Milionário finlandês é multado em R$ 280 mil por dirigir acima do limite de velocidade

Lei local permite que governo aplique punição aos infratores com valores proporcionais ao patrimônio e à renda

Redação

0

Todos os posts do autor

A polícia da Finlândia multou em € 95 mil (cerca de R$ 280 mil) Anders Wiklöf, mega empresário do país, por dirigir a 77 km/h em local que o limite permitido era de 50 km/h, divulgou nesta quarta-feira (16/10) a imprensa europeia. O valor da punição se deve à legislação filandesa, que estabelece que infrações consideradas graves devem ser cobradas proporcionalmente ao patrimônio e à renda do infrator.

Leia mais:
Portugal anuncia cortes e impostos maiores, e Itália diz que não aumentará tributos

Twitter / @nyan

Anders Wiklöf é uma das personalidades do mundo dos negócios na Finlândia

A lei prevê que dirigir acima de 15% do valor permitido é um excesso abusivo. Para esse tipo de caso, o governo tem acesso ao imposto de renda do infrator e cacula a multa conforme seus rendimentos. Embora admita ter dirigido acima da velociadade, Anders Wiklöf afirma que a multa é excessiva e atual legislação é "injusta".

Leia mais:
Brasil terá que proteger Snowden se quiser mais informações sobre espionagem dos EUA

"Na Suécia, a multa seria de aproximadamente € 450. A diferença é enorme. Não posso acreditar que uma infrator daqui seja mais infrator do que lá", criticou Wiklöf . "Eu preferiria doar esse dinhero para os idosos, enfermos e pessoas que precisam do dinheiro no país", reiterou.

Segundo informações do jornal El Mundo, em 2002, outro milionário finlandês, Anssi Vanjoki foi multado em € 116 mil (cerca de R$ 342 mil) após pilotar uma moto a 25 km/h acima do limite permitido.

A título de comparação, no Brasil, transitar a 50% da velocidade permitida é considerado infração gravíssima. Para ricos ou pobres, a multa é de R$ 574,61 e, além disso, o motorista tem a carteira suspensa.

Comentários