Trudeau toma posse como premiê do Canadá; metade do gabinete é formado por mulheres

Entre os ministros, segundo o jornal The Globe and Mail, também há um atleta paraolímpico e um refugiado fugido do talebã; liberais têm maioria absoluta

Redação

Todos os posts do autor

O novo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau (Partido Liberal), tomou posse nesta quarta-feira (04/11) no cargo. Pouco antes de assumir o posto, ele anunciou o novo gabinete – metade dos ministérios será liderada por mulheres.

Trudeau jurou o cargo em Rideau Hall, residência oficial do governador-geral do Canadá, David Johnston (representante oficial da chefe de Estado, a rainha Elizabeth II), acompanhado pela esposa, Sophie, e seus três filhos, e diante de dezenas de convidados, entre eles ex-primeiros-ministros como Jean Chrétien e John Turner. Os discursos de juramento foram feitos em inglês e francês, línguas oficiais do país.

Pouco antes do início do ato de posse de Trudeau, o líder do Partido Conservador do Canadá, Stephen Harper, comunicou oficialmente a Johnston sua renúncia como primeiro-ministro.

The Prime Minister of Canada

Trudeau (ao microfone) assumiu nesta quarta-feira o cargo de premiê do Canadá

Pela primeira vez na história do país, metade do gabinete é formado por mulheres. Entre os ministros, segundo o jornal The Globe and Mail, também há um atleta paraolímpico e um refugiado afegão fugido do talebã.

Eleição

Os liberais conquistaram a maioria absoluta (184 dos 338 assentos) do parlamento no último dia 19 de outubro, à frente das 100 cadeiras conquistadas pelos conservadores.

Entre as principais promessas do premiê, estão taxar os mais ricos, favorecer o debate sobre a legalização da maconha e incentivar o acolhimento de refugiados

Horas após ser eleito, Trudeau, que é filho do ex-premiê Pierre Trudeau (1971-1984), declarou que iria acabar com a participação de seu país nos ataques aéreos da coalizão liderada pelos Estados Unidos contra o EI (Estado Islâmico) no Iraque e na Síria.

Comentários