Embaixadora norte-americana nas Nações Unidas renuncia ao cargo

Mesmo após ser nomeada para o cargo pelo republicano Donald Trump, Nikki Haley não deixou de assumir postura crítica ao governo

Redação

Todos os posts do autor

A embaixadora dos Estados Unidos nas Nações Unidas, Nikki Haley, renunciou ao cargo nesta segunda-feira (09/10).

Os motivos da decisão ainda não foram divulgados. O presidente norte-americano, Donald Trump, publicou em sua conta no Twitter: "Grande anúncio com minha amiga, embaixadora Nikki Haley, no Salão Oval, às 10h30". Pouco depois, veio o anúncio da renúncia.

Segundo o jornal Washington Post, Haley fica no cargo até o final deste ano. Em reunião na Casa Branca, Trump disse ter esperança de que ela voltará ao governo. "Talvez em um posto diferente, você pode escolher", afirmou, para risos da embaixadora.

No posto desde janeiro de 2017,  Haley foi uma crítica frequente da candidatura de Trump, tendo apoiado o senador Marco Rubio (Flórida) durante as primárias do Partido Republicano. Durante as campanhas presidenciais de 2016, a ex-governadora do estado da Carolina do Sul dizia que o plano de política externa do hoje presidente poderia causar uma guerra mundial.

Mesmo após ser nomeada para o cargo por Trump, Haley não deixou de assumir postura crítica ao governo.

Em dezembro de 2017, a norte-americana declarou que a mulher que acusava Trump de abuso sexual "deveria ser ouvida" e defendeu o direito das mulheres "que tenham se sentido violadas ou maltratadas" de falar.

Comentários