Serviço telefônico direto entre Cuba e EUA entra em funcionamento

Conexão foi possível após acordo assinado entre a empresa norte-americana IDT e a estatal cubana de telefonia Etecsa

Agência Efe

Todos os posts do autor

O serviço telefônico direto entre Cuba e Estados Unidos já entrou em funcionamento, em virtude de um acordo assinado entre a empresa norte-americana IDT e a estatal cubana Etecsa, que anunciou nesta quarta-feira (11/03) a ativação deste tipo de conexão.

"Foi estabelecida uma interconexão direta, inicialmente para o serviço de chamadas internacionais de voz", informou a companhia cubana, em comunicado publicado nos veículos de imprensa oficiais, sem precisar a data da ativação do serviço.

A Etecsa, que detém o monopólio das telecomunicações na ilha caribenha, apontou que se trata de um passo "amparado no acordo de serviços" assinado pelas duas companhias, que foi anunciado no mês passado, no que foi o primeiro convênio empresarial entre Cuba e EUA desde a retomada das relações diplomáticas.

"O reestabelecimento das comunicações diretas entre Estados Unidos e Cuba contribui para oferecer maiores facilidades e melhor qualidade para a população de ambas as nações", diz o comunicado da Etecsa.

A reativação, superando decisão que remonta o bloqueio econômico que os Estados Unidos impuseram à Cuba em 1962, e beneficiará diretamente a comunidade de 2 milhões de cubanos que vivem no país vizinho.

Depois do reestabelecimento das relações, em 17 de dezembro, uma série de medidas foram tomadas para relaxar o embargo à ilha, entre as quais, disposições para viabilizar as telecomunicações e a autorização de venda de material de informática e softwares.

Comentários