Hoje na História: Fundada a primeira entidade de combate ao racismo nos EUA

Composta principalmente por negros norte-americanos, entidade foi constituída como resultado de um linchamento de dois negros

Max Altman

São Paulo (Brasil)

Em 12 de fevereiro de 1909, foi fundada a Associação Nacional pelo Progresso das Pessoas de Cor (NAACP, na sigla em inglês), a principal associação de defesa dos direitos dos negros e combate ao racismo nos Estados Unidos. 

Composta principalmente por negros norte-americanos, mas com muitos brancos como membros, tendo como objetivo o fim da discriminação racial e a segregação, a entidade foi constituída como resultado de um linchamento de dois negros em Springfield, estado de Illinois, em 1908.

O crime produziu uma contestação entre a população do norte dos EUA, liderada por uma mulher branca, Mary W. Ovington, que convocou uma conferência aberta para discutir caminhos para se alcançar igualdade política e social para os negros. 


FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI


O evento levou à formação da NAACP, liderada inicialmente por oito personalidades: sete brancos e um único negro, William Du Bois. A escolha de Du Bois foi significativa, por ser um negro que rejeitou a política de gradualismo defendida por Booker T. Washington, filho de uma escrava do sul dos EUA, grande orador e diretor de importantes estabelecimentos educacionais.

Contra isto, Du Bois exigia imediata igualdade para os negros. De 1910 a 1934, Du Bois foi o editor do periódico da associação, The Crisis (A Crise), que tratava basicamente das relações interraciais nos quatro cantos do mundo.

A nova organização cresceu tão rapidamente que, já em 1915, foi capaz de organizar um boicote parcialmente bem-sucedido contra o filme O Nascimento de uma Nação, de D. W.Griffith, que provocou grande controvérsia por promover a supremacia racial branca e retratar os “cavaleiros” da Ku Klux Klan como heróis, distorcendo a participação dos negros na reconstrução pós-Guerra de Secessão.

A maior parte dos esforços iniciais da associação foi dirigida contra os linchamentos. Em 1911, houve 71 linchamentos nos EUA, dos quais 63 tendo negros como vítimas. Em 1950, os linchamentos tinham praticamente desaparecido. 

Desde o começo, e com crescente ênfase desde a Segunda Guerra Mundial, a NAACP defendeu protestos não-violentos contra a discriminação, desaprovando ações de entidades negras radicais como o SNCC (Student Nonviolent Coordinating Committee), e os Panteras Negras nos anos 1960 e 1970, assim como a Nation of Islam nos anos 1980, que criticavam a NAACP como "passiva".

Em meados dos anos 1990, a organização teve de enfrentar graves dificuldades financeiras e a perda de confiança nas lideranças quando dirigentes históricos foram demitidos e substituídos por novos sem a mesma liderança. Contando com 500 mil membros, 2,2 mil sedes para adultos, 1,7 mil locais para jovens e estudantes, a associação continua sendo a maior e a mais influente organização de direitos civis dos EUA.


Wikicommons
Composta principalmente por negros norte-americanos, entidade foi constituída como resultado de um linchamento de dois negros

Comentários