A pandemia de coronavírus em fotos: Finlândia restringe entrada de estrangeiros - 20.mar.20

Entrada será permitida a cidadãos finlandeses e aos que possuem residência fixa; país tem 390 casos ativos do Covid-19

O governo da Finlândia decidiu na madrugada desta sexta-feira (20/03) restringir a entrada de estrangeiros no país. Somente cidadãos finlandeses ou pessoas que possuem residência permanente poderão cruzar as fronteiras. 

A decisão entra em vigor neste domingo (22/03) a partir da meia noite. Com a medida, os cidadãos da Estônia, país vizinho, que trabalham na Finlândia e não tem endereço fixo terão a entrada restringida. 

De acordo com o mapa da Universidade John Hopkins dos Estados Unidos, a Finlândia tem 390 casos ativos do novo coronavírus e nenhuma morte. 

Veja, abaixo, as fotos do combate ao coronavírus neste 20 de março:


Siga EM TEMPO REAL e com gráficos didáticos o avanço do novo coronavírus no mundo


Foto: Raigo Pajula/MRE Estônia 

Foto: Raigo Pajula/MRE Estônia 

Foto: Raigo Pajula/MRE Estônia 

Foto: Raigo Pajula/MRE Estônia 

Foto: Raigo Pajula/MRE Estônia 

Chile

Soldados do Exército do Chile estão divididos em brigadas e realizam, em conjunto com profissionais da saúde, ajuda e patrulhamento nas cidades do país. Os militares também foram designados a auxiliar hospitais chilenos. Até o momento, há 342 casos de Covid-19 no país latino-americano.

Foto: Ejército de Chile 

Foto: Ejército de Chile 

Foto: Ejército de Chile 

Foto: Ejército de Chile 

Foto: Ejército de Chile 

Foto: Ejército de Chile 

Estados Unidos

Na tarde desta quinta-feira (19/03), membros do Exército e da Guarda Nacional Aérea dos Estados Unidos foram chamados para dar suporte na contenção do coronavírus nos estados do país. Em Staten Island, Nova York, agentes realizaram testes. Os EUA registram 14.250 casos do coronavírus.

Foto: Patrick Cordova/ Guarda Nacional Aérea dos EUA 

Foto: Patrick Cordova/ Guarda Nacional Aérea dos EUA 

Foto: Patrick Cordova/ Guarda Nacional Aérea dos EUA 

Foto: Patrick Cordova/ Guarda Nacional Aérea dos EUA 


Comentários