Espanha ultrapassa China no número de mortes por coronavírus

Governo espanhol confirmou 3.434 mortes e 47.610 pessoas infectadas; Itália ainda lidera em número de vítimas, com 6.820 pessoas

O governo da Espanha informou nesta quarta-feira (25/03) que o número de mortos por conta do novo coronavírus chegou a 3.434, uma alta de 738 novas vítimas em apenas 24 horas - 27% a mais do que o dia anterior.

Com isso, os espanhóis já estão na segunda posição no ranking dos países que mais registram mortes em meio à pandemia, ultrapassando a China, que tem 3.287 falecimentos, mas ainda atrás da Itália, que perdeu 6.820 pessoas.

De acordo o relatório, são 47.610 pessoas infectadas com o covid-19, uma alta de 7.937 contágios a mais do que no dia 24.


Siga EM TEMPO REAL e com gráficos didáticos o avanço do novo coronavírus no mundo


Há ainda 3.166 pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 5.367 receberam alta dos serviços hospitalares.

A capital Madri é a que registra o maior número de contaminados e de falecidos, com 12.352 e 1.535, respectivamente. Na sequência, aparece a Catalunha, com 9.937 infectados e 516 mortos.

Fotos Públicas
Governo espanhol confirmou 3.434 e 47.610 pessoas infectadas

Durante a coletiva de imprensa para anunciar os novos dados, o governo espanhol afirmou que espera que já neste fim de semana as medidas de isolamento impostas à população comecem a fazer efeito.

Segundo o general José Manual Santiago, que participou da coletiva representando o ministro do Interior, Fernando Grande-Malarska, já foram registradas 19 detenções e mais de sete mil denúncias contra espanhóis que não estão cumprindo com as medidas de isolamento.

*Com ANSA

Comentários