Chávez: cronologia de uma luta contra o câncer

Foram quatro cirurgias e diversas viagens a Cuba para combater a doença, diagnosticada em 2011 em Havana

Redação

A batalha do presidente Hugo Chávez contra o câncer começou em junho de 2011, quando o diagnóstico da doença foi feito, em Havana. Desde então, o líder venezuelano passou por um rigoroso tratamento, que incluiu dezenas de sessões de quimioterapia, e quatro cirurgias – a última realizada em 11 de dezembro de 2012.

Veja abaixo a cronologia da luta de Chávez contra o câncer até hoje:

2011

6 de junho: Sentindo dores, Chávez se submete a exames médicos em Havana, Cuba, enquanto realizava reuniões de trabalho.

Antonio Cruz/ABr (06/06/2011)

Presidente Dilma Rousseff recebe Chávez no Palácio do Planalto, pouco antes do diagnóstico do câncer em Havana 

10 de junho: O chanceler Nicolás Maduro informa que o presidente venezuelano passou por uma cirurgia de urgência na capital cubana após um abscesso pélvico ter sido detectado.

20 de junho: Chávez é submetido a uma nova operação.

30 de junho: O presidente se dirige diretamente ao povo venezuelano e anuncia pela televisão que tem câncer. Ele confirma a “existência de tumor inflamdo com presença de células cancerígenas”.

1 de julho: Chávez agradece ao líder da Revolução Cubana pela insistência com os exames médiso. “Se não é por Fidel [Castro], lhes juro que teria ido para Caracas com essa dor”, afirma.

16 de julho: O presidente viaja a Cuba para iniciar a primeira de quatro fases de radioterapia.

23 de julho: Em Caracas, Chávez informa que “não foram detectadas células malignas em nenhuma parte” de seu corpo, mas que ele deve continuar se tratando devido aos riscos.

1 de agosto: O presidente aparece careca após os efeitos da quimioterapia.

Imprrensa Miraflores

O presidente Hugo Chávez aparece sem cabelos durante encontro com a presidente argentina, Cristina Kirchner

7 de agosto: Começa a segunda fase da quimioterapia em Havana.

27 de agosto: Terceira fase da quimioterapia no Hospital Militar de Caracas.

2 de setembro: Chávez sai do hospital.

10 de setembro: O presidente considera que “derrotou” o câncer, apesar de ainda permanecer “convalescente”.

17 de setembro: Quarta fase da quimioterapia em Cuba.

25 de setembro: Chávez afirma que está se recuperando “favoravelmente” dos “impactos” do quarto e último ciclo de quimioterapia, apesar de a força física estar “um pouco reduzida”.

16 de outubro: O presidente viaja a Cuba para uma revisão integral.

20 de outubro: Chávez volta de Cuba e anuncia que “não há células malignas ativas” no corpo.

2012

13 de janeiro: Mostrando disposição, o presidente fala por nove horas e meia na Assembléia Nacional.

20 de fevereiro: Retorna a Cuba.

21 de fevereiro: Chávez informa que há uma lesão no lugar onde havia o tumor.

26 de fevereiro: O presidente é operado novamente em Havana.

4 de março: Chávez fala sobre o resultado da operação e diz que “houve uma recorrência do câncer”.

16 de março: Volta a Caracas.

24 de março: O presidente viaja a Cuba para iniciar o primeiro de cinco ciclos de radioterapia.

11 de maio: Fim do tratamento.

4 de outubro: Debaixo de chuva, Chávez realiza comício de encerramento da campanha pela eleição presidencial para milhares de pessoas em Caracas.

7 de outubro: Chávez é reeleito com 55% dos votos presidente da Venezuela sobre Henrique Capriles, que teve 44%.

Imprensa Miraflores

O presidente reeleito da Venezuela, Hugo Chávez, saúda apoiadores no "balcão do povo", no Palácio de Miraflores

27 de novembro: O presidente retorna a Cuba para um tratamento de várias sessões de oxigenação hiperbárica.

8 de dezembro: Pela TV, Chávez anuncia a volta do câncer e a necessidade de outra cirurgia em Havana. Ele delega ao vice Nicolás Maduro as funções de presidente.

11 de dezembro: O presidente é submetido à uma nova operação.

12 de dezembro: Maduro afirma que o processo pós-operatório de Chávez será "complexo e duro" e pede aos venezuelanos que estejam "preparados e unidos" nestes "dias difíceis".

30 de dezembro: Depois de visitar Chávez em Havana, Maduro informa que o estado de saúde do presidente apresenta "novas complicações" e que seu tratamento não está "isento de riscos".

2013:

1º de fevereiro: Maduro informa que Chávez encerrou o ciclo pós-operatório e se submete a tratamentos complementares, que dias depois afirmou serem "muito complexos e difíceis".

15 de fevereiro: o governo anuncia que Chávez está respirando através de um tubo de traqueostomia, que dificulta temporariamente que ele fale, e divulga as primeiras imagens de Chávez em mais de dois meses, nas quais ele aparece sorridente junto às filhas Rosa Virginia e María Gabriela.

18 de fevereiro: Chávez anuncia no Twitter sua volta depois de permanecer mais de dois meses em Havana, e é internado no hospital militar de Caracas.

05 de março: Morre aos 58 anos, em Caracas

Comentários