Diário do Bolso: Eu não sou vidente, talkei?

O que a gente tem que fazer é dizer que o petróleo foi jogado pela Venezuela; e que tudo isso faz parte de um plano do Foro de São Paulo

José Roberto Torero

São Paulo (Brasil)

Diário, eu estou aqui, no Japão, na coroação do imperador (vou prestar muita atenção para fazer a minha igualzinha), numa boa, tranquilão, e os caras lá no Brasil estão dizendo que o óleo é minha culpa.

Pô, só porque eu acabei com dois comitês que faziam parte do Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Água?

Eles foram inventados pela Dilma, então não podiam ser coisa boa.

Os comitês eram formados por representantes do ministério do Meio Ambiente, da Marinha e da Agência Nacional do Petróleo. E serviam para organizar os setores do governo quando acontecessem acidentes de poluição por petróleo no litoral brasileiro.

Mas como é que eu ia adivinhar que a Shell ia fazer uma sujeira dessas em 77 cidades? Eu não sou vidente, talkei?

Pelo menos o Ricardo Salles já foi lá, passeou de avião por cima da mancha e tirou umas fotos olhando umas pedras. Vai dar umas fotos bacanas pro Instagram e pro Twitter.

O que a gente tem que fazer é dizer que o petróleo foi jogado pela Venezuela. E que tudo isso faz parte de um plano do Foro de São Paulo.

No tocante ao Foro de São Paulo, também é ele que está promovendo o quebra-quebra no Chile. Não tem nada a ver com aposentadoria privatizada e o neoliberalismo. No neoliberalismo não tem desempregado, tem é empreendedor que ainda não encontrou o seu mercado.

E sobre esse óleo aí eu não vou nem esquentar a cabeça. É só dizer pros turistas que é bronzeador grátis, kkk!

(*) José Roberto Torero é escritor e jornalista, autor de livros como Papis et Circensis e O Chalaça. O Diário do Bolso é uma obra ficcional de caráter humorístico.

Apoie o Diário do Bolso! Acesse o link do Catarse e contribua.

Comentários