Maduro venceu em 16 das 24 entidades federais venezuelanas

Capriles, no entanto, venceu na maioria dos estados com maior número de eleitores

Redação

Após o anúncio da vitória de Nicolás Maduro nas eleições presidenciais da Venezuela, o CNE (Conselho Nacional Eleitoral) emitiu nesta segunda-feira (15/04) os números da votação divididos pelos Estados do país.

Maduro venceu em 16 distritos venezuelanos. São eles: Amazonas (51,94%), Aragua (54,05%), Apures (61,21%), Barinas (52%), Capital de Distrito (51,32%), Carabobo (50,39%), Cojedes (61,15%), Delta Amacuro (61,15%), Guárico (59,09%), Falcón (53,03%), Monagas (55,36%), Portuguesa (65,19%), Sucre (57,45%), Trujillo (59,13%), Yaracuy (56,47%)  e Vargas (56,93%).

O candidato da oposição, Henrique Capriles, por sua vez, venceu em distritos com maior quantidade de eleitores, com exceção da Capital e do Estado de Carabobo. O postulante da MUD (Mesa de Unidade Democrática) alcançou, por exemplo, 956.987 votos (52,18%) contra 873.578 votos (47,63%) de Maduro em Zulia;  814.224 (52,35%) ante 734.719 (47,24%) em Miranda; e 507.074 (52,42%) a 457.670 (47,31%) em Lara.

Agência Efe

Imprensa venezuelana repercute o resultado das eleições; Capriles pede a recontagem de votos

Em oito estados a vitória foi de Capriles: Anzoátegui (52,46%), Bolívar (51,95%), Lara (52,42%), Mérida (57,02%), Miranda (52,35%), Nueva Esparta (52,94%), Táchira (62,94%) e Zulia (52,18%).
 

O diretor do instituto venezuelano de análises Datanálisis, Luis Vicente León, afirmou após a divulgação do resultado oficial que Henrique Capriles teve desempenho melhor do que nas eleições de outubro, quando perdeu para Hugo Chávez, porque agora ele estava “mais experiente e atacou melhor os problemas”.

No resultado geral, Maduro foi eleito presidente com 50,66% dos votos (7.505.338), contra 49,07% de Henrique Capriles (7.270.403). A oposição não reconhece a vitória do PSUV e pede recontagem de votos.

Comentários

Leia Também