Unesco reconhece Paraty e Ilha Grande como Patrimônio Mundial

Região que se espalha pelos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo recebe título por sua riqueza cultural e natural; com a decisão, Brasil passa a ter 22 lugares incluídos na lista da Unesco

Redação

Deutsche Welle Deutsche Welle

Bonn (Alemanha)

Diante de uma delegação brasileira visivelmente emocionada, o Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco reconheceu nesta sexta-feira (05/07) Paraty e Ilha Grande como patrimônio cultural e natural da humanidade. A decisão foi anunciada pelo Comitê do Patrimônio Mundial em sua 43ª reunião, que se realiza até o próximo dia 10 de julho em Baku, capital do Azerbaijão.

O sítio "Paraty e Ilha Grande: cultura e biodiversidade" é o primeiro sítio misto (natural e cultural) do Brasil a ostentar o título. Trata-se de um conjunto de cinco lugares nos estados do Rio e de São Paulo, que vão da Serra da Bocaina até o Oceano Atlântico, abrangendo uma área de 204.634 hectares. Quatro desses lugares são áreas naturais protegidas.

O conjunto de bens naturais e culturais é formado pelo centro histórico de Paraty; o Parque Nacional da Serra da Bocaina, cujo principal ativo cultural é uma parte do Caminho do Ouro; o Parque Estadual de Ilha Grande; a Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul; e a Reserva Ecológica da Juatinga.

"Reiteramos a convicção nacional da importância de reconhecer, promover e proteger o vasto sistema cultural e natural de Paraty e Ilha Grande, cujas caraterísticas são um emblema da exuberância intercultural e da biodiversidade do nosso país na sua contribuição singular para a humanidade", disse após escutar a decisão o secretário especial de Cultura, Henrique Medeiros Pires.

Pires disse ainda que se trata de "uma conquista inestimável", algo com o que concordou Adam Jayme Muniz, assessor cultural da delegação brasileira na Unesco. "A inscrição de Paraty na Lista de Patrimônio Mundial é de grande importância para o Brasil", ressaltou.

Ele disse se tratar de um lugar "que combina natureza e cultura de um modo excepcional e traz como conjunto elementos culturais herdados do período colonial com influências portuguesas, misturadas também com influências da África e dos indígenas brasileiros".

Além disso, de acordo com Muniz, a região se destaca pelas suas paisagens naturais, "com grande biodiversidade de espécies que só são encontradas nesta parte do mundo".

Hoje a cidade é conhecida também por ser palco da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). A 17ª edição do evento será realizada entre 10 e 14 de julho deste ano.

Para a Alemanha, Paraty tem ainda um significado especial, pois foi lá onde nasceu a mãe do escritor Thomas Mann, Júlia da Silva-Bruhns, em 1851. Segundo a filha de Mann, Elisabeth, a célebre família de escritores deveu a sua veia artística à Júlia.

Após a decisão do Comitê do Patrimônio Mundial, o Brasil passa a ter 22 lugares culturais e naturais inscritos na Lista do Patrimônio Mundial. Dos mais de mil lugares de Patrimônio Mundial reconhecidos pela Unesco, apenas 39 são reconhecidos como mistos, como é o caso de Paraty e Ilha Grande, oito dos quais estão na América Latina.

Agência Brasil
Centro histórico de Paraty preserva arquitetura colonial.

O Brasil já tinha inscritos nas listas do Patrimônio Mundial da Unesco os seguintes 21 lugares:

Lista do Patrimônio Cultural Mundial

1. Brasília

2. Centro histórico de Salvador

3. Centro histórico de São Luiz

4. Centro histórico de Diamantina

5. Centro histórico de Goiás Velho

6. Centro histórico de Olinda

7. Centro histórico de Ouro Preto

8. Missões Jesuíticas dos Guaranis

9. Conjunto Moderno da Pampulha

10. Rio de Janeiro: Paisagens cariocas entre a montanha e o mar

11. Santuário de Bom Jesus de Congonhas

12. Praça de São Francisco na cidade de São Cristóvão

13. Parque Nacional da Serra da Capivara

14. Sítio arqueológico do Cais do Valongo

Lista do Patrimônio Natural Mundial

1. Reserva da Mata Atlântica

2. Ilhas atlânticas de Fernando de Noronha e Atol das Rocas

3. Complexo de Conservação da Amazônia Central

4. Parque Nacional do Iguaçu

5. Áreas Protegidas do Cerrado: Chapada dos Veadeiros e Parque Nacional das Emas

6. Área de conservação do Pantanal

7. Reservas florestais da Costa do Descobrimento

Comentários

Leia Também