Divulgação

Argentina: nova pesquisa dá 23 pontos de vantagem de Fernández sobre Macri

Números apontam uma ampliação da vantagem de Fernández para Macri em relação às primárias; 61,4% dos entrevistados têm uma imagem ruim do presidente argentino

Uma nova pesquisa eleitoral divulgada nesta terça-feira (16/09) pelo jornal argentino Página/12 mostra a chapa do candidato Alberto Fernández, cuja vice é a ex-presidente Cristina Kirchner, com 22,7 pontos de vantagem em relação à do atual presidente, Mauricio Macri.

Segundo a consultoria Gustavo Córdoba, Fernández aparece com 54,5% das intenções de voto, contra 31,8% de Macri, 6,1% do ex-ministro Roberto Lavagna e 2,2% do candidato de esquerda Nicolás del Caño.

Quando não são apresentados os nomes dos candidatos, mas sim as chapas, a diferença é um pouco menor. A Frente de Todos, de Fernández, aparece com 54% de intenções de voto, contra 32,5% da Juntos pela Mudança, de Macri - uma diferença de 19,5 pontos. A Consenso Federal, de Lavagna, vem em terceiro, com 3,7%.

Os números apontam uma ampliação da vantagem de Fernández para Macri. A contagem final das eleições primárias, que aconteceram no início de agosto, deu à chapa de oposição 49,19% dos votos, contra 32,94% do presidente.

A imagem de Macri acompanha os índices negativos de intenção de voto. De acordo com a pesquisa, 61,4% dos eleitores têm uma imagem ruim do presidente, contra 31,7% que o veem de maneira positiva - quase o mesmo total das intenções de voto. Fernández, por sua vez, tem 55,4% de imagem positiva, com 35,5% julgando-o negativamente. 

A pesquisa foi feita entre os dias 13 e 14 de setembro, por telefone, e ouviu 1.200 pessoas maiores de 16 anos.

Comentários

Leia Também