Estados Unidos reconhecem impeachment do presidente Fernando Lugo

Departamento de Estado pede que população haja com calma e pacificamente

Fillipe Mauro

O departamento de Estado dos EUA reconheceu na noite desta sexta-feira (22/06) o impeachment do presidente paraguaio Fernando Lugo.

Em nota oficial, o país diz que "reconhece o voto do senado paraguaio pelo impeachment do presidente Lugo" e "pede para que todos os paraguaios ajam pacificamente, com calma e responsabilidade, dentro do espírito dos princípios democráticos" da nação.

Leia mais:
Paraguai: o golpe e o dedo de Washington
O impedimento de Lugo é um ataque contra a democracia

WikiCommons

 

Antes, o porta-voz para América Latina do departamento de Estado norte-americano, William Ostick, afirmava que os Estados Unidos desejavam alcançar um "escrupuloso" respeito no processo contra o presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

Segundo a AFP, Washington acompanha de perto a crise no Paraguai e sua embaixada em Assunção observa a situação muito atentamente. "Com base nos compromissos com a democracia no continente, é importante que as instituições do governo sirvam aos interesses do povo paraguaio", destacou Ostick. "Para tal, é criticamente importante que estas instituições ajam de maneira transparente e que os princípios do devido processo e dos direitos do acusado sejam escrupulosamente respeitados", completou o porta-voz americano.

Comentários