Morre aos 100 anos ex-oficial da SS responsável por massacre na Itália

Erich Priebke chegou a viver décadas na Argentina, mas teve identidade descoberta em 1995, sendo extraditado para responder por seus crimes de guerra

Ansa

Todos os posts do autor

O ex-capitão da SS Erich Priebke morreu nesta sexta-feira (11/10) aos 100 anos da idade, informou seu advogado Paolo Giachini. Priebke participou de um dos massacres cometidos pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial quando 335 civis foram mortos, em março de 1944 em Roma, como resposta à morte de 33 oficiais alemães em um ataque da resistência antifascista.

Por conta do crime, o ex-oficial foi condenado à prisão perpétua em um tribunal italiano. No entanto, devido à sua idade avançada, Priebke cumpria prisão domiciliar.

Com o final da guerra e a queda do regime nazista, o ex-capitão conseguiu fugir para a Argentina, aonde viveu até 1995, quando foi identificado por emissora de televisão local. Priebke foi, então, extraditado para a Itália para responder pelos crimes de guerra.  

Segundo seu advogado, Priebke deixou uma entrevista escrita e um vídeo como "testamento humano e político".

Recomendadas para você

Comentários

Leia Também