Bolsonaro suspende indicação de Eduardo para embaixada em Washington, diz revista

Ainda de acordo com a Época, os motivos da suspensão da indicação seriam 'a crise no PSL e a falta de votos no Senado'

O presidente Jair Bolsonaro suspendeu o plano de indicar seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, para assumir o posto de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. A informação foi publicada pela revista Época nesta quinta-feira (17/10).

Segundo a reportagem, "interlocutores diretos" do deputado de extrema direita afirmaram que é "zero" a chance de Eduardo ser indicado pelo pai à embaixada em Washington.

Ainda de acordo com a Época, os motivos da suspensão da indicação seriam "a crise no PSL e a falta de votos no Senado" para a provação de Eduardo na sabatina obrigatória caso a indicação se concretizasse.


FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI


A crise no partido do presidente a qual se refere o periódico diz respeito à liderança do PSL na Câmara dos Deputados, cargo que Eduardo assumiu nesta quarta-feira por algumas horas no lugar do deputado Delegado Waldir.

Flickr/Planalto
Ainda de acordo com a Época, os motivos da suspensão da indicação seriam 'a crise no PSL e a falta de votos no Senado'

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no dia 11 de julho que havia tomado a decisão de enviar o filho, que é deputado federal por São Paulo, para o posto de embaixador em Washington. O anúncio veio um dia depois de o parlamentar completar 35 anos, idade mínima para assumir o cargo.

Comentários

Leia Também