reforma trabalhista

paros-reforma-laboral Manchete
0

Argentina: Resistência contra a reforma trabalhista

A “Resistência” surgiu como contrapeso ao “acordo” que alguns peões da central operária anunciaram que fecharam com o ministro Jorge Triaca com o texto definitivo da lei que modificará as regras do emprego na Argentina pelas próximas décadas. Há, inclusive, cegetistas “negociadores” que ao mesmo tempo agitam o rechaço.

reforma-laboral Argentina
0

Reforma trabalhista argentina é contra o trabalho

O sentido e a ideologia do projeto está imbuído do neoliberalismo próprio da gestão de Macri, particularmente no sentido de desregular ou reduzir normas de caráter imperativo estabelecidas em proteção do trabalhador e promover a liberação das forças da produção e trabalho, de todos os mecanismos regulatórios.

trabalhista Manchete
0

Reforma trabalhista na Espanha e no Brasil

A reforma trabalhista que está sendo imposta aos trabalhadores brasileiros pela dupla Temer/Meirelles tem como modelo a reforma elaborada pelos dirigentes da OCDE e que, com aprovação do FMI, foi aplicada na Espanha. Tanto lá como cá, a reforma tem apenas um objetivo fortalecer a ditadura do capital financeiro e ampliar os ganhos dos rentistas. Todo o resto não passa de falácias. Paulo Canabrava Filho*

livre negociação Brasil
0

Outro golpe contra a trabalhismo

A reforma do acordado contra a determinação da Lei. João Vicente Goulart* O que vemos hoje nesta proposta de “reforma trabalhista”, nada mais é que o assalto a estes direitos, fruto de um golpe, fruto da traição do Congresso Nacional, do Judiciário e de covardes agentes a serviço das elites que se prestam ao boicote da conspiração contra a nossa Constituição. É um golpe contra o trabalhismo, contra os trabalhadores do Brasil. Ora, o que…

Reforma da Previdência Social requer que se trabalhe até a morte

A reforma na Previdência Social proposta pelo governo de Michel Temer requer que se trabalhe até a morte e não reduz os custos no curto prazo. Joana Rozowykwiat* A reforma da Previdência – apresentada por Michel Temer como necessária para tirar o país da crise – além de ser “perversa do ponto de vista social”, não trará alívio às contas públicas no curto prazo. O alerta é do economista Paulo Kliass, que vê nas mudanças…