russo Jr* O fim do nazismo iniciou quando Hitler cometeu seu maior erro estratégico ao decidir invadir a União Soviética, em junho de 1941, dando início à “Operação Barbarossa”. As tropas nazistas já haviam feito as principais conquistas na Frente Ocidental, incluindo a ocupação de Paris, o que deixava com que o Reino Unido enfrentasse a Alemanha praticamente sozinha. Hitler, ao invés de iniciar uma segunda “Batalha da Grã-Bretanha”, que certamente submeteria a resistência…

Dialogando
0

No México: 2 de outubro não se esquece!

Marta Molina* Cada 2 de outubro, México recorda o que ocorreu neste dia de 1968 na Plaza de las Tres Culturas de Tlatelolco – no Distrito Federal – em que centenas de estudantes foram assassinados pelo governo de Gustavo Díaz Ordaz. Em dez dias, na mesma cidade, começariam os Jogos Olímpicos, paradoxalmente batizados como “A Olimpíada da Paz”. A matança, executada por um grupo paramilitar denominado Batallón Olimpia e o Exército Mexicano foi a resposta…

África
1

Libéria: um Estado fundado por escravos

Roberto Correa Wilson* Quando se fala ou se escreve sobre a Libéria associa-se imediatamente a um país que surgiu com a chegada à África dos escravos que tinham obtido sua liberdade depois da abolição da escravidão nos Estados Unidos. Mas os primeiros habitantes do que seria esta nação, localizada na parte ocidental do continente, entre a República da Guiné, a Costa do Marfim, Serra Leoa e o oceano Atlântico, foram tribos equatoriais que posteriormente se…

América Latina
0

Omar Torrijos, Patriota da América, Presente!

Alejandro Pandra* Em 31 de julho de 1981 o patriota panamenho general Omar Torrijos Herrera morreu num suspeito acidente aéreo. Versões não confirmadas asseguraram que os instrumentos da nave sofreram interferência desde a terra. No Istmo do Panamá se desenvolveu a civilização Chiibcha, uma das grandes cultura pré-colombianas. Em 1513 Vasco Nuñez de Balboa entrou no  mar da costa ocidental com água até a cintura, desembainhou a espada e tomou posse solene do Oceano Pacífico…

Agenda
0

Ato contra Destruição da Palestina reúne intelectuais

Com coordenação de Osvaldo Coggiola, ato contra Destruição da Palestina será realizado no Anfiteatro de História, na Cidade Universitária (USP), nesta sexta-feira (30 de novembro), a partir das 17h, reunindo diversos professores e intelectuais, entre eles, Francisco Miraglia, Leonel Itaussu A. Mello, Ivan Akcelrud Seixas, Valter Pomar, Plinio de Arruda Sampaio Jr., José Arbex, Jorge Grespan, Vladimir Safatle, Zilda Iokoi, Marcos A. Silva, Antonio R. Espinosa, Lincoln Secco e Henrique Carneiro. Local: Anfiteatro de História, na…