Morre, aos 88 anos, Toni Morrison, ganhadora do Nobel de Literatura de 1993

Escritora foi primeira afro-americana a ganhar prêmio; Morrison foi uma grande defensora dos direitos civis, além de ter se comprometido com a luta contra a discriminação racial

Redação

ANSA ANSA

Roma (Itália)

A escritora Toni Morrison, vencedora do Prêmio Pulitzer em 1988 e do Prêmio Nobel de Literatura em 1993, morreu aos 88 anos em Nova York, nos Estados Unidos, informou nesta terça-feira (06/08) sua assessoria de imprensa.

De acordo com um comunicado divulgado por sua família, a escritora "morreu após uma breve doença".

Morrison, cujo nome real é Chloe Ardelia Wofford, destacou em seus romances a vida da população negra norte-americana. Ela era uma grande defensora dos direitos civis, além de ter se comprometido com a luta contra a discriminação racial.

Wikimedia Commons
Escritora destacou em seus romances a vida da população negra norte-americana

Nascida na cidade de Lorain, em Ohio, uma das obras mais famosas de Morrison foi Amada, onde conta a história de uma ex-escrava. A escritora ainda foi a primeira afro-americana a ganhar um Nobel.

Em 2012, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama entregou para Morrison a Medalha da Liberdade, o mais alto reconhecimento civil concedido no país.

Comentários

Leia Também