Vazamento de 40 mil litros de diesel contamina Patagônia chilena

Incidente foi registrado no último sábado (27/07), no terminal de ilha Guarello, 250 km ao noroeste de Porto Natales, e reportado às autoridades pela empresa chilena de mineração CAP

Redação

ANSA ANSA

São Paulo (Brasil)

Cerca de 40 mil litros de óleo diesel foram derramados em um terminal de uma remota ilha da Patagônia, no extremo sul do Chile, informaram as autoridades locais. O incidente foi registrado no último sábado (27/07), no terminal de ilha Guarello, 250 km ao noroeste de Porto Natales, e reportado às autoridades pela empresa chilena de mineração CAP, que faz a exploração do local.

A Marinha chilena disse que várias unidades foram mobilizadas para a região com o objetivo de controlar a proliferação do óleo derramado, que já atingiu as águas do Pacífico sul. "Diante dessa emergência, a Terceira Zona Naval dispôs o envio imediato de unidades, com o objetivo de controlar e mitigar os possíveis danos causados pela emergência na zona", informou a Marinha.

Marinha do Chile
Governo chileno tenta conter óleo que vazou em região da Patagônia

Uma investigação foi aberta pelo governo chileno para determinar as causas do derramamento e apurar as responsabilidades. No último domingo (28/07), as autoridades revelaram que aproximadamente 15 mil litros de água que havia sido contaminada foi contida. 

A CAP, por sua vez, ressaltou que deu início a " "um processo de monitoramento permanente na área", além das medidas padrão de controle e mitigação.

A área é uma das mais intocadas do planeta, com importante biodiversidade. Segundo comunicado do Greenpeace do Chile, o petróleo derramado pode ter consequências devastadoras para o meio ambiente.

Comentários

Leia Também