Díaz-Canel e Xi Jinping se reúnem em Pequim para assinar acordos de cooperação

Presidentes de Cuba e China se encontraram em nova etapa de visita diplomática para assinaturas de acordos bilaterais; antes de reunião, líder cubano depositou flores em mausoléu de ex-líder comunista Mao Tsé-Tung

Redação

Todos os posts do autor

Os presidentes de Cuba, Miguel Díaz-Canel, e da China, Xi Jinping, se reuniram nesta quinta-feira (08/11) no Grande Salão do Povo, em Pequim, para assinar acordos de cooperação e dar sequência às reuniões de cúpula entre os dois países. 

Antes das negociações, o mandatário cubano prestou homenagens ao ex-presidente chinês e antigo líder do Partido Comunista da China, Mao Tsé Tung, que governou o país entre 1949 e 1976. 

Nesta quarta-feira (07/11), junto a autoridades do governo chinês, Canel disse que espera “continuidade e consolidação” das reuniões.  “Na visita em Pequim, mantivemos um importante encontro com o companheiro Wang Yang, Presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, a quem expressamos que é uma visita de continuidade e consolidação”, escreveu, pelo Twitter. 

Viagem presidencial 

O cubano iniciou sua viagem oficial à China no último dia 06 de novembro e, durante o percurso, também participou da feira econômica internacional Import Expo, em Xangai. A China é o quarto país visitado pelo presidente em uma série que incluiu França, Rússia e Coreia do Norte. 

Chancelaria cubana/ Twitter
Mandatário cubano prestou homenagens ao ex-presidente chinês e antigo líder do Partido Comunista da China, Mao Tsé Tung

Comentários