Operação da PF contra Lula é 'ataque da direita', diz Telesur; veja repercussão pelo mundo

Imprensa internacional destaca nova fase da operação Lava Jato que tem o ex-presidente brasileiro e sua família como alvo

Redação

A imprensa internacional começou a repercutir a 24ª fase da operação Lava Jato, da Polícia Federal do Brasil, que levou o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva para depor de forma coercitiva na sede da corporação, em São Paulo.

O canal multiestatal Telesur contextualizou os acontecimentos dessa sexta-feira (04/03) no Brasil para seus leitores e leitoras em língua espanhola como "um ataque promovido pela direita do país com o apoio de meios de comunicação".

Para a publicação, o objetivo é vincular o ex-presidente Lula e a presidente brasileira, Dilma Rousseff, às alegações de corrupção na Petrobras investigadas pela PF, especialmente após a sinalização de possível nova candidatura de Lula à Presidência em 2018.

Telesur

O Telesur informa também que, no procedimento, participaram 200 agentes e 30 auditores da Receita Federal, e aconteceu por volta das 6h.

Veja como outros veículos do exterior estão noticiando o fato:

Clarin - Argentina

O periódico argentino conta que a PF esteve na casa do ex-presidente nesta sexta-feira (04/03), e, além de conduzi-lo à PF, recolheu documentos no local.
 

El Mercúrio Online - Chile

Notícia da operação é manchete na versão online do jornal El Mercúrio, um dos principais do Chile.
 

The Guardian - Reino Unido

A condução de Lula à sede da Polícia Federal em São Paulo é também o principal destaque do site do jornal britânico.
 

Le Monde - França

 

The New York Times - Estados Unidos

Comentários