Lula: Foro de São Paulo é atacado da forma mais imbecil

'Eu acho que o Foro de São Paulo pode ser uma coisa muito importante para uma organização política dos setores de esquerda da América Latina', disse ex-presidente

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, em entrevista a Opera Mundi, que os ataque ao Foro de São Paulo são feitos da forma "mais imbecil", já que a "ignorância do desconhecimento" sobre o grupo se tornou um "monstro". 

As declarações foram dadas durante entrevista concedida na última quarta-feira (18/09) na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde o petista está preso há mais de um ano.

"O Foro de São Paulo é atacado da forma mais imbecil, mais imbecil. Se esses trogloditas que atacam o Foro de São Paulo participassem de uma reunião, eles iriam perceber que, na verdade, eles falam do Foro de São Paulo, que eles falam de tudo. Falam de artistas, de cultura, falam de LGBT, falam de sindicato, falam da CUT. Ou seja, tudo virou um monstro para eles. Ou seja, a ignorância do desconhecimento", disse.

Lula afirmou que o Foro é uma "coisa plural", que poderia ser uma grande organização se colocar as "pessoas mais importantes para participarem" do grupo.  "Eu acho que o Foro de São Paulo pode ser uma coisa muito importante para uma organização política dos setores de esquerda da América Latina", declarou.


LEIA TAMBÉM:

Lula: Mundo precisa depender menos 'da arrogância de alguns governos norte-americanos'

Se os militares quiserem fazer política, que deixem a farda, afirma Lula

Ninguém gosta de lambe-botas, diz Lula sobre relação de Bolsonaro com EUA

Lula: Hillary Clinton, do alto de sua arrogância, achava que eu era ingênuo

Achava Chávez muito voluntarista, mas não deixei de gostar dele por causa disso, diz Lula

Lula: Brics nunca foram tratados com respeito pelos países ricos

Fortalecemos o Mercosul para romper com a Alca, afirma Lula

Leia a íntegra da entrevista de Lula a Opera Mundi

Direita foi muito mais ousada do que a esquerda depois da queda do Muro de Berlim, diz Lula

Tentar jogar a culpa no Irã é velha tática dos EUA de achar um inimigo, diz Lula


O petista afirmou que "quase todos os partidos que compõem o Foro de São Paulo já governaram os países da América Latina". Lula lembrou que esse período foi "um momento muito bom para os países". 

No entanto, Lula disse enquanto estava na presidência do Brasil não participava do Foro de São Paulo, assim como outros líderes latino-americanos, e isso, para ele, foi um "abandono".          

A entrevista de Lula a Opera Mundi teve como foco os temas internacionais. Entre eles, estão a posição da esquerda após a queda do Muro de Berlim; a relação do Brasil com os EUA; a política externa do governo Bolsonaro; Mercosul; Alca e Foro de São Paulo.

Assista: 


Veja íntegra da entrevista de Lula a Opera Mundi:  

(*) Edição: Rafael Targino | Redação: Lucas Estanislau, Fernanda Forgerini e Laila Manuelle  

Comentários