Eleições para governador têm histórico de viradas no Brasil

Jornalista André Luís Nery analisa possibilidade de candidato do PT reverter situação nas urnas, como no caso da votação para Governo de Minas Gerais, em 1994

André Luís Nery

Todos os posts do autor

De fato, nunca ocorreu nenhuma virada no segundo turno na eleição para presidente, mas, nas disputas para governador, foi registrado mudança no resultado ainda mais significativa do que poderia acontecer entre Bolsonaro e Haddad.

Desde 1990, com a introdução do segundo turno, houve 29 viradas no segundo turno em eleições para governador: 1990 (5), 1994 (6), 1998 (5), 2002 (3), 2006 (3), 2010 (2) e 2014 (5).

Entre as viradas mais surpreendentes está a de Minas Gerais, em 1994. Naquela ocasião, Hélio Costa (PP) liderou o primeiro turno com 48,30%, contra 27,20% de Eduardo Azeredo (PSDB). No segundo turno, o tucano acabou eleito com 58,65% dos votos válidos.

A virada em favor de Azeredo é até maior do que poderíamos ter para presidente neste ano. No primeiro turno. Jair Bolsonaro (PSL) liderou com 46,03% dos votos válidos, contra 29,28% de Fernando Haddad (PT).

Outra virada que parecia impossível aconteceu no Maranhão em 1990. No primeiro turno, João Castelo (PRN) obteve 45,75% dos votos, contra 35,31% de Edison Lobão (PFL). No segundo, Lobão se elegeu com 53,92%.

O Maranhão também teve outra virada parecida em 2006. No primeiro turno, Roseana Sarney (PFL) liderou com 47,21%, contra 34,36% de Jackson Lago (PDT). No segundo, Lago foi eleito com 51,82%.

Estado com maior número de eleitores, São Paulo também teve virada que pouco se acreditava. Em 1990, Paulo Maluf (PDS) ficou em primeiro no turno inicial, com 43,50%, contra 28,17% de Fleury (PMDB). No segundo, Fleury se elegeu com 51,77%.

Outro exemplo parecido com o atual quadro da eleição presidencial deste ano aconteceu em 1994 em Santa Catarina. Na época, Ângela Amin (PPR) liderou o primeiro turno com 45,86%, contra 34% de Paulo Afonso Vieira (PMDB). No segundo, Vieira ganhou com 50,80%.

Recomendadas para você

Comentários