Egito inicia registro de candidatos à Presidência no dia 10 de março

Data das eleições, contudo, permanece indefinida

Agência Efe

 

Após um pedido da Junta Militar para que a realização de um pleito seja acelerada, a Comissão Eleitoral egípcia anunciou nesta segunda-feira (06/01) que no próximo dia 10 de março iniciará o prazo para a apresentação das candidaturas à Presidência do país.

Este anúncio ocorre ao mesmo tempo em que protestos nas ruas do país completam cinco dias. Manifestantes pedem a transferência imediata do poder das autoridades militares para um civil.

Ainda não foi fixado, no entanto, uma data para as eleições. Segundo Ibrahim, o dia mais adequado seria após a conclusão das eleições para a Câmara Alta do Parlamento. O segundo turno da segunda fase dessa votação começa nesta terça-feira (07/02).

O presidente da Comissão Eleitoral pediu à Junta Militar que coordene com o Ministério do Interior ações para garantir a segurança nos colégios eleitorais. Os dois órgãos devem reunir-se ainda esta semana para debater a questão.

No último dia 4, o Conselho Consultivo, criado para assessorar a Junta Militar, propôs que a abertura para apresentação das candidaturas começasse no dia 23 de fevereiro. Anteriormente, tinha sugerido que o pleito fosse realizado em maio, um mês antes do previsto pelos dirigentes militares.

A Junta que governa o Egito se comprometeu a abandonar o poder em 30 de junho após a eleição do presidente, uma data considerada tardia por muitos ativistas e grupos políticos.

Comentários

Leia Também