Governo dos EUA investirá mais de R$1,5 bi no combate ao Ebola na África

Plano prevê participação militar com o envio de mais de 3 mil soldados ao oeste africano

Redação

0

Todos os posts do autor

Agência Efe

Trabalhador na Libéria: país recebeu alerta máximo para combate ao ebola

O governo dos EUA anunciará nesta terça-feira (16/09) uma operação destinada ao combate do surto de ebola na África. O projeto terá duração de seis meses e prevê o investimento de cerca de US$750 milhões - cerca de R$1,6 bilhão de reais -, divulgou hoje (16) o jornal Washington Post.

De acordo com oficiais da Casa Branca, o governo norte-americano considera o atual crise como a pior em toda história. Além do investimento milionário, o plano prevê o envio de 3 mil soldados para o oeste africano.

Leia também:
Ebola evidencia abismo entre mundo e África

Na região já há 100 especialistas dos centros de controle de doenças. De acordo com Agência Efe, a missão também inclui o envio de kits de emergência básicos para 400 mil famílias na Libéria - região de maior preocupação com o crescimento da doença-, pacotes que incluem desinfetantes para evitar a transmissão do vírus a outros familiares.

Eu apoio Opera Mundi

Eu apoio Opera Mundi

Eu apoio Opera Mundi

EUA também anunciaram na semana passada o envio de um hospital móvel de 25 camas na Libéria para tratar os profissionais de saúde que contraiam a doença.

Leia também:
Ebola já matou 134 agentes de saúde na África

O Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) também realizará na quinta-feira uma reunião de urgência para abordar o surto de ebola, que já causou 2.400 mortes nos últimos meses.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) afirmou que são necessários entre 500 e 600 profissionais estrangeiros nos países afetados pela expansão da doença, além de mil trabalhadores nacionais, e pelo menos dez centros de tratamento para que haja um combate efetivo da doença.

Comentários