Venezuela responde a El Salvador e expulsa de Caracas diplomatas salvadorenhos

Ministério de Relações Exteriores da Venezuela disse que ação foi tomada pelo princípio de reciprocidade, após o governo salvadorenho anunciar, no sábado (02/11), a expulsão de diplomatas venezuelanos de San Salvador

Redação

teleSUR teleSUR

Caracas (Venezuela)

O governo da Venezuela anunciou neste domingo (03/11) que decidiu declarar persona non grata os integrantes da diplomacia de El Salvador em Caracas, dando um prazo de 48 horas para que deixem o país.

Em comunicado, o Ministério de Relações Exteriores disse que a ação foi tomada pelo princípio de reciprocidade, após o governo salvadorenho anunciar, no sábado (02/11), a expulsão de diplomatas venezuelanos de San Salvador.

Em uma mensagem no Twitter, o chanceler Jorge Arreaza disse que o presidente salvadorenho Najib Bukele assume “oficialmente” o “triste papel de peão da política externa dos EUA, ao dar oxigênio a sua estratégia de agressão contra o povo venezuelano”.


FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI


Segundo ele, Bukele “honra o tratamento humilhante que o governo dos Estados Unidos dá a seus cidadãos em matéria de política migratória.”

Twitter/Jorge Arreaza
Chanceler Arreaza: Venezuela expulsou pessoal diplomático de El Salvador

O comunicado da chancelaria diz que “Aqueles governantes que se aproveitam da vontade popular para se subordinar aos desígnios do império de turno terminam mais antes do que nunca condenados ao ostracismo e ao repúdio geral de seus povos”.

“A República Bolivariana da Venezuela ratifica que sempre estará a servido de El Salvador para consolidar a paz, a soberania, a independência e a integração. (…) Nenhuma farsa passageira afetará os profundos e históricos vínculos que sempre uniram e unirão o povo salvadorenho ao povo venezuelano, desde sempre e para sempre”, afirma o texto.

Comentários