Wikimedia Commons

Pequim cria cemitério para bicicletas abandonadas

Em 2016, milhões de bicicletas inundaram a cidade. O objetivo era acabar com a concorrência. Mas a oferta se tornou maior do que a demanda.

Redação

Deutsche Welle Deutsche Welle

Todas pertenceram a empresas de compartilhamento de bicicletas. Muitas empresas de aluguel faliram e deixaram bicicletas abandonadas obstruindo ruas e calçadas. O poder público recolheu milhares de bicicletas para descartá-las. Foram criadas regras para empresas de compartilhamento. O número de bicicletas foi limitado. As empresas tiveram de se encarregar de parte das bicicletas que disponibilizaram. Mas ninguém sabe o que acontecerá com as outras bicicletas recolhidas.

Comentários